Recôncavo, Segunda , 24 de Setembro de 2018
Enquete
Entre Aspas
Seja amor,seja muito amor. E se mesmo assim for difícil ser, Não precisa ser perfeito, Se não der pra ser amor, Que seja ao menos respeito. #CultiveORespeito
  Disse Desconhecido  

EXCLUSIVO: Orlandinho quebra o silêncio e concede a primeira entrevista depois que saiu da prefeitura de Cruz das Almas

Publicada em 31/08/2013 ás 14:56:36
Foto: Edgard Abbehusen l Mídia Recôncavo

Ele já foi vereador em Cruz das Almas entre os anos  2000 a 2004, depois foi eleito prefeito da cidade e reeleito com o somatório de todos os três adversários. Orlando Peixoto Pereira Filho, Orlandinho, 53 anos, é pai de duas filhas e se prepara para ganhar o seu primeiro neto, no próximo mês de outubro.

Há 24 anos filiado no Partido dos Trabalhadores, o ex prefeito de Cruz das Almas concedeu uma entrevista exclusiva ao Mídia Recôncavo, a primeira entrevista para um veiculo de comunicação desde que deixou a prefeitura, em dezembro de 2012.

Orlandinho fez um balanço dos seus oito anos como gestor da cidade e se diz orgulhoso por ter contribuído com o seu desenvolvimento. Segundo ele, graças a sua gestão, Cruz das Almas está entre as 10 melhores cidades da Bahia pra se viver.

Atual gerente do Escritório Regional da Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola (EBDA),  ele apresentou dados da sua gestão como prefeito, falou sobre o programa "Mais Médicos", avaliou os primeiros meses do atual prefeito, comentou sobre a sua pré candidatura a Deputado Estadual e declarou que tem preferência pelo Senador Walter Pinheiro para disputar as eleições de 2014 ao Governo do Estado. "Se coubesse só a mim escolher, com certeza, seria esse o nome.", disse.  

Confira trechos de mais uma entrevista EXCLUSIVA do Mídia Recôncavo:

8 anos de Gestão à frente da Prefeitura de Cruz das Almas
Pra mim foi um orgulho extraordinário ter sido vereador entre os anos de 2000-2004, depois ter tido a possibilidade de governar Cruz das Almas, de 2005 a 2008 e, posteriormente, ter sido reeleito com uma ampla maioria dos votos, inclusive vencendo com o somatório de todos os outros três candidatos que concorreram comigo, em 2008, na minha reeleição. Pra mim é um orgulho grande ter contribuindo para o desenvolvimento de Cruz das Almas. Conseguimos, em apenas 8 anos de governo, colocar Cruz das Almas como o 9º município de IDH da Bahia. Ou seja, Cruz das Almas hoje tem a 9ª melhor qualidade de vida da Bahia. E isso graças ao esforço do nosso governo. Principalmente na redução da mortalidade infantil, no combate permanente e na diminuição do índice de analfabetismo que tinha em Cruz das Almas naquela época. Também no número extraordinário que conseguimos de mais de 300 mil metros quadrados de pavimentação, inclusive com drenagem. Ampliamos a Atenção Básica, saímos de 2 Postos de Saúde da Família, que tinha uma cobertura de apenas 12% da população de Cruz das Almas e passamos a fazer uma cobertura de 66% com a construção de mais 12 Postos  de Saúde da Família. Eu peguei um município que tinha 147 crianças matriculadas nas creches e deixei um município com mais de 1.000 crianças matriculadas. Aprovamos o Plano de Carreira do magistério, demos aumento real aos funcionários praticamente todos os anos e, no mínimo, cobrimos o índice da inflação. Democratizamos a cidade. A imprensa no nosso governo sempre foi livre e sempre pôde falar. Não tinha imprensa 'chapa branca'. Não tinha mordaça. Além de tudo isso, uma das coisas que me deixa mais honrado é ter tido a oportunidade de trazer aqui o Presidente Lula, na época, para inaugurar a segunda universidade federal da Bahia, que é a nossa querida UFRB, que está aí gerando emprego e dado oportunidade ao povo do recôncavo, e de fora do recôncavo, de cursar o nível superior.  Foi o resultado de um conjunto de ações extraordinárias em todos os  campos, pagamos o piso nacional dos professores, que colocou Cruz das Almas entre as 10 melhores cidades para se viver na Bahia. Esse é um feito extraordinário. E esse, eu acho, que é o conjunto da obra. É o que sintetiza o nosso governo.

Concurso Público e TCM
Na Lei de responsabilidade fiscal, quando se trata de alguns índices de educação, saúde e, principalmente de pessoal, esse especificamente é um artigo, como os parlamentares e muitos juristas que entendem estão chamando, de um artigo burro. Ele penaliza quem mais faz e beneficia quem menos faz. Então, se você não paga o Piso Nacional dos professores, você fica com o índice de pessoal abaixo do que é estabelecido por lei. Se você não traz o CRAS, o CREAS, a SAMU, a UPA, não faz escola e não faz creche, você não aumenta seu índice de pessoal. Se você não dá o aumento devido e recompõe as perdas das classes trabalhadoras você se mantém dentro do limite de pessoal.  E esse artigo é cego e burro, porque ele não leva em consideração, também,  que o índice de pessoal também é variável  a partir do crescimento ou não do PIB do Brasil. Então, 2011 que eu tive esse problema, o PIB brasileiro estava previsto para 4,5%, e  teve um crescimento de menos de 1%. Como é que você tem uma receita menor e uma despesa maior e não impacta no índice de pessoal? Salário mínimo aumentou muito mais do que o crescimento do PIB. O Piso Nacional dos professores aumentou também muito mais do que isso. Eu conversei inclusive no tribunal (TCM), com alguns conselheiros e disse 'Olha, estou sendo penalizado porque fiz demais. Só se faz educação e saúde com pessoal'. Quando a receita do país estava crescendo era possível fazer isso e manter o nível de pessoal, quando a receita do país teve uma crise brusca. Como houve também em 2009, só que com uma diferença, pois o ex presidente Lula fez uma recomposição de receita no final do ano. E isso equilibrou o índice de pessoal. Agora não houve esse recomposição. Em síntese, acontece que temos um arquivo burro na Lei de Responsabilidade Fiscal. O prefeito que mais faz e que garante o direito dos trabalhadores, como eu fiz, por exemplo, os trabalhadores em sua maioria não recebia insalubridade, e o meu governo quem pagou. A guarda municipal de Cruz das Almas não tinha direito a adicional noturno e foi o nosso governo que implantou.  Fizemos 2 concursos públicos e trouxemos um conjunto de programas pra Cruz das Almas, que impactaram no índice de pessoal. O próprio TCM considera um equivoco não haver mobilidade nesse índice de acordo com o aumento ou não da receita. E consideram também que é um absurdo a maioria dos municípios assumirem a maior parte dos custos dos programas federais. Enquanto não for corrigido isso a grande maioria dos prefeitos, inclusive Cruz das Almas, as contas de 2012 do meu governo e as contas do atual governo do primeiro quadrimestre  já ultrapassaram o índice de pessoal e no segundo bimestre também já está passando. E não somente Cruz das Almas. Todos os municípios que dependem do FPM e do ICMS. Infelizmente, no final, a única pessoa que é penalizada é o gestor.


"No meu entendimento a população está arrependida com a decisão que tomou no dia 7 de outubro de 2012."

Geração de Emprego
O governo que me antecedeu se vangloria de ter trazido uma fábrica, eu não trouxe uma fábrica que gerasse 900 empregos, trouxemos algumas pequenas fábricas e indústrias. Mas esse é um modelo equivocado de pensar o desenvolvimento da cidade. Se ele diz que trouxe uma fábrica que gerou 900 empregos e eu não trouxe uma fábrica desse porte, eu posso dizer que através de dois concursos públicos, só na prefeitura de Cruz das Almas, nós empregamos mais de 1000 servidores. Fora as seleções públicas que fizemos pra programas que não são institucionalizados ainda e que os gestores são orientados a não fazer concurso público, pois são apenas programas. Eu posso não ter trazido uma planta industrial, uma fábrica de grande porte, mas trouxe, o que Lula me disse na sua chegada em Cruz das Almas,  a melhor fábrica de todas, que é a fábrica de sonhos, a Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, que está dando a oportunidade pro filho do trabalhador ser doutor e que já gerou, direta e indiretamente, mais de 2000 empregos. A oposição sabe, são dados do IBGE, nosso governo gerou em 8 anos, muito mais emprego, duas ou três vezes mais empregos, do que o governo que eu sucedi.

Avaliação do Prefeito Atual
Nós temos poucos elementos. Eu não quero ser leviano. Não me cabe ser o principal critico do governo municipal. Até mesmo porque eu devo reconhecer a minha posição de ex prefeito. Saber de todas as limitações e de todas as possibilidades que você tem pra governar. Eu acho que nós temos dois atores fundamentais para avaliar o governo antes de mim. Um ator fundamental é a Câmara de Vereadores, onde os vereadores tem que se debruçar sobre a administração, tem que analisar e fazer as criticas que a administração merece que sejam feitas. E um outro ator fundamental nisso, principal talvez, seja a própria sociedade. Pelo que eu tenho percebido nitidamente que a população de Cruz das Almas não está satisfeita com a atual gestão, tenho a nítida impressão com as pessoas que conversam comigo, e eu não tenho provocado esse debate, que a população esperava muito mais do atual governo e que a população está decepcionada. Percebo isso fruto da interlocução que tenho com a sociedade. O atual governo não conseguiu corresponder minimamente a expectativa que a população criou em torno dele. A gestão está fechada. O governo não consegue debater com a sociedade. Não conseguiu fazer nenhuma realização significativa. As pessoas começam a avaliar um governo nos primeiros 100 dias, nós já temos 240 dias e, em síntese, o que fica bem focado é que a população esperava mais. A população está decepcionada. O método da atual gestão é ultrapassado. Não consegue dialogar com a população de Cruz das Almas. Tem pouco debate. Tem receio de fazer publicamente um debate com a sociedade. Reage de uma forma indesejada a qualquer critica, agressiva. Não existe mais essa forma de administrar no Brasil. A gestão atual tem que perceber que ela tem que interagir com a sociedade e que as criticas são normais. Eu mesmo compreendia isso. No meu entendimento a população está arrependida com a decisão que tomou no dia 7 de outubro de 2012.

Programa "Mais Médicos"
Hoje, quem está no governo Cruz das Almas, e que dizia no passado que era muito fácil melhorar a saúde está vendo que é não é tão fácil assim. Nós melhoramos, trouxemos o SAMU, nós saímos de 2 PSFs pra 12 PSFs, nós trouxemos UPA, nós trouxemos CAPs, então nós melhoramos significativamente, mas quem está no governo de Cruz das Almas e batia tanto, está vendo que não é tão fácil pois os recursos são limitados. Sobre o programa 'Mais Médicos', a pergunta que tem que ser feita é: Existe médico suficiente para atender a população de todos os municípios brasileiros? Não. E o governo tem que dar uma resposta a população desses municípios. Ninguém pode proibir o direito de ir e vir e a livre escolha das pessoas. E o Governo Federal tem respeitado isso, democraticamente. Se você se forma em medicina hoje e prefere trabalhar no litoral, que foi o resultado até de uma pesquisa, e não quer ir pros pequenos municípios porque tem poucos atrativos e por uma série de razões, o Governo tem respeitado isso. Agora se não tem médico suficiente pra atender essa população o governo tem que contratar de algum lugar.  Se o município não consegue atrair, vai deixar a população sem atendimento?


"Agora eu quero sair candidato pra disputar efetivamente um mandato. Pra ser uma representação regional."

Futura candidatura a Deputado Estadual
Eu sempre ouvir do homem do campo uma frase que eu incorporei ao meu estilo de vida que é: "Cautela e canja de galinha não faz mal a ninguém". Eu estou analisando o cenário, conversando com o meu partido (PT), com lideranças da região, com lideranças de outros partidos aqui em Cruz das Almas e região, mas há uma possibilidade efetiva de eu ser candidato pra discutir as grandes agendas que o recôncavo tem. Eu tenho disposição a ser candidato a Deputado Estadual, estou discutindo com figuras importantes que eu me relaciono historicamente, como o Senador Walter Pinheiro, o Secretário de Comunicação do Governo do Estado, Robson Almeida, o Deputado Federal Afonso Florence e com o nosso presidente Jonas Paulo. Eu não quero sair candidato somente pra marcar posição, isso eu já fiz. Pra marcar posição e colaborar na construção do partido, de novas bandeiras na política, que fazia e que faz o PT até hoje, desde 1996 fiz isso. Agora eu quero sair candidato pra disputar efetivamente um mandato. Pra ser uma representação regional.

Tato Pereira
Eu respeito a candidatura de Tato, é uma candidatura legitima, ele tem todo o direito do mundo de pensar numa candidatura de Deputado Estadual, ele foi prefeito de Cachoeira e é filho do recôncavo.

Eleições para Governo do Estado
Ainda é muito cedo pra fazer uma projeção do que vai ocorrer no próximo ano. É natural de quem está no governo (PT) sofrer um pouco de desgaste. Mas a oposição está fora de foco.  Eu conheço o governador Jaques Wagner, ele é muito cauteloso. Tenho certeza que ele vai fazer uma reflexão profunda. O PT está pensando, está discutindo e tem grandes nomes. Tem o nome do Senador Walter Pinheiro, do Secretário de Planejamento, Sérgio Gabrielli e de Rui Costa, que é o Secretário da Casa Civil. A base aliada tem um conjunto de nomes também, Lídice da Mata, Otto Alencar e Marcelo Nilo. Tenho muita esperança que na hora que a situação sentar na mesa e conseguir fazer esse consenso de quem será o candidato, sobre a grande liderança de Jaques Wagner, que é muito cauteloso, que é muito astuto e tem uma visão de futuro, acredito que vamos conseguir formar uma boa chapa e não temos a menor dúvida que vamos conseguir fazer a sucessão do governador Jaques Wagner.

Preferência
O meu preferido será o preferido do Partido dos Trabalhadores, o preferido do Governador Jaques Wagner. Eu milito junto com Walter Pinheiro, o Senador Walter Pinheiro é o nome que tenho mais ligação, nós conseguimos lhe dar uma votação histórica aqui em Cruz das Almas como Deputado Federal. É um nome que me agrada muito. Walter Pinheiro é um grande nome. Se coubesse só a mim escolher, com certeza, seria esse o nome, mas farei campanha pra qualquer que seja o nome escolhido. 

Por Redação Mídia Recôncavo
Related Posts with Thumbnails

Leia Também

24/09/2018
24/09/2018
24/09/2018
24/09/2018
24/09/2018
24/09/2018
24/09/2018
24/09/2018
24/09/2018
24/09/2018

Entrevistas
Organizadores do “Bloco As Muriquetes” falam sobre a expectativa deste evento que vem animando os muritibanos a cada ano
Mídia TV
VT - Moderna Gestão e Assessoria
Mural de Recados
Tarsila escreveu para Joseane
"Vdd eu tbm eu quero saber tbm de todas as notícias desses anos que esta acontecendo muitas coisas ai è bom saber das coisas primeiro..."
Joseane Bonfim escreveu para Anderson Bella
"Ola, tudo bem? Sou Joseane Bonfim e estou fazendo uma pesquisa sobre os blogs da região de SAJ, o Midia Reconcavo se encaixa na categoria de Blog?"
Podcast
Spot - Câmara de Cruz das Almas
Escute o Spot da Câmara de Vereadores de Cruz das Almas.