Mídia Recôncavo | Com Anderson Bella
Recôncavo, Quarta , 21 de Novembro de 2018
Enquete
Entre Aspas
Seja amor,seja muito amor. E se mesmo assim for difícil ser, Não precisa ser perfeito, Se não der pra ser amor, Que seja ao menos respeito. #CultiveORespeito
  Disse Desconhecido  
Foto: Agência Brasil

O presidente Michel Temer usou sua conta no Twitter para pedir aos brasileiros que reflitam sobre a questão racial no Brasil, e que celebrem a contribuição dos afrodescendentes ao Brasil neste 20 de novembro, Dia da Consciência Negra, data que marca os 323 anos da morte de Zumbi dos Palmares. “Cabe a cada um de nós, neste 20 de novembro, refletir sobre o espaço dos negros em nossa sociedade. É dia para celebrar a contribuição afro-brasileira. E vamos continuar a avançar na construção de um Brasil mais igual. #ConscienciaNegra”, twitou o presidente. O Dia da Consciência Negra foi incluído no calendário escolar nacional em 2003. No entanto, a instituição oficial da data só ocorreu oito anos depois, em 2011, com a publicação da Lei 12.519. O 20 de novembro é feriado em seis estados e em mais de mil cidades brasileiras. Morto aos 40 anos de idade, Zumbi dos Palmares foi o último líder do maior quilombo do período colonial brasileiro, o Quilombo dos Palmares. Fonte: Aratu Online

Foto : Divulgação/ECV/Maurícia da Matta

O técnico do Vitória, João Burse, divulgou a lista de 22 atletas relacionados para a partida contra o Cruzeiro, pela 36ª rodada da Série A do Brasileirão, em Belo Horizonte. O duelo está marcado amanhã (21), às 20h45 (horário da Bahia), no estádio Mineirão. O comandante rubro-negro não terá o lateral-direito Jeferson e o atacante Lucas Fernandes, ambos suspensos pelo terceiro cartão amarelo. Barrado após uma série de erros em partidas como titular, o goleiro Ronaldo segue barrado. Para o lugar dele, Elias deve ocupar o banco de reservas e João Gabriel ainda mantido na equipe principal.  Na vice-lanterna do Brasileirão, o Vitória ocupa a 19ª posição, com 36 pontos. Em treino realizado hoje (20), no Barradão, Burse comandou um coletivo tático, sempre parando para os devidos ajustes. O treino foi finalizado com um quadrado em campo reduzido.

Confira a lista de relacionados:

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Um adolescente de 17 anos foi encontrado morto na Praia de Algodões, Península de Maraú, no baixo sul da Bahia, por moradores da região. Segundo a Polícia Civil, Alec Ruan Aurora dos Santos estava com a família na praia, quando se afogou e desapareceu no mar. O caso aconteceu no domingo (18), mas o corpo dele só foi encontrado na noite de segunda-feira (19). Ainda de acordo com a polícia, até a manhã desta terça (20), o corpo continuava no Departamento de Polícia Técnica (DPT). O adolescente era morador da cidade de Ubaitaba, cidade a cerca de 54 quilômetros de Maraú. Testemunhas contaram à polícia que ele tomava banho quando uma correnteza o puxou. Um tio de Alec tentou salvá-lo, mas também se afogou e precisou ser socorrido por populares. A polícia disse que a cidade não tem salva-vidas e que a praia é famosa pela força da correnteza. O Corpo de Bombeiro de Ilhéus foi chamado e fez buscas pelo adolescente, no domingo e na segunda, mas não conseguiu encontrá-lo. Fonte: G1

Foto: Carlos Moura/ STF

Sob ameaça de perder o auxílio-moradia, presidentes de associações de magistrados e procuradores começam a pressionar para que o Supremo Tribunal Federal inclua na ação os benefícios pagos também aos Poderes Executivo e Legislativo. Segundo informações da Coluna do Estadão, do jornal o Estado de S. Paulo, eles tentam evitar relacionar subsídio ao reajuste de 16,38% para o Judiciário, que deve ser sancionado pelo presidente Michel Temer na quarta-feira. “A regulamentação tem que ser feita de maneira uniforme para os três Poderes”, sustenta o presidente da Associação Nacional dos Juízes Federais, Fernando Mendes. De acordo com o diário paulista, o juiz, entretanto, nega que haja relação de causa e efeito entre o reajuste e o fim do auxílio moradia, já que o Judiciário abriu espaço no orçamento de 2019 para a despesa. Fonte: Bahia.Ba

A Procuradoria-Geral da República (PGR) defendeu que três condenados pela explosão de uma fábrica clandestina de fogos de artifício em Santo Antônio de Jesus, que matou 64 pessoas em 1998, comecem a cumprir pena. Desde que foram considerados culpados em julgamento em 2010, Osvaldo Prazeres Bastos e suas filhas Helenice Fróes Bastos Lyrio e Adriana Fróes Bastos aguardam o cumprimento da sentença em liberdade. Além deles, outros dois filhos dele, Mário Fróes Prazeres Bastos e Ana Cláudia Almeida Reis Bastos, foram condenados. Três réus foram absolvidos: Berenice Prazeres Bastos da Silva, também da família, e os ex-funcionários Elísio de Santana Brito e Raimundo da Conceição Alves.

Em júri popular realizado em outubro de 2010, Osvaldo, dono da fazenda onde a fábrica ficava sediada, foi condenado a nove anos de prisão, por ter na época mais de 70 anos, enquanto suas filhas pegaram, cada, 10 anos e seis meses de prisão. Desde então, a defesa tenta, sem sucesso, vários recursos na Justiça para tentar mudar a condenação. O último deles, em uma tentativa de levar o caso para julgamento no Supremo Tribunal Federal (STF), foi negado pelos ministros da Corte.

Foto: Max Haack/Agecom

Às vésperas de terminar mais um ano de administração à frente da Prefeitura de Salvador, ACM Neto afirmou, na manhã desta terça-feira (20), que pretende anunciar as mudanças no seu secretariado em dezembro. “Já comecei a fazer algumas conversas, já tem um desenho na cabeça de quais devem ser as mudanças, mas tenho que fazer algumas articulações. Pretendo anunciar no meado de dezembro”, disse ao bahia.ba, durante a entrega da Unidade de Saúde da Família (USF) de Vila Verde, no bairro de Mussurunga.

Foto: Reprodução/Instagram

Separada do empresário Thiago Magalhães, a cantora Anitta revelou que brigou com o ex-marido após a cerimônia de casamento que aconteceu na Amazônia, com a presença de um pajé. “Ele ficava rindo. Eu fiquei brava. Eu estava quase chorando e ele rindo. Foi uma droga”, disse a funkeira. Na época, a decisão de casar pegou de surpresa até os amigos do casal, já que aconteceu durante a gravação do clipe “It’s That For Me”, em parceria com o Dj Alesso. A união foi oficializada em um cartório civil, em novembro do ano passado, mas não durou nem um ano. A separação foi anunciada em setembro deste ano, para tristeza dos fãs. Em papo com o Uol, Anitta lembrou como o início do romance, com direito a pedido de namoro na casa do craque Neymar. Tudo começou quando viu Thiago na gravação do “Música Boa”, programa que apresentava no Multishow. “Terminou o programa, eu desci e vi aquele homem. Fiz o povo do meu programa arrumar o contato dele e ficava perguntando ‘quem é esse cara?’. Descobri que ele estava com um sócio meu e falei que ele [Thiago] tinha que ter meu número”, relembrou. Fonte: Bahia.Ba

Foto: Joyce N. Boghosian

Na última sexta (16), um juiz federal ordenou que a credencial fosse restituída por 14 dias, após a CNN levar o caso à Justiça. A empresa alegou que os direitos de Acosta previstos na primeira e na quinta emendas constitucionais (que tratam da liberdade de expressão e de imprensa e do abuso de poder por parte do estado, respectivamente) haviam sido violados com a sanção. A administração, contudo, ameaçou voltar atrás caso o jornalista não respeite as novas regras para coletivas de imprensa do Trump. Uma delas é fazer apenas uma pergunta —Acosta fez mais de uma no evento que serviu de pivô para a ação.  Trump havia afirmado na semana passada que novos regulamentos para orientar a conduta de repórteres seriam criados. "As pessoas vão ter que se comportar", afirmou na sexta. "Você não pode fazer três e quatro perguntas. Você não pode ficar de pé e não se sentar." A decisão, informada por meio de uma carta, representa uma mudança na posição da Casa Branca em relação ao caso. A secretária de imprensa do governo, Sarah Sanders, havia dito que, assim que o prazo de 14 dias se encerrasse, a credencial seria suspensa novamente. Isso levou a CNN a solicitar uma audiência de emergência a um juiz federal para que o prazo fosse estendido. Com a recuperação da credencial, a emissora retirou os processos contra Trump e seus assessores envolvidos no caso. Fonte: Bahia Notícias

Foto: Reprodução/Youtube

Presidente eleito, Jair Bolsonaro afirmou nesta segunda-feira (19) que “quem ferrou o Brasil foram os economistas” e que sua equipe econômica não terá direito de errar. A equipe está sendo montada pelo futuro ministro da Economia, Paulo Guedes. “Eles são parte importante do nosso plano de governo. Eles não podem errar, não têm o direito de errar”, disse Bolsonaro, em entrevista em frente à sua residência, no Rio. Ainda nesta segunda o capitão reformado do Exército confirmou a indicação do economista Roberto Castello Branco para a comandar Petrobras em seu governo. O atual presidente, Ivan Monteiro, pode ser convidado para presidir o Banco do Brasil, onde iniciou sua carreira. Da equipe econômica, já foi definido também o nome dos presidentes do Banco Central, Roberto Campos Neto, e do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), Joaquim Levy. O secretário do Tesouro Nacional, Mansueto de Almeida, foi convidado a permanecer no cargo. Economia – Segundo informações da Folha, Bolsonaro afirmou ainda que Guedes escolhe os nomes e o presidente eleito “avaliza embaixo”. “Eles não podem voltar atrás, [se] tomar decisão fica complicado voltar atrás, porque o mercado vê como sinal negativo”, afirmou. Questionado sobre a política de preços da gasolina, disse que tem conversado com a equipe econômica sobre o tema, mas que parte da solução depende dos governos estaduais, já que o ICMS é parte importante do preço final do combustível. “Vocês sabem que eu não sou economista. E quem ferrou o Brasil foram os economistas, tá certo? Mas eu tenho bom senso e sei o que o povo quer na ponta da linha”, afirmou. “Sem canetaços, sem a mão grande por parte do governo, querem um combustível mais barato, um gás cozinha mais barato. Mas grande parte depende dos governadores dos estados, que botam o ICMS lá em cima”, concluiu. Fonte: Bahia.Ba

Foto: Reprodução / Instagram

O cantor sertanejo Eduardo Costa, 38, pediu desculpas à apresentadora Fernanda Lima, 41, após tê-la chamado de imbecil em uma mensagem publicada em suas redes sociais. "Fui no calor da emoção e falei coisas que não penso, que não gosto de falar. Fui babaca, fui babacão mesmo", afirmou ele. A declaração do cantor foi feita no programa Fofocalizando (SBT) desta segunda-feira (19). "Me arrependo, fui infeliz nas palavras, quero até pedir desculpas pra Fernanda, pro marido dela, pros filhos dela, pros fãs dela. Fui infeliz nas minhas palavras ali. Não me arrependo do que falei, me arrependo da forma com que falei", afirmou. Costa, que declarou apoio ao presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), havia atacado a apresentadora após um discurso dela na abertura do programa Amor e Sexo (Globo): "Mais de 60 milhões de brasileiros e brasileiras votaram em Jair Bolsonaro e, agora, vem essa imbecil com esse discurso esquerdista", disse ele no Instagram. "Ela pode ter certeza de uma coisa, a mamata vai acabar, a corda sempre arrebenta pro lado mais fraco e o lado mais fraco hoje é o que ela está. Será que a senhora só faz programa para bandido, maconheiro, esquerdista derrotado, e projetos de artistas como ela? Bolsonaro não está sozinho, o povo está com ele", continuou o sertanejo. Na ocasião, a apresentadora falou da luta das mulheres pela libertação dos estereótipos. "Chamam de louca a mulher. A mulher que desafia as regras e não se conforma. Chamam de louca a mulher cheia de erotismo, de vida e de tesão. Se levarmos a fama, vamos, sim, deitar na cama. Vamos sabotar as engrenagens desse sistema de opressão". Após o ataque de Costa e de outros internautas, Fernanda bloqueou os comentários de seu perfil no Instagram e afirmou que a declaração havia sido feita em julho. Já o marido dela, Rodrigo Hilbert saiu em defesa da mulher e afirmou que "o amor que tenho por você é maior do que todo o ódio do mundo". Artistas como a cantora Elza Soares repostaram o vídeo de Fernanda com frases de apoio. "Todas nós em um só discurso", disse Elza. Muitas outras internautas agradeceram a fala: "Continue recebendo todo amor e se blinde contra o ódio gratuito de tanta gente que só tem isso a oferecer. Estamos todas juntas", escreveu uma internauta. O Fofocalizando já havia afirmado, na semana passada, que Costa chegou a ser "colocado na geladeira" pela Globo por conta dos ataques à apresentadora. Segundo o programa, ele gravou um episódio de Altas Horas (Globo), que acabou sendo adiado, assim como um do programa Conversa com Bial (Globo). Fonte: Folhapress

Foto: Arquivo BNews

O deputado eleito Wallison Torres, conhecido como TUM (PSC) anunciou apoio ao candidato pepista Nelson Leal (PP) na disputa pela presidência da Assembleia Legislativa da Bahia. Ao BNews, Tum justificou que o governador deixou os parlamentares livres para a escolherem os candidatos da base.  “Hoje o governador fez uma reunião com todos os deputados da base. Fui eleito pelo PSC mas minha base é do governador. Ele deixou livre para escolhermos o candidato dentro da base. Escolhi o que tinha mais afinidade e daqui a 20 dias terá outra reunião para vê quem tem mais força”, disse, nesta segunda-feira (19), o deputado de Casa Nova, que a partir de 2019 exerce o primeiro mandato no legislativo estadual. Fonte: Bocão News

O vereador Renan de Romualdo esteve reunido, na manhã desta segunda-feira (19), com representadores do Lar dos Idosos de Cruz das Almas, Bernardo Peixoto e Augusto Cesar. O encontro aconteceu para tratar sobre o recadastramento da Instituição como Utilidade Pública Municipal. Através das redes sociais, o presidente do Poder Legislativo demonstrou felicidade em poder ajudar a entidade. “Fico muito feliz em poder ajudar o Lar dos Idosos, pois sei do trabalho sério, digno e respeitoso que é desenvolvido pela Instituição e da importância que ela tem para os idosos que necessitam. Percebo que em nossa cidade existem muitas instituições comprometidas, e faltam a elas mais apoio, por isso, é fundamental que olhemos por elas, pois pelo trabalho que realizam merecem não só nosso apoio, mas também admiração e reverências.” Fonte: Forte na Notícia

Dando continuidade à programação do Novembro Negro, a prefeitura de Cruz das Almas realizou atividades durante este final de semana. Na tarde de domingo (18), na praça Senador Temístocles, aconteceu o movimento Samba Raiz, com diversos grupos de Samba de Roda e representantes de religiões de matriz africana. O Ponto de Cultura Nas Ondas da Cultura, que é uma iniciativa da rádio Santa Cruz FM, com o apoio do secretário Mário do Jornal e do vereador Thiago Chagas, levou o seu projeto de dança para o evento e chamou a atenção através de suas performances. Fonte: Forte na Notícia

Foto: Vagner Souza/BNews

O presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), disse neste domingo (18) que parte dos indícios de irregularidades questionados por técnicos do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) na prestação de contas de sua campanha foi fruto de falhas do próprio órgão. "Já foram todas rebatidas [as inconsistências listadas pelo tribunal]. Tem algumas que foram falhas do próprio TSE e já foram apresentadas as razões de defesa para isso aí. Eu tenho certeza de que não vai ter nenhum problema, não. É a campanha mais pobre da história do Brasil", afirmou ele. Bolsonaro declarou ter arrecadado R$ 4,4 milhões e gastado R$ 2,5 milhões -ante R$ 35,4 milhões arrecadados e R$ 37,5 milhões gastos pelo seu concorrente Fernando Haddad (PT). Na última segunda (12), a área técnica do tribunal concluiu a análise preliminar da prestação de contas da campanha de Bolsonaro e apontou 17 sinais de irregularidade na documentação entregue por sua equipe -o equivalente a 38% das receitas e 12% das despesas declaradas. Também indicou outras seis inconsistências. Indícios de irregularidade são suspeitas de descumprimento da legislação eleitoral. Já as inconsistências englobam problemas de menor potencial de gravidade, não necessariamente ilegalidades. O ministro-relator, Luís Roberto Barroso, deu então um prazo de três dias para que o presidente eleito apresentasse esclarecimentos sobre os pontos questionados, o que foi feito pela sua advogada Karina Kufa nesta sexta (16). Agora, os técnicos do TSE farão nova análise das informações e apresentarão um relatório final, que será submetido ao plenário do TSE (sugerindo reprovação, aprovação ou aprovação com ressalvas). As contas de Bolsonaro têm que ser julgadas até a data de sua diplomação, em 10 de dezembro. Uma eventual rejeição, porém, não o impede de ser diplomado nem de tomar posse em janeiro. Nesse caso, os documentos são encaminhados ao Ministério Público Eleitoral para que o órgão avalie a possibilidade de investigação. Bolsonaro deu a declaração sobre o TSE neste domingo à imprensa, ao visitar a competição mundial de jiu-jitsu Abu Dhabi Grand Slam, no Parque Olímpico da Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio. Ao ser questionado sobre a "luta" na política, também fez um afago aos congressistas. "Nós iremos nos aproximar, e muito, do parlamento brasileiro. Nesta semana continuam mais visitas protocolares a instituições para demonstrar não só a nossa humildade, como a nossa vontade de governar juntos o Brasil", afirmou. Ele ficará em Brasília de terça (20) até quinta (22). Na sexta (23) vai para São Paulo para uma consulta pré-operatória e, no sábado (24), participará de evento militar da Brigada de Infantaria Paraquedista no Rio. INDÍCIOS:  Entre os problemas apontados pelo TSE no relatório preliminar estão falhas na documentação de empresas que prestaram serviços para a campanha, omissão de gastos na declaração parcial de setembro e arrecadação de doações pela internet por empresa não autorizada. As 32 páginas do documento também citam o recebimento de recursos de origem não identificada ou vedada pela legislação, o uso de serviços de advocacia não declarados e divergências entre os dados de doadores e os constantes da base de dados da Receita Federal. Sobre as doações vindas de pessoas vedadas pela legislação, com valor total de R$ 5.200 sob suspeita, a advogada Karina Kufa respondeu ao tribunal que foram "mais de 24.896 doações por meio de financiamento coletivo, o que torna esse tipo de pesquisa cadastral muito difícil de ser realizada." Ela destacou que as empresas privadas que prestam serviços de análise cadastral "não têm informações a esse respeito de permissões públicas, tornando muito difícil a apuração desse tipo de fonte vedada, a qual depende, única e fundamentalmente, da declaração do doador", afirmou. Sobre a contratação sem declarações de seis advogados e três escritórios, ela disse que apenas dois funcionários trabalharam na campanha eleitoral como consultores jurídicos. Os outros, segundo ela, atuaram na defesa de interesses de candidato ou de partido político em processos judiciais, por isso não caracterizam gastos eleitorais. Reportagens da Folha de S.Paulo mostraram, antes do resultado da eleição, que a campanha de Bolsonaro havia omitido uma série de informações na prestação de contas parcial que todos os candidatos têm que apresentar na primeira quinzena de setembro. O mesmo problema foi apontado pelos técnicos do TSE na análise. Fonte: Bocão News

Foto: Reprodução

Um carro modelo VW/Gol de placa CQV-0625, capotou em uma estrada vicinal, no Povoado da Pindobeira, zona rural de Muritiba, na tarde deste domingo (18/11). O condutor do veículo de prenome Missinho, morador da comunidade onde ocorreu o acidente, morreu no local. Ainda segundo informações, o motorista teve o corpo projetado para fora do carro depois de cair em um barranco que fica as margens da estrada. Uma equipe do SAMU atendeu a ocorrência, mas o rapaz já estava morto. Após a confirmação do óbito, o corpo seguiu para o IML de Santo Antônio de Jesus.Fonte: Bocão News

Foto: Divulgação

Um telefonema da deputada eleita Bia Kicis (PRP-DF) para Jair Bolsonaro (PSL) na semana passada derrubou a indicação da socióloga Maria Helena Guimarães de Castro ao Ministério da Educação. Pessoas que presenciaram a ligação ao lado do presidente eleito afirmam que, de início, ele não queria desistir de uma nomeação chancelada pelo general Augusto Heleno, homem de sua confiança e futuro ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI). O general queria sua amiga Maria Helena no cargo pela experiência acumulada por ela no comando do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (INEP) do MEC durante a gestão FHC. Mas não foi suficiente. Bastou Kicis dizer que Maria Helena criou o Enem e lecionou na Unicamp, segundo Kicis um reduto alinhado ao pensamento de esquerda e com quadros nas gestões petistas, que a educadora logo perdeu a vez. Ex-procuradora do Distrito Federal, Kicis faz dupla com a também deputada eleita Joice Hasselmann (PSL-SP) em busca de protagonismo e influência no novo governo: ambas são conselheiras de Bolsonaro e tentam demonstrar poder, mesmo sem cargos formais na transição. No núcleo mais próximo ao presidente eleito, há quem diga que elas mais aparentam desfrutar de algum prestígio do que efetivamente terão a partir de janeiro.  Em uma equipe com pouca experiência política, as novas deputadas se apressam a ocupar espaço e têm se movimentado com desenvoltura até aqui. Kicis e Halssemann podem se tornar ministras —e não escondem gostar da ideia—, mas, publicamente, dizem ter preferência em ser combatentes no Congresso, exercendo o mandato como espécie de missão em defesa do governo. "Claro que isso depende de votação, mas minha ideia é presidir a CCJ [Comissão de Constituição e Justiça]. Agora, ninguém recusa uma convocação do presidente da República [para um ministério]", disse Kicis à reportagem. Aos 57 anos, a advogada se aproximou de Bolsonaro como presidente do Instituto Resgata Brasil, que militou no Congresso em defesa de pautas como o voto impresso e a Escola sem Partido. Foi ela quem costurou os contatos iniciais que levaram ao casamento entre Bolsonaro e seu guru, o economista Paulo Guedes, e esteve presente quando os dois se viram pela primeira vez, em 2017, no Rio. Desde então, tem sido uma das mais presentes conselheiras do presidente eleito, especialmente na indicação para cargos. "Eu falo o que acho mas, no final, a decisão é dele [Bolsonaro]", disse. Kicis também compartilha de algumas ideias de Guedes para a economia. Defende, por exemplo, o fortalecimento de estados e municípios sem medo de sofrer resistência do funcionalismo público federal, setor que, segundo ela, ajudou em sua eleição —obteve 86,4 mil votos. Nas disputas no Congresso, quer que a presidência da Câmara fique com um alguém que represente o "novo", mas que não seja "novato". Já disse que não gostaria de ver Rodrigo Maia (DEM-RJ) reeleito ao comando da Casa e aposta em nomes como o do pastor João Campos (PRB-GO) e de Paulo Eduardo Martins (PSC-PR) para o posto. No Senado, diante do favoritismo de Renan Calheiros (MDB-AL) para presidir a Casa, Kicis diz acreditar em uma reviravolta. "Viemos ao poder porque o povo quer mudança. Maia na Câmara e Renan no Senado é mais do mesmo". Hasselmann, por sua vez, é mais pragmática e tem articulado por Maia. Na quinta-feira (8), por exemplo, esteve com o presidente da Câmara para discutir a sucessão na Casa —função que seria de Onyx Lorenzoni, futuro ministro da Casa Civil e chefe da transição. Garantiu que ajudaria o democrata a vencer resistências dentro do PSL e que levaria o presidente do partido, Luciano Bivar, para uma visita à residência oficial na próxima semana. Deixou boa impressão. A jornalista de 40 anos teve cerca de 1 milhão de votos e já disse a pessoas próximas que não vê Maia como o candidato ideal. "É preciso cara limpa, experiência e votos para comandar a Câmara", afirma. Mas a disposição de Maia —que teve pouco mais de 70 mil votos— de fazer avançar a agenda liberal de Bolsonaro na economia e sua capacidade de diálogo, inclusive com partidos da oposição, fez com que ele ganhasse pontos com Halssemann. O presidente eleito, por sua vez, sinalizou que não quer interferir nas disputas pelo comando da Câmara e do Senado, mas tem preferência por outros nomes antes de Maia. Na formação da nova Esplanada, Halssemann também tenta mostrar alguma ingerência. Foi ela, por exemplo, quem apresentou Viviane Senna a Bolsonaro, ainda durante a campanha eleitoral, com a ideia de cacifá-la para a Educação. Nesta semana, Viviane esteve em Brasília com o presidente eleito, mas nenhum anúncio oficial foi feito. A deputada eleita pelo PSL tem investido também na relação com a futura primeira-dama, Michelle. Prepara com ela o que auxiliares têm chamado de "surpresa" para a posse de Bolsonaro, em 1º de janeiro. Sem constrangimento, transita entre as funções de mestre de cerimônia e coordenadora da agenda de Bolsonaro. Há duas semanas, postada na antessala do gabinete de transição, tentou que o pastor Laurindo Shalom fosse recebido pelo presidente eleito. Ele queria convidar Bolsonaro para um evento em homenagem a Nelson Mandela, na África do Sul, mas passou quase uma hora na espera, distribuindo "shalom, shalom" para quem, diferentemente dele, tinha hora marcada com o capitão reformado. Não foi recebido e a bênção completa foi derramada apenas sobre Halssemann —e em hebraico—, como se fosse uma recompensa pela companhia da qual a deputada não deixa ninguém escapar. Fonte: Bahia Notícias

Foto : Divulgação/Ocean Infinity

A Marinha da Argentina tornou públicas hoje (18) as primeiras imagens do submarino ARA San Juan, que estava desaparecido há um ano e um dia, encontrado na madrugada de ontem (17). Um vídeo também mostra o no momento em que profissionais da empresa Ocean Infinity o localizaram. Nas imagens é possível ver quando a equipe que operava um dos veículos que fazia as buscas vê o ARA San Juan pela primeira vez em uma região de cânions (espécie de rios submarinos), a 907 metros de profundidade, e a 600 km da cidade de Comodoro Rivadavia. O submarino argentino, desaparecido no dia 15 de novembro de 2017 com 44 tripulantes, foi localizado a 800 metros da Península de Valdés, na Patagônia, cerca de 600km da cidade de Comodoro Rivadavia. O local era onde funcionava o centro de operações da empresa norte-americana Ocean Infinity, responsável pelas buscas do submarino, e é o mesmo onde há um ano foi identificada uma "anomalia hidroacústica" semelhante a uma explosão.  Segundo a Marinha argentina , a descoberta foi possível graças ao submarino controlado remotamente pelo navio norte-americano. Fonte: Metro 1

Foto: Getty Images

Se os últimos meses de Cardi B, 26, estavam sendo meio conturbados, com a rapper envolvendo-se em confusões dentro de um clube de striptease e em uma briga com Nicki Minaj, na seara musical, pelo menos, as coisas nunca andaram tão bem. Isso porque "Invasion of Privacy", o álbum de estreia da ex-dançarina, foi eleito pela prestigiosa revista Time como o melhor do ano de 2018. Na seleção deste ano, a publicação privilegiou cantoras jovens, dando o segundo lugar para a americana Janelle Monáe, 32, e seu "Dirty Computer", e para a japonesa Mitski, 28, que lançou "Be The Cowboy". O homem melhor colocado, o também jovem Shawn Mendes, 20, chegou em quarto lugar, com seu disco homônimo, seguido de perto pelo colombiano J Balvin, 33, que fez parcerias recentes com a brasileira Anitta.  A lista de vencedores ainda inclui, na ordem, a sueca Robyn, 39, o sul-africano Troye Sivan, 23, a cantora country americana Kacey Musgraves, 30, a banda de rock inglesa The 1975 e a cantora pop de origem cubana Camila Cabello. Fonte: Folhapress

Foto: Instagram

Na reta final da gravidez, Isis Valverde separou um tempo para postar uma mensagem positiva nas redes sociais. “Uma vez me perguntaram: Por que você trata bem até aqueles que não gostam de você e são falsos? A resposta foi simples e direta: o mal não está em mim!”, compartilhou a atriz. Isis não esconde a ansiedade pela hora do parto. No início do mês, ela publicou uma foto em que exibe o barrigão e falou sobre a vontade de ter o bebê logo no colo. “Quando esperar por você é a coisa mais importante agora. Te amo, meu filho, vem para os meus braços”, escreveu ela sobre o herdeiro, que se chamará Rael. Fonte: Voz da Bahia

Foto: Reuters / Imagem ilustrativa

O narcotraficante brasileiro Marcelo Pinheiro Veiga, o Marcelo Piloto, é suspeito de ter assassinado uma jovem mulher que o teria visitado, neste sábado (17), no grupamento especializado da Polícia Nacional, onde está preso, em Assunção, no Paraguai. Conforme o jornal local ABC Color, o crime seria "uma medida extrema para evitar sua extradição para o Brasil". Ele é integrante da facção Comando Vermelho (CV), do Rio. A Justiça do Rio condenou Piloto a uma pena de 26 anos de prisão. No Paraguai, ele está preso por homicídio e falsificação de documentos, mas foi aberto um processo para sua extradição, atendendo a pedido da justiça brasileira. Conforme a imprensa paraguaia, o brasileiro teria usado uma faca de sobremesa para golpear seguidamente a jovem Lidia Meza Burgos, de 18 anos, que fora visitá-lo neste sábado. A vítima é da cidade de General Resquín, no departamento de San Pedro. O assassinato da mulher foi confirmado pelo chefe do grupamento, Germán Real Medina. Após ouvir gritos, os agentes foram ao local e encontraram a mulher ensanguentada. A vítima chegou a ser levada para o Hospital de Barrio Obrero, em Assunção, mas não resistiu. O corpo passou por perícia e foi levado ao necrotério oficial. De acordo com a imprensa paraguaia, o assassinato seria uma "estratégia macabra e desesperada" do narcotraficante para barrar sua extradição para o Brasil, já que todas os recursos judiciais foram esgotados sem sucesso. Nesta sexta-feira, 16, a Justiça havia negado pedido da noiva de 'Piloto', Marisa de Souza Penna, também reclusa em estabelecimento penal, que pretendia casar-se com ele na prisão. O casamento com uma paraguaia poderia dificultar a extradição. Antes 'Piloto' havia dado uma entrevista denunciando o pagamento de propinas a autoridades policiais paraguaias em troca de proteção. A advogada dele, a argentina Laura Marcela Casuso, que organizou a coletiva, foi assassinada a tiros, na segunda-feira, 12, em Pedro Juan Caballero, na fronteira com o Brasil. As autoridades paraguaias também divulgaram neste mês um vídeo em que o CV ameaça matar a procuradora-geral do Paraguai, Sandra Quiñonez, em represália à ação dela pela extradição de Marcelo Piloto. Se confirmada a autoria do assassinato, Piloto terá de responder ao inquérito, dificultando a extradição. Fonte: Notícias ao Minuto

Foto: Divulgação

O Tribunal Regional Federal da 1ª Região determinou que a mineradora Vale pague indenização superior a R$ 100 milhões às comunidades indígenas xikrin e kayapó, ambas do sul do Pará, por danos ambientais e à saúde. A companhia também foi proibida de seguir com atividades de mineração de ferro-níquel da unidade Onça Puma. Em nota divulgada hoje (16), o Ministério Público Federal informou que a paralisação da exploração mineral deverá ocorrer até a Vale cumprir as obrigações socioambientais, apresentando projetos mitigatórios e compensatórios que beneficie as comunidades prejudicadas pela empresa. A decisão decorre de ação civil pública proposta pelo MPF. O julgamento começou em agosto deste ano e terminou na última terça-feira (13). Foi determinado, por fim, pagamento de indenização mensal de um salário mínimo por indígena e, considerando que os valores são devidos desde 2015, a indenização total ultrapassa R$ 100 milhões, diz nota do MPF.  Fonte: Metro 1

Foto: Reprodução/TV Globo

O viaduto interditado na pista expressa da Marginal do Pinheiros, zona oeste de São Paulo, cedeu mais três milímetros entre a noite de sexta-feira (16) e a manhã de sábado (17), informou ao jornal o Estado de S. Paulo o secretário municipal de Infraestrutura e Obras, Vitor Aly. Segundo ele, a variação é normal e a situação segue estável, mas ainda há risco de desabar. “No período da noite, em função da mudança de temperatura, e como era esperado houve uma movimentação na estrutura. Temos agora um centímetro acumulado do lado direito e 1,2 cm do lado esquerdo”, disse Aly. Segundo ele, todas as medidas estão sendo realizadas para escorar o viaduto. “Estamos trabalhando com 75 funcionários no local. O trabalho tem de ser ponderado porque ainda temos algum risco e a estrutura está doente.” A expectativa é, em breve, usar macacos hidráulicos para escorar a estrutura. O local está interditado por tempo indeterminado. Houve interrupção de funcionamento de um trecho da Linha 9-Esmeralda da CPTM e suspensão do rodízio entre a Avenida dos Bandeirantes, na zona sul, e a Pontes dos Remédios, zona oeste, após o feriado prolongado. Fonte: Bahia.Ba

Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

presidente eleito Jair Bolsonaro passará três dias da próxima semana em Brasília. Na agenda de compromissos, conversas com a procuradora-geral da República, Raquel Dogde e visita ao Tribunal de Contas da União (TCU), além de reuniões no gabinete de transição. Está prevista também a participação de Bolsonaro no fórum de governadores do Nordeste. O presidente eleito deverá ficar de terça-feira (20) a quinta-feira (22) na capital federal. Bolsonaro deverá desembarcar em Brasília na manhã de terça-feira (20) e se reunir logo cedo com o ministro da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU), Wagner Rosário. Inicialmente, o presidente eleito anunciou que parte da CGU poderá ser absorvida pelo Ministério da Justiça. A definição está em aberto.  Também para a terça-feira estão previstas reuniões com o ministro extraordinário da transição, Onyx Lorenzoni, e representantes da Associação das Santas Casas do Brasil, no Centro Cultural do Banco do Brasil (CCBB). As reuniões com o presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), ministro Raimundo Carreiro, e a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, estão previstas para a tarde de terça-feira. Na quarta-feira (21), Bolsonaro deverá se reunir com os governadores eleitos e reeleitos do Nordeste. Na semana passada, o governador do Piauí, Wellington Dias, confirmou o encontro, uma vez que, entre os governadores da região, ele foi o único que pôde comparecer ao encontro de governadores eleitos promovido em Brasília pelos futuros governadores de São Paulo, João Doria, e do Distrito Federal, Ibaneis Rocha.   Há ainda a possibilidade. não confirmada oficialmente, de o presidente eleito ir para São Paulo. Bolsonaro deverá ser submetido a uma bateria de exames, no Hospital Albert Einstein, para preparar a retirada da bolsa de colostomia. A cirurgia para remoção da bolsa está prevista para 12 de dezembro. Fonte: Bocão News

Foto: Divulgação/ Secom-PMS

Um homem de 31 anos foi morto durante uma tentativa de assalto a ônibus no Ogunjá, em Salvador, por volta da meia-noite deste sábado (17). Segundo o jornal Correio, o caso aconteceu nas proximidadesdo Conjunto Viver Melhor, no Engenho Velho de Brotas. Testemunhas relataram que o mecânico Edvaldo Liberato de Caravlho Junior estava em um ônibus coletivo que passava pelo Vale do Ogunjá, quando um desconhecido reagiu ao assalto atirando. A vítima foi atingida no braço, abdômen, dorso e perna direita. Ele foi levado para o Hospital Geral do Estado (HGE) por uma viatura da 26ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Brotas) ao Hospital Geral do Estado (HGE), mas já chegou à unidade sem vida. Ainda de acordo com a publicação, Edvaldo tinha passagem pela polícia por roubo (em 2008) e por posse de drogas, em 2013. Os criminosos fugiram. Fonte: Bahia Notícias

Foto: Divulgação

Quatro bandidos armados roubaram, no início da manhã de hoje (17), 36 celulares de clientes do Hiper Bompreço da Avenida Garibaldi, em Salvador. De acordo com o Correio, a Polícia Militar informou que a 41ª Companhia Independente da PM foi acionado pelo Centro Integrado de Comunicações para atender à denúncia do caso por volta das 7h30. Ao chegar no local, o quarteto já havia fugido em duas motocicletas. A equipe policial fez rondas na região, mas não identificou nenhum dos assaltantes. Fonte:  Forte na Notícia

Entrevistas
Organizadores do “Bloco As Muriquetes” falam sobre a expectativa deste evento que vem animando os muritibanos a cada ano
Mídia TV
VT - Moderna Gestão e Assessoria
Mural de Recados
Tarsila escreveu para Joseane
"Vdd eu tbm eu quero saber tbm de todas as notícias desses anos que esta acontecendo muitas coisas ai è bom saber das coisas primeiro..."
Joseane Bonfim escreveu para Anderson Bella
"Ola, tudo bem? Sou Joseane Bonfim e estou fazendo uma pesquisa sobre os blogs da região de SAJ, o Midia Reconcavo se encaixa na categoria de Blog?"
Podcast
Spot - Câmara de Cruz das Almas
Escute o Spot da Câmara de Vereadores de Cruz das Almas.