Educação e Cultura - Mídia Recôncavo
Recôncavo, Domingo , 05 de Julho de 2020
Enquete
Entre Aspas
Seja amor,seja muito amor. E se mesmo assim for difícil ser, Não precisa ser perfeito, Se não der pra ser amor, Que seja ao menos respeito. #CultiveORespeito
  Disse Desconhecido  
Educação e Cultura
Foto: Divulgação

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgou no último dia 23, os Relatórios de Estudantes em Situação Regular junto ao Enade 2019. A previsão em edital, para divulgação da lista, era 2 de janeiro de 2020.

Os estudantes dos cursos de Agronomia, Enfermagem, Engenharia Civil, Engenharia da Computação, Engenharia Elétrica, Engenharia Florestal, Engenharia Mecânica, Medicina Veterinária, Nutrição e Zootecnia ministrados pela Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) inscritos pelos coordenadores dos cursos e que participaram da prova, poderão estar aptos a colar grau ainda em 2019.

O Inep também antecipou o período para justificar a ausência no exame: De 24 de dezembro de 2019 a 05 de fevereiro de 2020, os estudantes inscritos na condição de concluintes que não compareceram a prova por ocorrências previstas no Edital devem fazer a solicitação de dispensa via Sistema Enade.

Os estudantes que realizaram a prova ou aqueles que tiveram seus pedidos de dispensa deferidos só têm a garantia de regularidade se tiverem preenchido o Questionário do Estudante no período estabelecido em edital. É preciso ter cumprido os demais requisitos de integração curricular para ter aptidão a colar grau.

As demais situações deverão ser tratadas individualmente junto aos Coordenadores de Curso para posterior análise pelo Inep. O concluinte que permanecer em situação de irregularidade não estará apto a colar grau, até que ocorra regularização pelo Inep na edição subsequente do exame.

ENADE

O Enade é componente curricular obrigatório das matrizes dos cursos e, por isso, a participação nas provas e o preenchimento do Questionário do Estudante são imprescindíveis para a obtenção do diploma de graduação.

Com informações da Assessoria de Comunicação Social do Inep.

 

Fonte: UFRB

Foto: Divulgação

As inscrições para o primeiro semestre de 2020 dos processos seletivos do Fies e do P-Fies começam no dia 5 de fevereiro e vão até as 23 horas e 59 minutos do dia 12 de fevereiro. As informações são da Agência Brasil.O calendário foi publicado no Diário Oficial da União na última terça-feira (24). Os interessados devem acessar o portal do programa (http://sisfiesportal.mec.gov.br/).

Com o objetivo de conceder financiamento a estudantes em cursos superiores pagos, o programa é dividido em duas modalidades. Na primeira, o fundo oferta vagas com juros zero para os estudantes que tiverem uma renda per capita mensal familiar de até três salários mínimos.

Já a segunda, chamada P-Fies, é direcionada a estudantes com renda per capita mensal familiar de até cinco salários mínimos. Nesse caso, os recursos são de bancos privados ou fundos constitucionais e de desenvolvimento.

O cronograma completo do Fies:

- Inscrições: 5 de fevereiro até as 23 horas e 59 minutos do dia 12 de fevereiro;

- Divulgação dos resultados: 26 de fevereiro;

- Complementação da inscrição dos pré-selecionados na modalidade Fies: 27 de fevereiro até as 23 horas e 59 minutos do dia 2 de março;

- Pré-seleção em lista de espera: 28 de fevereiro até as 23 horas e 59 minutos do dia 31 de março.

 

Fonte: Bahia Notícias

Foto: Divulgação

A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), por meio do Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas (CETEC), divulga que estão abertas as inscrições no Programa de Aperfeiçoamento para Professores de Matemática do Ensino Médio – PAPMEM 2020.1. Ao todo, são ofertadas 60 vagas para professores de Matemática dos ensinos Fundamental e Médio. As inscrições estão abertas até o dia 11 de janeiro, por meio de formulário disponibilizado online.

O PAPMEM consiste em treinamento gratuito para professores de matemática de todo o Brasil e é oferecido há mais de 20 anos pelo Instituto de Matemática Pura e Aplicada (IMPA) e em instituições parceiras de todo o país. O programa é realizado em módulos independentes, que abordam tópicos selecionados das três séries do Ensino Médio e alguns tópicos do Ensino Fundamental. Em cada módulo, as atividades ocorrem durante os recessos escolares, em janeiro e julho.

No primeiro semestre de 2020, o curso será realizado no período de 27 a 31 de janeiro, com carga horária total de 40 horas. Cada um dos módulos do programa será realizado simultaneamente no IMPA e na UFRB, por meio de transmissão ao vivo, via internet, sob coordenação local da professora Julianna Pinele. Os professores participantes poderão enviar suas perguntas durante a realização das aulas, utilizando um programa de “chat”. As atividades ocorrerão das 09 às 17 horas e serão divididas entre aulas expositivas (período da manhã) e trabalhos em grupo (período da tarde).

Os participantes frequentes recebem um certificado de Curso de Atualização emitido pela Pró-Reitoria de Extensão da UFRB. A frequência mínima para a obtenção do certificado é de 80% carga horária total do curso. Os interessados devem preencher a ficha de inscrição e anexar cópias do RG e do CPF. A lista dos candidatos selecionados será divulgada até o dia 13 de janeiro, no mesmo site da inscrição. Os selecionados também receberão um e-mail comunicando sua seleção e deverão confirmar sua participação até ás 17 horas do dia 17 de janeiro. Após esta data podem ser chamados os candidatos excedentes.

 

Fonte: UFRB

Foto: Divulgação

A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) vai disponibilizar 1.420 vagas na edição 2020.1 do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), sendo 636 vagas de ampla concorrência e 784 vagas reservadas a cotistas. As vagas são para 40 cursos de graduação ofertados nos campi de Amargosa, Cachoeira, Cruz das Almas, Feira de Santana, Santo Amaro e Santo Antônio de Jesus.

As inscrições estarão abertas no período de 21 a 24 de janeiro de 2020. Todo o processo é feito exclusivamente pela internet, por meio do site do Sisu, e o candidato precisa ter em mãos o número de inscrição e a senha de cadastro no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019. Para concorrer, é indispensável que os candidatos tenham participado da edição 2019 do Enem e que tenham obtido nota acima de zero na prova de redação e demais áreas de conhecimento.

Os candidatos poderão se inscrever no Sisu em até duas opções de vaga, especificando, em ordem de preferência, as suas opções na instituição de educação superior participante, com local de oferta, curso e turno, e a modalidade de concorrência. É possível alterar estas opções durante todo o período de inscrição e será considerada válida a última alteração confirmada. A seleção será constituída de chamada regular única e o resultado será divulgado em 28 de janeiro.

Mudança nos cursos de Exatas – A partir desta edição, os cursos ofertados pelo Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas da UFRB terão entrada pelo Sisu. No entanto, os ingressantes deverão obrigatoriamente cursar o Bacharelado em Ciências Exatas e Tecnológicas (BCET) como primeiro ciclo de formação e terão vaga garantida no curso do segundo ciclo escolhido no Sisu.

Já para aqueles que optarem pelo BCET no Sisu não é assegurada vaga nos cursos do segundo ciclo. Os concluintes deverão concorrer às terminalidades por meio de processo seletivo próprio organizado pela universidade.

Reserva de vagas e matrícula – Os candidatos que optarem em concorrer às vagas reservadas aos cotistas deverão obrigatoriamente atender aos requisitos especificados em cada modalidade. Em período a ser divulgado junto com o resultado da chamada regular do Sisu, os convocados pela UFRB deverão comparecer pessoalmente ao campus de Cruz das Almas para aferição da modalidade de reserva de vaga.

A pré-matrícula acontece no período de 29 de janeiro a 04 de fevereiro, no campus de Cruz das Almas. Já a confirmação de matrícula é feita no Núcleo de Gestão Técnico Acadêmico do Centro de Ensino de ingresso, entre os dias 26 de fevereiro e 02 de março.

Lista de espera – As vagas eventualmente remanescentes do Sisu 2020.1, após a chamada regular, serão preenchidas, prioritariamente, pelos candidatos que constarem na Lista de Espera. Para participar, os interessados devem confirmar no site do Sisu o seu interesse pela vaga, no período de 29 de janeiro a 04 de fevereiro.

O candidato poderá manifestar interesse em apenas um dos cursos para o qual optou por concorrer nesta edição do Sisu. Não poderá participar da Lista de Espera quem já foi convocado em uma das opções dos cursos escolhidos na chamada regular, independente de ter ou não realizado sua matrícula na instituição.

Os cursos não ofertados pela UFRB no Sisu 2020.1 vão oferecer vagas no segundo semestre. O início das aulas está previsto para o dia 02 de março, de acordo com o Calendário Acadêmico.

 

Fonte: UFRB

Foto: Marcello Casal Jr/ Agência Brasil

O Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) passará a exigir nota mínima de 400 pontos na redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Esta foi uma das mudanças aprovadas pelo Comitê Gestor do Fies. Além disso, a partir de 2021, o programa poderá ter uma redução na oferta de vagas financiadas pelo governo federal.

Até então, não havia a exigência de uma nota mínima na redação do Enem, era necessário apenas não ter zerado a prova, mesmo critério usado para seleção de estudantes para o Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que oferta vagas em universidades públicas, e para o Programa Universidade para Todos (ProUni), que oferece bolsas de estudo em instituições particulares de ensino superior.

Agora, além da nota mínima na redação, continua valendo a regra de nota média mínima de 450 pontos nas provas objetivas do Enem. Ficou também mais difícil mudar de curso dentro da instituição de ensino. Agora, para serem transferidos, os estudantes beneficiados pelo Fies precisam ter resultado igual ou superior à nota de corte do curso de destino desejado.

De acordo com o Ministério da Educação (MEC), as mudanças foram feitas para garantir “a meritocracia como base para formar profissionais ainda mais qualificados”.

Redução de vagas

O comitê gestor aprovou também a possibilidade de redução das vagas mantidas pelo governo federal, ofertadas aos estudantes em condições socioeconômicas mais vulneráveis. As vagas poderão passar de 100 mil em 2020 para 54 mil em 2021 e 2022, caso não haja alteração nos parâmetros econômicos atuais. Segundo a pasta da Educação, os valores serão revistos a cada ano, “podendo voltar a 100 mil vagas caso haja alteração nessas variáveis ou aportes do MEC”.

Por outro lado, o comitê flexibilizou as regras do P-Fies, modalidade mantida por fundos constitucionais e de desenvolvimento e por bancos privados. Agora, para contratar essa modalidade, não será mais preciso ter feito o Enem e não há mais limite de renda. Além disso, será possível contratar esse financiamento durante todo o ano e não mais apenas nos processos seletivos do Fies.

O Fies oferece financiamento a estudantes de baixa renda em instituições particulares de ensino, a juros mais baixos que os de mercado. O programa, que chegou a firmar, em 2014 mais de 732 mil contratos, sofreu uma série de mudanças e enxugamentos. O programa foi dividido, em 2018 em Fies juro zero e P-Fies.

O Fies juro zero, financiado pelo governo federal, é voltado para alunos cuja renda familiar bruta mensal por pessoa não ultrapasse três salários mínimos. Já o P-Fies, que deixa de ter limitações, era voltado para estudantes cuja renda familiar bruta mensal por pessoa não excedesse cinco salários mínimos.

Inadimplência

Um dos principais motivos para as mudanças feitas nas regras do Fies, de acordo com gestões anteriores do MEC, é a alta inadimplência do programa, ou seja, estudantes que contratam o financiamento e não quitam as dívidas. O percentual de inadimplência registrado pelo programa chegou a atingir 50,1% de acordo com dados do MEC. Em 2016, o ônus fiscal do Fies foi de R$ 32 bilhões, valor 15 vezes superior ao custo apresentado em 2011.

O comitê gestor aprovou agora a possibilidade de cobrança judicial dos valores devidos. A judicialização poderá ser feita no caso dos contratos firmados até o segundo semestre de 2017 com dívida mínima de R$ 10 mil. O ajuizamento deverá ser feito após 360 dias de inadimplência na fase de amortização, ou seja, do pagamento em parcelas dos débitos.

Hoje, segundo a pasta, a cobrança de quaisquer valores é feita no âmbito administrativo. Pela resolução aprovada pelo comitê, só continua a se enquadrar nesse campo quem deve menos de R$ 10 mil. O devedor e os fiadores poderão ser acionados.

As medidas não foram bem aceitas por instituições de ensino privadas. Para o diretor executivo da Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (Abmes), Sólon Caldas, as mudanças “vão acabar de enterrar o programa”. Ele defende um modelo novo, que atenda a necessidade da sociedade e acrescenta: "O Fies precisa ser visto pelo governo como investimento na educação.”

De acordo com Caldas, os estudantes que cumprem os critérios socioeconômicos exigidos pelo Fies juro zero geralmente não atendem aos critérios de nota, gerando um “gargalo no programa”. Ele diz ainda que o P-Fies, contratado junto aos bancos, "não resolve o problema".

 

 

Fonte: Agência Brasil

Foto: Divulgação

A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) vai disponibilizar 1.420 vagas na edição 2020.1 do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), sendo 636 vagas de ampla concorrência e 784 vagas reservadas a cotistas. As vagas são para 40 cursos de graduação ofertados nos campi de Amargosa, Cachoeira, Cruz das Almas, Feira de Santana, Santo Amaro e Santo Antônio de Jesus.

As inscrições estarão abertas no período de 21 a 24 de janeiro de 2020. Todo o processo é feito exclusivamente pela internet, por meio do site do Sisu, e o candidato precisa ter em mãos o número de inscrição e a senha de cadastro no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019. Para concorrer, é indispensável que os candidatos tenham participado da edição 2019 do Enem e que tenham obtido nota acima de zero na prova de redação e demais áreas de conhecimento.

Os candidatos poderão se inscrever no Sisu em até duas opções de vaga, especificando, em ordem de preferência, as suas opções na instituição de educação superior participante, com local de oferta, curso e turno, e a modalidade de concorrência. É possível alterar estas opções durante todo o período de inscrição e será considerada válida a última alteração confirmada. A seleção será constituída de chamada regular única e o resultado será divulgado em 28 de janeiro.

Mudança nos cursos de Exatas – A partir desta edição, os cursos ofertados pelo Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas da UFRB terão entrada pelo Sisu. No entanto, os ingressantes deverão obrigatoriamente cursar o Bacharelado em Ciências Exatas e Tecnológicas (BCET) como primeiro ciclo de formação e terão vaga garantida no curso do segundo ciclo escolhido no Sisu.

Já para aqueles que optarem pelo BCET no Sisu não é assegurada vaga nos cursos do segundo ciclo. Os concluintes deverão concorrer às terminalidades por meio de processo seletivo próprio organizado pela universidade.

Reserva de vagas e matrícula – Os candidatos que optarem em concorrer às vagas reservadas aos cotistas deverão obrigatoriamente atender aos requisitos especificados em cada modalidade. Em período a ser divulgado junto com o resultado da chamada regular do Sisu, os convocados pela UFRB deverão comparecer pessoalmente ao campus de Cruz das Almas para aferição da modalidade de reserva de vaga.

A pré-matrícula acontece no período de 29 de janeiro a 04 de fevereiro, no campus de Cruz das Almas. Já a confirmação de matrícula é feita no Núcleo de Gestão Técnico Acadêmico do Centro de Ensino de ingresso, entre os dias 26 de fevereiro e 02 de março.

Lista de espera – As vagas eventualmente remanescentes do Sisu 2020.1, após a chamada regular, serão preenchidas, prioritariamente, pelos candidatos que constarem na Lista de Espera. Para participar, os interessados devem confirmar no site do Sisu o seu interesse pela vaga, no período de 29 de janeiro a 04 de fevereiro.

O candidato poderá manifestar interesse em apenas um dos cursos para o qual optou por concorrer nesta edição do Sisu. Não poderá participar da Lista de Espera quem já foi convocado em uma das opções dos cursos escolhidos na chamada regular, independente de ter ou não realizado sua matrícula na instituição.

Os cursos não ofertados pela UFRB no Sisu 2020.1 vão oferecer vagas no segundo semestre. O início das aulas está previsto para o dia 02 de março, de acordo com o Calendário Acadêmico.

 

Fonte: UFRB

Foto: Divulgação

A Pró-Reitoria de Graduação (PROGRAD) da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) divulgou nesta terça-feira, dia 17, o edital do processo seletivo para preenchimento de 295 vagas ociosas em cursos de graduação por meio de Transferência Interna, com ingresso no semestre 2020.1. As inscrições serão gratuitas e realizadas somente via internet, no site dos Processos Seletivos da UFRB (PROSEL), no período de 07 a 14 de janeiro de 2020.

As oportunidades são para 34 cursos ofertados nos campi de Cachoeira, Cruz das Almas, Santo Antônio de Jesus, Santo Amaro, Feira de Santana e Amargosa. Podem participar da seleção estudantes regulares da UFRB que tenham concluído o primeiro semestre sem reprovação por falta e tenham realizado o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), em uma das seguintes edições: 2009, 2010, 2011, 2012, 2013, 2014, 2015, 2016, 2017 ou 2018, e que não tenham obtido nota zero em qualquer uma das provas.

Os critérios de seleção levarão em conta as médias aritméticas das notas obtidas nas provas do ENEM. Caso o candidato tenha participado de mais de uma edição, será considerada a maior média obtida. Será convocado e, portanto, considerado apto ao preenchimento da vaga, o candidato que estiver incluído até o limite das vagas disponíveis no edital. O resultado será divulgado no site do PROSEL, no dia 17 de janeiro.

As matrículas dos convocados serão realizadas automaticamente pela Superintendência de Regulação e Registros Acadêmicos (SURRAC). As aulas terão início no dia 02 de março, de acordo com o Calendário Acadêmico da UFRB.

 

Fonte: UFRB

Foto: Divulgação

A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) vai adotar horário especial para suas unidades, que passarão a funcionar das 8h às 14h, ininterruptamente, no período entre 23 de dezembro de 2019 a 1º de fevereiro de 2020.

A medida, regulamentada pela Portaria nº 1.353/2019, considera a desaceleração nas demandas dos serviços acadêmicos e administrativos no intervalo compreendido entre o final do semestre 2019.2 e início das aulas de 2020.1 e visa a um potencial impacto de redução nas despesas de custeio, decorrentes do consumo de energia elétrica e água, em especial nos horários de ponta (entre 18h e 21h).

A decisão da Administração Central da UFRB se soma aos sucessivos esforços de economia de recursos já empreendidos pela instituição ao longo dos últimos anos, diante das restrições orçamentárias nos repasses feitos às universidades pelo Governo Federal. As restrições orçamentárias nos últimos exercícios no orçamento da UFRB para despesas discricionárias foram significativas.

Na Lei Orçamentária Anual do exercício de 2019, na fonte de recurso Tesouro, a dotação orçamentária para despesas de custeio, excetuando-se recursos para Assistência Estudantil, é apenas 1,1% maior que a do ano de 2018, uma vez que foram quantificadas sem a recomposição da inflação do período. E o Projeto de Lei Orçamentária Anual do exercício de 2020, na fonte de recurso Tesouro, já prevê redução em relação ao exercício de 2019.

A adoção da nova medida, portanto, leva em consideração a necessidade de garantir o equilíbrio orçamentário da UFRB diante de situação de graves restrições, sem que a instituição venha a comprometer o desenvolvimento das atividades de ensino, pesquisa e extensão e possa cumprir os compromissos relativos à assistência estudantil.

As unidades da UFRB deverão reorganizar e racionalizar suas atividades, de forma que a alteração do horário do expediente não venha a causar prejuízos à comunidade. Está vedado o acesso aos campi, fora do horário especial de funcionamento, aos fornecedores de produtos e insumos, para entrega ou retirada de materiais e equipamentos, ressalvados os que forem considerados de necessidade excepcional ou inadiável.

Também estão suspensos ou adiados para momento oportuno eventos a serem realizados nos campi da UFRB fora do período de horário especial. A portaria não abrange o processo de matrícula dos estudantes, os concursos públicos previamente agendados e as atividades inadiáveis de pesquisa e extensão.

 

Fonte: UFRB

Foto: Divulgação

A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) anunciou nesta segunda-feira, 16 de dezembro, a obra de reforma e ampliação das instalações do Restaurante Universitário, no campus de Cruz das Almas. O objetivo da reforma é ampliar o atendimento para as três categorias da comunidade acadêmica (discentes, docentes e técnicos administrativos).

Atualmente, são atendidos pelo RU apenas discentes assistidos pelo Programa de Permanência Qualificada (PPQ), num total de 236 bolsistas, contabilizando aproximadamente 600 refeições diárias. Para elaboração do projeto, levou-se em consideração a ampliação da capacidade de produção para 3.000 refeições diárias, sendo ofertadas até 1.000 por turno (café da manhã, almoço e jantar). “Essa reforma é uma das grandes expectativas da comunidade acadêmica e os ganhos serão significativos para todos, porque teremos condições mais adequadas para atender um público muito maior”, avalia o pró-reitor de Políticas Afirmativas e Assuntos Estudantis (PROPAAE), Carlos Alberto de Paulo.

As principais intervenções da reforma ocorrerão com o aumento da área do refeitório e das estruturas internas para ampliar a capacidade de atendimento. Além disso, serão feitas adaptações que garantam o livre acesso de pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida aos espaços de uso comum. “Esse projeto começou a ser pensado há alguns anos, com a ajuda das nutricionistas do RU e docentes do Centro de Ciências da Saúde. Para isso, visitamos restaurantes de fábricas e de outras instituições federais de ensino superior para usar como referência”, explica a arquiteta Carlane Feitosa, da Coordenadoria de Infraestrutura e Meio Ambiente (CIMAM).

No modelo atual, o Restaurante Universitário do campus de Cruz das Almas possui estrutura com 680m² de área construída. Após a conclusão da reforma e ampliação, a área total construída será de 1.223,72 m², incluindo áreas de convivência, unidades administrativas, salas de preparo e estocagem dos alimentos. O projeto aprovado considerou a expansão do serviço e a manutenção de uma equipe de 10 funcionários para dimensionamento das instalações e pleno funcionamento do local. Também foi considerado que a maior parte dos insumos será recebida e armazenada em espaço externo ao RU, sob gestão de empresa contratada.

O RU será fechado no mês de janeiro de 2020 para início das obras e a previsão de entrega da nova estrutura é em dezembro do mesmo ano. “Estamos aproveitando o recesso das aulas na UFRB para o início das obras, a fim de evitar ao máximo os eventuais transtornos. A perspectiva é que eles serão temporários e têm como objetivo o melhor aproveitamento do espaço”, disse o pró-reitor, Carlos Alberto de Paulo. Vinculado à PROPAAE, o restaurante funciona todos os dias, incluindo finais de semana, e dispõe de cardápio acompanhado por nutricionista.

Durante o tempo em que o restaurante estiver fechado para reforma, os discentes atendidos pelo PPQ irão receber uma bolsa de auxílio pecuniário à alimentação no valor de 330 reais. A estrutura das cozinhas das Residências Universitárias também receberá investimentos em equipamentos e um maior abastecimento de água e gás para garantir a preparação dos alimentos pelos estudantes.

 

Fonte: UFRB

Foto: Divulgação

A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), por meio do Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas (CETEC), divulga que estão abertas as inscrições no Programa de Aperfeiçoamento para Professores de Matemática do Ensino Médio – PAPMEM 2020.1. Ao todo, são ofertadas 60 vagas para professores de Matemática dos ensinos Fundamental e Médio. As inscrições estão abertas até o dia 11 de janeiro, por meio de formulário disponibilizado online.

O PAPMEM consiste em treinamento gratuito para professores de matemática de todo o Brasil e é oferecido há mais de 20 anos pelo Instituto de Matemática Pura e Aplicada (IMPA) e em instituições parceiras de todo o país. O programa é realizado em módulos independentes, que abordam tópicos selecionados das três séries do Ensino Médio e alguns tópicos do Ensino Fundamental. Em cada módulo, as atividades ocorrem durante os recessos escolares, em janeiro e julho.

No primeiro semestre de 2020, o curso será realizado no período de 27 a 31 de janeiro, com carga horária total de 40 horas. Cada um dos módulos do programa será realizado simultaneamente no IMPA e na UFRB, por meio de transmissão ao vivo, via internet, sob coordenação local da professora Julianna Pinele. Os professores participantes poderão enviar suas perguntas durante a realização das aulas, utilizando um programa de “chat”. As atividades ocorrerão das 09 às 17 horas e serão divididas entre aulas expositivas (período da manhã) e trabalhos em grupo (período da tarde).

Os participantes frequentes recebem um certificado de Curso de Atualização emitido pela Pró-Reitoria de Extensão da UFRB. A frequência mínima para a obtenção do certificado é de 80% carga horária total do curso. Os interessados devem preencher a ficha de inscrição e anexar cópias do RG e do CPF. A lista dos candidatos selecionados será divulgada até o dia 13 de janeiro, no mesmo site da inscrição. Os selecionados também receberão um e-mail comunicando sua seleção e deverão confirmar sua participação até ás 17 horas do dia 17 de janeiro. Após esta data podem ser chamados os candidatos excedentes.

 

Fonte: UFRB

 

Entrevistas
Vem aí uma série de entrevistas com personalidades do nosso Recôncavo
Mídia TV
Loteamento Paraguassu Residence - Cabaceiras do Paraguaçu
Mural de Recados
Tarsila escreveu para Joseane
"Vdd eu tbm eu quero saber tbm de todas as notícias desses anos que esta acontecendo muitas coisas ai è bom saber das coisas primeiro..."
Joseane Bonfim escreveu para Anderson Bella
"Ola, tudo bem? Sou Joseane Bonfim e estou fazendo uma pesquisa sobre os blogs da região de SAJ, o Midia Reconcavo se encaixa na categoria de Blog?"
Podcast
Áudio que circula nas redes sociais diz que a Barragem Pedra do Cavalo não está segura; Votorantim Energia desmente.
Um áudio que vem circulando nas redes sociais vem preocupando os moradores da região. Segundo uma mulher, que não teve a identidade revelada, a UHE Pedra do Cavalo está toda estralada.