Eventos - Mídia Recôncavo

Warning: include(topo2.php) [function.include]: failed to open stream: No such file or directory in /home/midiareconcavo/www/entretenimento.php on line 84

Warning: include(topo2.php) [function.include]: failed to open stream: No such file or directory in /home/midiareconcavo/www/entretenimento.php on line 84

Warning: include() [function.include]: Failed opening 'topo2.php' for inclusion (include_path='.:/usr/local/lib/php') in /home/midiareconcavo/www/entretenimento.php on line 84
Enquete
Entre Aspas
Seja amor,seja muito amor. E se mesmo assim for difícil ser, Não precisa ser perfeito, Se não der pra ser amor, Que seja ao menos respeito. #CultiveORespeito
  Disse Desconhecido  
Entretenimento

 Thalles Roberto sumiu da mídia. Depois de se tornar o cantor gospel mais popular da história do país, ganhando prêmios, dando entrevistas em todas as emissoras de TV, participando de programas importantes e chegando onde nenhum evangélico havia chegado antes, a fama parece ter mexido com o ego do cantor, que se auto intitulou melhor do os outros colegas.

Depois de tanta fama e de ganhar muito dinheiro, foi muito difícil do cantor se manter com os pés no chão, e simplesmente ele mostrou uma face que ninguém esperava ver tão cedo.

Por consequência, Thalles Roberto amarga hoje uma carreira medíocre no Brasil, suas músicas sequer tocam nas rádios e nem nas igrejas.

Thalles Roberto está saindo novamente do país. Desde que voltou e pediu perdão, as coisas não andam bem e 70% de suas agendas são em países como; Colômbia, Argentina, México e Estados Unidos.

Não é que ele tenha se tornado “persona non grata” aqui, mas a carreira simplesmente não engata. até aparece um evento ou outro, mas está longe de ser aqueles 25 shows por mês a R$ 60 mil de cachê.

Segundo informações, o cantor recebeu uma proposta para ir morar nos EUA, e tocar sua carreira a por lá.

Fonte: Ba Cidades

Foto: Divulgação

Mal começa a subir, uma mulher já confessa: "Ai, meu Deus! Estou morrendo de medo", diz, segurando firmes as duas mãos no balcão. Não é a única. Entre as pessoas presentes, a expressão mais comum é de apreensão e nervosismo - pelo menos, no início do passeio. O bar, então, é içado por um guindaste até "estacionar" a 42 metros do chão, no meio do Parque Villa-Lobos, na zona oeste de São Paulo.

Feito com uma estrutura de aço, com o piso forrado por madeira e com uma tenda por cima, o "Bar nas Alturas" tem dez banquinhos ao redor do balcão central. Outras quatro pessoas também podem ir em pé, segundo a capacidade do equipamento. Durante o passeio inteiro, que dura cerca de 15 minutos, todos ficam presos a cintos de segurança.

O ingresso custa R$ 25 (crianças até 3 anos não pagam). "É show de bola! A sensação quando chega lá em cima é meio punk: é muito alto e venta bastante. Bate aquela coisa no começo, mas é bem seguro", diz o corretor de imóveis Paulo Santos, de 52 anos. "Escolheram um lugar estratégico do parque, então dá para ter uma vista bem legal."

Na fila, o casal Leandro Pagani, de 28 anos, e Giovana Gentil, de 29, tinham opiniões opostas. "Eu já tinha lido antes sobre o Dinner in The Sky (jantar a 50 metros de altura), que acontece em outros países. Então quando vi na internet que ia ter esse bar aqui, fiquei logo interessado", conta Pagani. "Mas eu não queria vir, não", completa a namorada, aos risos. "Só vim pelo companheirismo mesmo. Tenho medo de altura." Lá de cima, é possível ter uma visão panorâmica do parque: os bosques, os gramados, a criançada brincando no solo. É a hora preferida para sacar o celular e fazer uma selfie. "A gente tem um retrato da cidade. Desse lado dá para ver o paredão de prédios de Alto de Pinheiros. Do outro, a favela do Jaguaré", comenta Janaina Máximo, uma das coordenadoras do evento.

O bar também oferece um drink (sem álcool, porque no Villa-Lobos não pode), servido em copo plástico. Segundo a coordenadora, a altura do bar varia, por questões de segurança, com condições meteorológicas, velocidade do vento e até tipo de solo. "No sábado, por exemplo, ele subiu 30 metros", afirma Janaina. "O público tem de crianças de colo até senhorinhas. É para todo mundo."

"Mais do que um bar, é um mirante", diz o engenheiro Fábio Paschoal, proprietário do equipamento. "Antes, as pessoas só queriam ir ao shopping, ficar em um espaço fechado. A impressão que eu tenho é que esse tempo já passou", afirma. "Elas querem estar ao ar livre, então nossa ideia é oferecer um ambiente legal, para que se crie o hábito desse tipo de passeio."De mão dada com a namorada na saída, Leandro Pagani diz que a experiência nas alturas "correspondeu à expectativa". Animada, Giovana não deixa por menos. "É muito, muito mais tranquilo do que eu pensava. Foi ótimo."

 

Atrações

O "Bar nas Alturas" faz parte da programação do "Família no Parque", que começou no sábado e termina hoje no Villa-Lobos. Com um "complexo de entretenimento", o evento tem outras atrações, das 10 horas às 19 horas, incluindo food trucks e food bikes.Estacionado ao lado do bar, fica o "Caminhão de Eventos", com um palco montado em cima, onde se apresentam bandas e DJs. Lá, toca de rock a canções infantis. As músicas são reproduzidas em um equipamento de som que dá conta de até 8 mil pessoas.

Em uma das cabines do caminhão, há uma área de Realidade Virtual, com dois óculos disponíveis para o público. Em outra uma motocicleta é usada de cenário para as fotos de recordação. Como a moto está em frente a um plano verde, é possível escolher o fundo da imagem. Os serviços são gratuitos.

Para crianças a partir de 2 anos, brinquedos infláveis se concentram na "Área Kids". São escorregadores em formato de galo, baleia, camaleão - ao custo de R$ 5. "Tivemos a preocupação de trazer uma estrutura focada na família", diz Fábio de Francisco, um dos organizadores. "Hoje, é muito difícil competir com quantidade de atrativos que a criança já tem em casa. Seja um celular, um tablet... A ideia é conseguir trazer todos."

Uma das atrações preferidas é o bungee trampolim (R$ 12), em que o usuário, amarrado em elásticos, fica saltando em uma cama - também - elástica. Nela, o pequeno Gabriel Farias, de 2 anos, era só risadas. "Eu adorei o evento", diz a mãe, Karine Pereira, de 28 anos. "É muito importante conseguir tirar a criança do videogame e trazer para brincar na rua, como a gente fazia antigamente."

O Grupo Solidário estará realizando no próximo domingo, 19, a sua oitava edição da Cavalgada da Solidariedade, em Governador Mangabeira, no Recôncavo baiano. Esta etapa marca o retorno do Município ao Circuito Baiano de Cavalgadas, o que já não acontecia desde 2013. A organização é do Grupo Solidário que tem como Presidente Antídio Mota. A expectativa é para a realização de um grande evento, com a participação de grupos de cavalgadas de diversos municípios da Bahia. O Parque de Vaquejada Antonio Mota Sobrinho já está todo preparado para recepcionar os cavaleiros, amazonas e suas famílias com muita organização e carinho. A camisa será comercializada no local pelo valor de R$ 20 (vinte reais). Logo após o Cavalgada haverá grandes shows de artistas regionais e do romantismo de AMADO BASÍLIO.

 Café com Canela, de Glenda Nicácio e Ary Rosa é cinema de andar na rua de sandália, de visitar o amigo e tomar um café para jogar conversa fora. Mas, não é um café qualquer. Tem doce no amargo da vida.

No filme, temos muitos personagens e certa demora para entendermos de fato do que se trata a trama. Há uma preparação extensa, uma necessária imersão no dia-a-dia da comunidade de Cachoeira e São Félix, duas cidades do Recôncavo Baiano. Para quem não sabe, Cachoeira e São Félix são separadas pelo rio Paraguaçu. Uma ponte secular as liga.

Escutaremos anúncios fúnebres em carros de som, teremos churrascos, cerveja, “contação de causos”, “tiração de onda” e pirraça entre amigos que se gostam. A representação da baianidade típica aflora, sem nenhuma vergonha. Muito pelo contrário. “Borá acordar, cambada de Erê!!”, grita a personagem! “Enchendo o rabo de maniçoba?”, fala outro. Onde mais escutar isso? Os diálogos, os toques e músicas reafirmam o Recôncavo.

 

 

Foto: Reprodução / Salvador Notícias

 A partir da segunda-feira (13) estarão abertas as inscrições da Seleção Pública para contratação de serviços artísticos nos meses de Janeiro e Fevereiro do próximo ano e para os projetos Carnaval do Pelô e Carnaval Pipoca 2018. De acordo com a Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (Secult), o formulário de inscrição com apresentação de documentos está disponível no site. As propostas serão recebidas de 9h às 12h e 14h às 17h no Palácio Rio Branco - Centro. O prazo final para recebimento é até o dia 24 de novembro. Conhecido como mais diverso e democrático, o Carnaval do Pelô traz atrações musicais de vários estilos, podendo participar da seleção artistas e bandas de afro, reggae, arrocha, pop rock, afro pop, axé, antigos carnavais, samba, hip-hop e guitarra baiana. Além disso, bandas de sopro e percussão,  bandinhas de percussão, bandinha de corda e percussão, bandão e performances também são convocadas. Para participar da programação no palco principal do Largo do Pelourinho, estão sendo selecionados projetos compostos por três artistas diferentes. Na edição de 2016, Gilberto Gil, Caetano Veloso, Capinan, Bem Gil; Alexandre Leão, Claudia Cunha e Moreno Veloso; As Bahias e a Cozinha Mineira com Liniker e Tássia Reis se apresentaram sob o tema "50 Anos de Tropicalismo". A seleção para o Carnaval Pipoca é direcionada aos microtrios e nanotrios que agitam a folia dos circuitos Batatinha, Dodô e Osmar em desfiles sem cordas e mantém o espírito de acolhimento. Dentre os escolhidos em 2016 estavam Ivan Huol, Peu Meurray e Banda Marana.

 Os advogados do cantor Caetano Veloso entraram com uma ação na Justiça contra o escritor Flavio Azambuja Martins – mais conhecido como Flavio Morgenstern – depois que ele foi identificado como o autor e disseminador da hashtag #caetanopedofilo, caso que teve grande repercussão no último mês. Datado e registrado do último dia 3, o documento pede prioridade na tramitação processual por envolver um idoso (de 75 anos). A ação foi distribuída para a 14ª Vara Cível foi feita na última segunda-feira (6). A defesa de caetano pede que as publicações consideradas ofensivas sejam deletadas dos perfis de Morgenstern com urgência, com pena de R$ 5 mil em caso de descumprimento, além de uma indenização de R$ 200 mil por dano moral. O grande número de seguidores de Morgenstern nas redes sociais foi um dos argumentos utilizados pelos advogados de Caetano no documento. De acordo com eles, “o Réu foi o criador e o cabeça da campanha que difamou o Autor pela internet, num alcance inimaginável”. A defesa salientou ainda que Caetano “não ter interesse em participar de audiência de mediação e/ou conciliação com o Réu”.

Fonte:Metro1

 Motivo de briga dentro da casa de 'A Fazenda', o que rolou entre Ana Paula Minerato e Marcos Harter acabou sendo admitido pela própria após deixar o reality na noite desta quinta-feira (9). A ex-panicat foi eliminada ao disputar a permanência com Marcelo Ié Ié, com quem trabalhou no programa Pânico na Band. 

Fora do jogo, Ana decidiu confessar que fez sexo oral no médico, durante momento íntimo com o peão debaixo do edredom.  "A gente não transou, eu só fui lá embaixo. Eu não entendi aquilo tudo, foi muito desnecessário", disse em conversa com o amigo. Vale lembrar que, no confinamento, os dois brigaram depois de o médico revelar que os dois fizeram sexo e precisou pedir desculpas para a ex-peo

 

 

Foto: Reprodução / Instagram Wesley Safadão

Diante do mau tempo em Vitória da Conquista, na madrugada dessa quinta-feira (9), o avião do cantor Wesley Safadão precisou seguir para Ilhéus, a 276,9 km de distância. De lá, o músico cearense conta que levou cerca de quatro horas de carro para chegar a primeira cidade, onde faria um show. "Gente do céu! Graças a Deus chegamos aqui em Vitória da Conquista, hoje foi pesado pra chegar aqui. O tempo aqui não está muito bom, a gente não conseguiu pousar", contou Safadão aos seguidores do Instagram. O show só aconteceu às 5h da manhã, de acordo com os vídeos divulgados pelo músico na rede social.

 

Depois da apresentação, o forrozeiro voltou a comentar o imprevisto para agradecer a paciência do público, mas também para lamentar o ocorrido. "Vida boa, mas vida doida essa nossa. 'Cê' tentar pousar numa cidade, ficar sobrevoando a cidade, ficar rodando, rodando, tentar pousar, não conseguir, 'cê' sobe de novo... Vai pra uma outra cidade, tem que rodar mais quatro horas de carro, 'cê' vem acordado na tensão, saber que cê vai chegar atrasado, que a previsão é começar cinco horas da manhã... Não tenho dúvida que eu fiquei mais velho uns dois anos hoje com a tensão que foi", descreveu o cantor. Antes de Safadão, a cantora Marília Mendonça se apresentou para o público presente na Arena Miraflores.

 


Público esperou até às 5h para curtir o show do cantor | Foto: Reprodução / Instagram Stories Wesley Safadão

Foto: Reprodução

Afastado de suas funções pela Globo, o jornalista William Waack pediu "sinceras desculpas àqueles que se sentiram ultrajados" por ter dito que o barulho de uma buzina é "coisa de preto". Entretanto, segundo nota enviada pela Globo, "Waack afirma não se lembrar do que disse, já que o áudio não tem clareza."

No mesmo comunicado, a emissora afirma que a partir desta quinta (9), vai ser reunir com o jornalista para decidir como se desenrolarão os próximos passos. "A Globo é visceralmente contra o racismo em todas as suas formas e manifestações. Nenhuma circunstância pode servir de atenuante", afirma a emissora.

 

O CASO

No vídeo que circula na internet, o jornalista, então apresentador do "Jornal da Globo", aparece num estúdio em frente à Casa Branca, nos EUA, ao lado de Paulo Sotero, diretor do Brazil Institute, do Wilson Center.

"Tá buzinando por quê, seu merda do cacete? Não vou nem falar porque eu sei quem é", afirma Waack, irritado. Na sequência, ele olha para o convidado e diz, em tom baixo: "É preto. É coisa de preto."

 

Foto: Reprodução/Instagram

A atriz Bruna Marquezine passou um susto no fim de semana. A atriz deixou uma mala com itens pessoais dentro de um carro do Uber. Ao notar seu esquecimento, ela se desesperou e resolveu pedir ajuda aos seus seguidores no Instagram.

"Gente, eu nunca peço isso, mas eu vou pedir uma ajuda. Eu peguei um Uber e eu deixei a minha mala no Uber. Era um Honda Civic. Eu deixei uma mala com muitas coisas importantes lá dentro", disse ela, no vídeo, que foi apagado em seguida.

A assessoria do Uber confirmou para a revista "Quem" que "a mala já foi localizada e estamos intermediando a devolução à atriz".

 

Entrevistas
Jorge Rodrigues, organizador do pregão da Festa do Bonfim de Muritiba fala sobre suas experiências nesta celebração cultural
Mídia TV
VT - Moderna Gestão e Assessoria
Mural de Recados
Tarsila escreveu para Joseane
"Vdd eu tbm eu quero saber tbm de todas as notícias desses anos que esta acontecendo muitas coisas ai è bom saber das coisas primeiro..."
Joseane Bonfim escreveu para Anderson Bella
"Ola, tudo bem? Sou Joseane Bonfim e estou fazendo uma pesquisa sobre os blogs da região de SAJ, o Midia Reconcavo se encaixa na categoria de Blog?"
Podcast
Spot - Câmara de Cruz das Almas
Escute o Spot da Câmara de Vereadores de Cruz das Almas.