Recôncavo, Sábado , 18 de Novembro de 2017
Enquete
Entre Aspas
Seja amor,seja muito amor. E se mesmo assim for difícil ser, Não precisa ser perfeito, Se não der pra ser amor, Que seja ao menos respeito. #CultiveORespeito
  Disse Desconhecido  

Pedro Borges conta um pouco sobre sua vida na política

Publicada em 14/11/2017 ás 17:27:25
Foto: Raul Santos

Nascido e criado em Governador Mangabeira - BA, na localidade de Queimadas, Pedro Antônio Borges da Silva, 64 anos, trabalhou na CHESF, no Polo Petroquímico e na Coelba. Mas antes disso tudo, já era um político nato, pois participava de tudo que acontecia na sociedade. Ele concedeu uma entrevista ao Mídia Recôncavo contando um pouco sobre sua vida política, confira:

 

 

Mídia: Como foi sua trajetória política?

Pedro: No período escolar fui líder estudantil. Minha ida para CHESF me tornou um pouco conhecido na cidade, e ai passei a ser vereador durante três mandatos no munícipio e presidente da Câmara Municipal por duas vezes. Logo após fui presidente da CNEC (Campanha Nacional de Escolas da Comunidade), no antigo Colégio Cecom, onde fui por 5 anos presidente e foi uma fase extraordinária na minha vida, onde aprendi muito, onde criei muitos amigos. Também cheguei a ser vice-prefeito do município e não foi uma das melhores fases da minha vida, foi uma fase desagradável que não vale a pena relatar, é um caso superado.

 

Mídia: E como foi sua vida após essa fase desagradável?

Pedro: Esse período de vice-prefeito no ano de 2000, foi uma fase de muitas dificuldades, cheguei a deixar o município por 3 anos e fui ser prazerosamente assessor especial do Deputado Federal Fernando de Fabinho. E com essa minha crise politica acabei sendo assessor dele. Contei um pouco da minha história para ele e tal, ai ele disse: “Rapaz, preciso de uma pessoa que fique aqui como auxiliar meu, para acompanhar os meus prefeitos, minhas lideranças aos órgãos do estado quando eu estiver em Brasília”, e eu tinha essa missão prazerosa. Depois de assessor, decidir me recuar da vida pública.

 

Mídia: Como foi sua participação na eleição de 2016?

Pedro: Na última campanha politica, em 2016, resolvi acompanhar Marcelo Pedreira. Porquê acompanhar Marcelo Pedreira? Porque as últimas tentativas que fiz em apoio politico, fiquei mais uma vez decepcionado, mesmo sem pretensão política minha vontade é que o município que nós tanto prezamos, pudesse estar em outra perspectiva.  E a última gestão que apoiei essa perspectiva não aconteceu nos meus olhos. Daí resolvi apoiar Marcelo, onde nós todos ganhamos a eleição evidentemente. Com essa ascensão de Marcelo, ele me convidou para ser seu chefe de gabinete, que foi até uma surpresa para mim que não o apoiei com nenhum acordo político. O que imaginava era que fosse me convidar para fazer um trabalho de energia e hoje estou aqui como chefe de gabinete.

 

Mídia: O senhor também é membro da maçonaria?

Pedro: Participo sim, hoje estou afastado, mas tenho muito orgulho de dizer que participo. Já fui presidente também da loja maçônica por duas vezes, fui um dos fundadores da Loja Acácia Mangabeirense e por motivos outros que não precisa entrar em detalhe, estou afastado. Mas devo dizer que é uma instituição de uma grandeza incomensurável, eminentemente cristã, e é legal entrar nesse detalhe que há um tabu que os maçons não creem em Deus, nada disso é verdade, isso é um mito. Se você receber um convite para ser maçom, não diga não nenhuma vez.

 

Mídia: O que o Senhor pensa sobre as críticas que foram feitas em relação ao Prefeito Marcelo ser maçom?

Pedro: Eu diria que foram críticas de pessoas que não conhecem a maçonaria, ou críticas de pessoas maldosas, eu queria tomar pela primeira colocação, pessoas que não conhecem a grandeza da maçonaria. Foram críticas injustas, porque se essas pessoas conhecessem a dimensão dessa instituição desde a sua história até os dias de hoje, jamais fariam isso.


Mídia: O que o Senhor está achando da atual gestão?

Pedro: Estou muito esperançoso, muito motivado. Estou vendo o município com outra cara. Apesar da dificuldade que o Brasil passa, mas com outro olhar a gente percebe que esse município vive um clima leve, em função do desmando administrativo que aconteceu nos últimos 8 anos e eu mesmo sou co-responsavel por isso, pois ajudei a ex-prefeita a ser prefeita por duas vezes. Mas com essa tentativa de Marcelo ser prefeito e graças a Deus conseguiu, eu vejo essa gestão mais comprometida com o povo. E eu costumava dizer quando era presidente da câmara que a missão do homem público é fazer seu povo feliz. Se Marcelo resolveu ser prefeito, ele tem que dar o melhor de si e vejo nesse governo atual como uma nova perspectiva, uma nova visão, um novo modelo administrativo, uma mangabeira mais feliz, oferecendo o que há de melhor aos nossos munícipes.

 

Mídia: E para finalizar, em relação a sua função, qual sua visão?

Pedro: Eu sou um pouco suspeito para falar, eu só posso te dizer que eu me esforço para dar o melhor de mim. Eu sou uma pessoa que apesar dos meus 64 anos, sou um aprendiz da vida, eu luto para amanhã fazer melhor do que hoje. Às vezes eu digo assim: “Senhor, eu quero daqui a um minuto, ser melhor do que eu fui a um minuto atrás”, então eu tenho essa autocrítica, sempre fazer o de melhor. Não é uma coisa muito fácil você trabalhar com seu interior, mas ter essa consciência que daqui a um minuto eu quero fazer algo de melhor.

 

Informações do Mídia Recôncavo/ Cristhiele Teles

 

 

 

Por Redação Mídia Reconcavo
Related Posts with Thumbnails

Leia Também

18/11/2017
18/11/2017
18/11/2017
18/11/2017
18/11/2017
18/11/2017
18/11/2017
18/11/2017
18/11/2017
18/11/2017

Entrevistas
Governador Mangabeira: Programa ‘Prefeitura em Movimento’ ganha destaque e coloca município como referência de gestão pública
Mídia TV
VT - Moderna Gestão e Assessoria
Mural de Recados
Marcia escreveu para Midiareconcavo
"Parabens ao melhor de todos os sites da regiao. Eu ja estava com saudades da informação de todos os lugares em primeira mao."
simone escreveu para planejar concursos
"Bom dia, gostaria de uma justificativa da empresa pois, estou tentando a horas realizar minha inscrição no concurso e até o momento não obtive êxito, o que está ocorrendo com o site. Agradeço desde de já."
Podcast
Spot - Câmara de Cruz das Almas
Escute o Spot da Câmara de Vereadores de Cruz das Almas.