Recôncavo, Sexta , 26 de Abril de 2019
Enquete
Entre Aspas
Seja amor,seja muito amor. E se mesmo assim for difícil ser, Não precisa ser perfeito, Se não der pra ser amor, Que seja ao menos respeito. #CultiveORespeito
  Disse Desconhecido  

Com 980 ocorrências em janeiro, Salvador tem média de um caso de agressão a mulheres a cada 45 minutos

Publicada em 08/02/2019 ás 08:29:29
Foto: Reprodução/TV Bahia

Salvador registrou 980 casos de violência contra mulheres somente em janeiro de 2019, segundo dados levantados junto às duas Delegacias Especiais de Atendimento à Mulher da capital baiana. Com isso, a cidade teve uma média de um caso de agressão a mulheres a cada 45 minutos no mês. As ocorrências registradas incluem agressões, ameaças, estupros, entre outros tipos de violência. Em todo a Bahia, há 15 delegacias especializadas de atendimento à mulher. Em Salvador, a população conta com uma unidade no bairro de Periperi e outra em Brotas. Todos os casos registrados nas delegacias de atendimento às mulheres vão para uma das sete Varas de Justiça do estado, que ficam nas cidades de Salvador (3), Feira de Santana, Vitória da Conquista, Itabuna e Ilhéus.

Os juízes decidem as ações a serem adotadas para proteger a mulher, como medidas protetivas. Nos últimos dois, anos por exemplo, 8,913 medidas foram concedidas no estado. Somente em janeiro de 2019, em todo o estado, as sete Varas registraram 14,973 denúncias de violência contra mulheres, de acordo com o Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA). No mesmo período do ano passado, foram 12.012 denúncias. Especialistas acreditam que, apesar de o número de ocorrências ter aumentado, o que cresceu mesmo foi a visibilidade dada aos casos por meio das denúncias. Eles ainda defendem ações mais enérgicas para combater os crimes. "Juiz nenhum deve pagar para ver. Se a mulher chegou a procurar uma delegacia para expor a sua tão íntima, já que é violência praticada por alguém da sua afetividade, é porque ela chegou no seu ponto máximo. Então, o juiz deve ler aquele pedido de medida protetiva e, com certeza, na maioria dos casos, sem sombra de dúvidas, ceder a medida, porque aquilo pode salvar uma vida", afirma a desembargadora Nágila Brito, presidente da Coordenadoria da Mulher do TJ-BA.

Desde 2015, ano de criação da chamada Ronda Maria da Penha, que visita de surpresa mulheres que estão com medida protetiva, 145 homens flagrados desrespeitando as determinações da Justiça foram presos. "Ir a um centro de referência, saber seus direitos, saber as informações e saber como proceder para depois dar um passo maior. Mas é importante que ela se informe, que busquem, que acessem o serviço oferecido exatamente para elas", destaca a secretária municipal de políticas para mulheres de Salvador, Cristina Sanches.

Por Redação Mídia Reconcavo
Related Posts with Thumbnails

Leia Também

26/04/2019
25/04/2019
25/04/2019
25/04/2019
25/04/2019
25/04/2019
25/04/2019
25/04/2019
25/04/2019
25/04/2019

Entrevistas
Aniversário da Cidade: Ex-prefeito Antonio Pimentel faz avaliação sobre o cenário político e revela propostas para Governador Mangabeira
Mídia TV
VT - Moderna Gestão e Assessoria
Mural de Recados
Tarsila escreveu para Joseane
"Vdd eu tbm eu quero saber tbm de todas as notícias desses anos que esta acontecendo muitas coisas ai è bom saber das coisas primeiro..."
Joseane Bonfim escreveu para Anderson Bella
"Ola, tudo bem? Sou Joseane Bonfim e estou fazendo uma pesquisa sobre os blogs da região de SAJ, o Midia Reconcavo se encaixa na categoria de Blog?"
Podcast
Spot - Câmara de Cruz das Almas
Escute o Spot da Câmara de Vereadores de Cruz das Almas.