Recôncavo, Terça , 16 de Outubro de 2018
Enquete
Entre Aspas
Seja amor,seja muito amor. E se mesmo assim for difícil ser, Não precisa ser perfeito, Se não der pra ser amor, Que seja ao menos respeito. #CultiveORespeito
  Disse Desconhecido  

Entrevista – O professor de educação física Ito Vilela, fala sobre a atividade física e os benefícios, e dá dicas para as pessoas alcançarem seus objetivos com qualidade.

Publicada em 17/12/2017 ás 08:00:00

A atividade física traz vários benefícios à saúde do ser humano. Nos dias atuais, há muitas pessoas que costumam fazer exercícios pelo bem estar e outras pela vaidade de ter um corpo perfeito. Em reportagem ao Mídia Recôncavo o professor de Educação Física Ito Vilela fala sobre essas questão e dá dicas para as pessoas alcançarem seus objetivos com qualidade.

 

 

Mídia: Em que momento da sua vida se interessou pelo esporte?

O esporte na minha vida partiu desde 1995 quando iniciei na escolinha de futebol. Como todos os jovens, eu tinha o sonho de ser jogador de futebol, passando o tempo, percebi que esse sonho era um pouco remoto, não pela qualidade futebolística, mas pelo afunilamento que existe dentro desse meio. Com isso, percebi que poderia contribuir com o esporte educacional, foi quando iniciei a faculdade no curso de educação física, no qual me formei e me especializei em gerontologia e venho discutindo essa temática de um esporte inovador em escolas e palestras. E hoje observamos a necessidade dessa demanda de partir para a gerontologia, partir para essa população Sênior, porque é a população que mais cresce no planeta. Como os dados do IBGE mostram, chegaremos ao ano de 2025 a 34 milhões de idosos e isso deixa a gente atento para se aperfeiçoar a fim de atender a demanda.

 

Mídia: Quais benefícios o esporte traz para a vida do ser humano?

Todos os benefícios possíveis. Na perspectiva que trabalho, não trabalho no esporte de rendimento e sim no participativo, que dá qualidade de vida, ou seja, tratamos o esporte como atividade física, então traz benefícios psicológicos, físicos e sociais para o individuo.

 

Mídia: O que classifica uma pessoa sedentária?

Aquela pessoa parada, pois existe uma grande diferença entre atividade física e exercício físico. Exercício físico é todo movimento que você faz, tipo beber água, ou levantar para ligar uma luz e já atividade física é aquela regular que você pratica duas ou três vezes semanalmente, ou seja, precisa dessa sequencia. Aquelas pessoas que fazem atividades físicas de vez em quando, que vai uma semana para academia e outra não, pode-se considerar sedentárias também. Estudos comprovam que esses “babas de sábado” é algo que precisa ter atenção, porque é uma sobrecarga muito grande no coração, então é necessário mover ações para proporcionar aquisição do saber, esses indivíduos precisam entender isso e procurar meios de estar praticando atividades físicas mesmo que seja duas ou três vezes na semana para não sobrecarregar muito.

 

Mídia: Em sua opinião, porque é tão difícil mudar o estilo de vida e aderir à prática de fazer exercícios físicos? 

É porque as pessoas tem que praticar uma coisa que elas tenham prazer. A partir do momento em que as pessoas colocam em evidência algo que seja imposto, é meio complicado. Nós seres humanos não estamos preparados a fazer algo rotineiro, a vida já nos impulsiona muito trabalho, acordar cedo, dormir tarde, estudos e tal, já não deixa a gente preparado para atender mais uma atividade imposta. Então, a pessoa quando pensa em ir para academia sem vontade, é exaustivo, mas se ela for fazer algo que gosta, algo inovador, sabendo que lá vai encontrar um profissional qualificado para atender e dar possibilidades de fazer atividades diferenciadas, automaticamente ele vai sentir prazer em estar executando. O individuo tem que ir em buscar de algo que ele não seja obrigado.

 

Mídia: Muitas pessoas fazem apenas caminhadas como atividade física, é suficiente para melhorar a saúde?

Não é suficiente. A caminhada é muito importante, até pela questão do coração. Para aquelas pessoas que não fazem nada, começando com a caminhada ela pode sim avançar, perder peso, melhorar sua massa óssea, sua potência muscular, mas com o passar do tempo ela vai chegar ao comodismo e não vai avançar mais. Então a pessoa tem que fazer um esforço para ir pegando o ritmo e sair da sua zona de conforto. Ou seja, no início a caminhada é boa, mas depois ela não vai servir muito, não vai fazer com que você avance.

 

Mídia: Hoje a gente vê muitas pessoas em busca do corpo perfeito. Quando o exercício vira uma doença, um distúrbio?

Conseguimos chegar ao nosso objetivo com atividade física, mas é necessário sobre tudo, ter consciência de quê as coisas vem progressivamente. Tem muita gente que quer acelerar os resultados com medicamentos, esteroides, anabolizantes, então isso é muito preocupante, porque a pessoa tem que entender que atividade física tem que ser feita como qualidade de vida e não apenas por estética, em busca do corpo perfeito. As pessoas que tomam medicamento para emagrecer em pouquíssimo tempo, estão lidando com desidratação de células, isso não é resultado. Quando você perde um quilo, você está perdendo sete mil calorias, portanto, isso é uma agressão na parte fisiológica. É necessário trabalhar com psicólogos, nutricionistas e educador físico, para dar resultado positivo e de qualidade, pois você tem que emagrecer comendo, enrijecer comendo, criar potência muscular comendo, dormir bem, beber bastante água e aos poucos os resultados vão saindo.

 

Mídia: Para finalizar, que mensagem deixa para as pessoas que dizem ter falta de disposição e mudar este tipo de comportamento?

Eu deixo a mensagem que atividade física é saúde, e com a saúde não se brinca. Infelizmente nosso país tem a cultura da saúde curativa, é a saúde que você adoece para cuidar dela. Cuba é um país que não tem tantas riquezas como a nossa, mas a ciência fala que Cuba trabalha com a saúde preventiva, ou seja, é você ir ao médico todo mês, é você procurar a ciência para entender as mudanças e problemáticas do seu corpo, e, sobre tudo praticar atividade física, esta que hoje em dia é o único medicamento que não possui contraindicações. Quem prática atividade física é notório ver o avanço dessas pessoas, diminui a quantidade de medicação, melhora a qualidade de vida, dorme melhor, acorda disposta, tem mais força, tem disposição para tudo. A doença está assolando e um dos fatores primordiais que faz com quê retarde a aparição dessas doenças são atividades físicas. 

Por Redação Mídia Reconcavo
Related Posts with Thumbnails

Leia Também

16/10/2018
16/10/2018
16/10/2018
16/10/2018
16/10/2018
16/10/2018
16/10/2018
16/10/2018
16/10/2018
16/10/2018

Entrevistas
Organizadores do “Bloco As Muriquetes” falam sobre a expectativa deste evento que vem animando os muritibanos a cada ano
Mídia TV
VT - Moderna Gestão e Assessoria
Mural de Recados
Tarsila escreveu para Joseane
"Vdd eu tbm eu quero saber tbm de todas as notícias desses anos que esta acontecendo muitas coisas ai è bom saber das coisas primeiro..."
Joseane Bonfim escreveu para Anderson Bella
"Ola, tudo bem? Sou Joseane Bonfim e estou fazendo uma pesquisa sobre os blogs da região de SAJ, o Midia Reconcavo se encaixa na categoria de Blog?"
Podcast
Spot - Câmara de Cruz das Almas
Escute o Spot da Câmara de Vereadores de Cruz das Almas.