Educação e Cultura - Mídia Recôncavo
Recôncavo, Sábado , 23 de Junho de 2018
Enquete
Entre Aspas
Seja amor,seja muito amor. E se mesmo assim for difícil ser, Não precisa ser perfeito, Se não der pra ser amor, Que seja ao menos respeito. #CultiveORespeito
  Disse Desconhecido  
Educação e Cultura
Foto: Divulgação

Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) vai ofertar 900 vagas em 18 cursos de graduação presencial na edição 2018.1 do Sistema de Seleção Unificada (SiSU) do Ministério da Educação (MEC). As inscrições começam no dia 29 de janeiro e seguem até o dia 1º de fevereiro, exclusivamente pela internet, no endereço eletrônico http://sisu.mec.gov.br. Apenas podem se inscrever os estudantes que fizeram o Enem 2017 e que obtiveram nota diferente de zero na prova de redação e demais áreas de conhecimento. O candidato pode se inscrever em até duas opções de vaga, especificando a ordem de preferência e a modalidade de concorrência. A UFRB vai reservar 30% das vagas da modalidade de ampla concorrência do curso de Letras/Libras para candidatos surdos, e 50% para estudantes de escolas públicas, dos quais 76,67% estão reservados aos pretos, pardos, indígenas e pessoas com deficiência. Os candidatos serão selecionados e classificados em chamada regular única, cujo resultado será divulgado no dia 2 de fevereiro, na página do Sisu na internet.

Foto: Ed Santos/Acorda Cidade

Começaram a partir das 7h desta terça-feira (2) as inscrições para o processo seletivo da creche e Colégio da Polícia Militar 2018 e poderão ser feitas até 18h do próximo domingo (7) nos sites  www.pm.ba.gov.br/cpm2018 e www.pm.ba.gov.br/creche2018 .

O processo seletivo ocorre por meio de sorteio eletrônico, que será realizado a partir das 9h do dia 12 de janeiro, no Instituto Anísio Teixeira - IAT, localizado no Vale das Muriçocas, s/n, bairro São Marcos, em Salvador. As vagas são para as unidades de Feira de Santana, Salvador, Alagoinhas, Candeias, Ilhéus, Itabuna, Jequié, Juazeiro, Teixeira de Freitas e Vitória da Conquista.

50% das vagas serão destinadas aos filhos de militares estaduais e servidores públicos civis da PMBA e CBMBA, professores e demais servidores públicos civis da Secretaria Estadual de Educação (SEC) colocados à disposição das Unidades do CPM/BA e 50% para filhos de outros cidadãos.

 

Resultado

Conforme o edital, a lista de contemplados será divulgada ao final do sorteio nos sites institucionais da PMBA www.pm.ba.gov.br/cpm2018 e da Secretaria de Educação www.educacao.ba.gov.br.

Todos os participantes do sorteio, independentemente de integrarem ou não a lista de contemplados, poderão ter acesso à sua classificação por meio de consulta aos sites institucionais citados.

Os candidatos contemplados serão convocados para matrícula por meio de listas a serem divulgadas no site institucional da PMBA, bem como afixadas nas portarias das unidades do CPM.

Veja mais informações sobre requisitos para a inscrição, documentação exigida e matrículas no edital (acesse aqui).

Foto: Reprodução

O Ministério da Educação (MEC) anunciou na quinta-feira (14/12) a liberação de R$ 17,83 milhões em recursos para instituições federais na Bahia. O montante será destinado para aplicação em manutenção, custeio e pagamento de assistência estudantil, entre outros. Quatro universidades e um instituto federal recebem a verba.

De acordo com o MEC, a Ufba será beneficiada com o maior volume da liberação, totalizando R$ 9,2 milhões. Na lista das instituições baianas que recebem recursos estão, ainda, a Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), com R$ 736,9 mil; a Universidade Federal do Oeste da Bahia (Ufob), com R$ 752,9 mil; e a Universidade Federal do Sul da Bahia (Ufesba), com R$ 620,8 mil. O Instituto Federal Baiano (IF Baiano) teve liberado o valor total de R$ 2,9 milhões.

“Com essa liberação, o MEC reafirma seu compromisso com os estudantes, docentes e técnicos das instituições federais vinculadas à pasta, garantindo os recursos financeiros necessários para o pagamento dos compromissos relativos ao custeio e investimento na educação superior, profissional e tecnológica no país”, disse o ministro da Educação, Mendonça Filho. Ainda segundo o MEC, a pasta já repassou R$ 363,4 milhões para as cinco instituições desde o início do ano.

 

Fonte: Bahia Notícias

 

 

Foto: Divulgação

As duas escolas da Bahia com melhor desempenho no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) são de Feira de Santana. O balanço dos resultados da última edição da prova, realizada em 2016, foram divulgados pelo Ministério da Educação (MEC) e o colégio feirense Helyos apareceu pelo décimo ano consecutivo na primeira colocação estadual.

A instituição privada subiu 26 posições no ranking nacional, em relação ao último ano, e configura agora a 18° colocação entre as melhores notas do Brasil. Na segunda posição estadual, o Colégio Acesso aparece em 36° na lista de escolas brasileiras. Entre as 10 melhores baianas, além das duas instituições de Feira de Santana, o Colégio Enigma de Barreiras aparece em 8° lugar entre escolas de Salvador.

Já nos 50 melhores desempenhos baianos no Enem 2016, apenas duas escolas públicas entraram na lista: o Colégio Militar de Salvador (12° na Bahia) e o Colégio da Polícia Militar Eraldo Tinoco (49° na Bahia). Ambas foram indicadas com perfil socioeconômico de estudantes "Alto" e "Médio Alto". Foram excluídas do ranking escolas com menos de dez alunos do 3º no exame e/ou com menos de 50% do total de seus estudantes na prova, seguindo critérios do MEC de anos anteriores.

 

Fonte: Bahia Notícias

Foto: Camila Souza / GOVBA

O governo do estado deve convocar nesta quinta-feira (7) mais 771 estudantes para o programa 'Partiu Estágio'. A nova lista vai estar disponível no site da Secretaria da Administração (veja aqui www.saeb.ba.gov.br). Os universitários selecionados serão informados da convocação por meio do e-mail cadastrado no momento de sua inscrição no programa.

Para assegurarem o estágio, o estudante deverá apresentar a documentação listada em edital no ato da apresentação - no prazo de dez dias. Quem não entregar toda a documentação exigida ou não se apresentar ao órgão ou entidade no prazo estipulado, perderá a vaga de estágio. Desde abril deste ano, quando o projeto foi lançado, quase 5 mil jovens já foram contratados para estagiar no serviço público do estado.

 

Fonte: Bahia Notícias

Foto: Sérgio Pedreira/ Ag. Haack / Bahia Notícias

Foi aprovado, nesta terça-feira (5), na Assembleia Legislativa da Bahia, o projeto de Lei 22.249/2017, que reconhece o Grupo Olodum como patrimônio cultural imaterial do Estado da Bahia. “Além do sucesso no âmbito da música, o Olodum cuida de projetos sociais, desenvolve ações de combate à discriminação racial e luta pela garantia dos direitos humanos. É preciso valorizar essas ações da entidade, que promovem a cultura baiana. Além disso, o legado do Olodum serve de exemplo para outros grupos afro-descendentes”, avaliou a deputada Luiza Maia (PT), autora da proposta.

Fundado em 25 de abril de 1979, no Pelourinho, como bloco carnavalesco, hoje, aos 38 anos, o Olodum se tornou algo maior. Além de banda e bloco, que promovem a cultura baiana nacional e internacionalmente, o Olodum é também uma organização não governamental (ONG) do movimento negro brasileiro e desenvolve ações voltadas para o combate à discriminação e a luta pelos direitos civis e humanos de pessoas marginalizadas.

 

Fonte: Bahia Notícias

Foto: Divulgação

Na próxima quinta-feira (07) a partir das 19h30, acontece na Câmara de Vereadores uma Sessão Especial em homenagem aos professores. A iniciativa da Sessão é da vereadora professora Ilza e terá como oradora oficial a deputada federal, Alice Portugal, que também é uma das autoras do piso nacional dos professores.

“A Sessão Especial será um momento de reconhecimento desses profissionais, onde  destacaremos  os entraves e desafios de ser professor(a) na atualidade, os caminhos para superação das dificuldades, ao tempo em que lhes prestaremos homenagens incentivando-os para o cumprimento da sua nobre tarefa de educar”, comentou a parlamentar.

Durante a Sessão, os vereadores farão homenagens aos professores entregando uma comenda em reconhecimento aos serviços prestados pelos profissionais.

 

Ascom – Câmara de Vereadores de Cruz das Almas

Foto: Divulgação

Na manhã desta segunda-feira (04), o prefeito Tato anunciou o nome de Ana Luiza de Souza Marques, 39 anos, como a nova secretária de Educação de Cachoeira.

Ana Luiza é professora, pedagoga e especialista em gestão educacional. Entre os anos de 2004 e 2006 lecionou no Colégio Estadual da Cachoeira, no Ministro José Rabelo e na Escola Paroquial Dom Antônio Monteiro. Em 2007, atuou em Santiago do Iguape, e de 2008 a 2017 esteve à frente de programas e projetos, como o Pacto Nacional Pela Alfabetização na Idade Certa, PDDE Interativo, Plano de Ações Articuladas, Novo Mais Educação, entre outros.

A partir de hoje, Ana Luiza passa a responder pela Secretaria e o vice-prefeito Gevaldo Simões assume a subprefeitura em Santiago do Iguape.


Informações Mídia Recôncavo

Foto: Reprodução

Desde o início do ano, quando o município aderiu ao Programa Parceria Votorantim pela Educação (PVE), através da Secretaria de Educação, as Escolas Municipais vêm desenvolvendo com os alunos atividades extracurriculares que visam melhorar o aprendizado. O programa, iniciativa do Grupo Votorantim, tem como objetivo contribuir para a melhoria da educação pública nos municípios onde a Votorantim atua, por meio da qualificação das práticas de gestão educacional e escolar, e da mobilização social das comunidades.

Na última quinta-feira (30), ocorreu o encerramento das atividades do programa em 2017, com a premiação do Desafio Criativos da Escola, além de apresentações teatrais e momentos recreativos. O Prêmio tem como objetivo valorizar o engajamento e o compromisso dos diferentes atores envolvidos nas ações do Programa e dar visibilidade às boas práticas desenvolvidas pelos municípios, contribuindo para a disseminação de trabalhos que possam ser inspirar outros municípios na busca pela melhoria da aprendizagem dos alunos.

As escolas participantes apresentaram seus projetos, 20 no total, superando a meta de 12 estabelecida pelo regulamento, e o Centro Paroquial foi premiado como Destaque Municipal, com o projeto “Juntos podemos fazer a diferença!”. O projeto vencedor propõe ideias para ajudar a melhorar a vida de pessoas carentes, como a arrecadação de roupas e alimentos para doação.

A equipe, composta pela professora Tainã de Araújo Ferreira e pelas alunas Ana Clara Gonzaga Santos, Beatriz Silva Freitas, Maria Fernanda Silva Santos, Milena Freitas Santos e Raíssa da Paixão do Vale, vai receber o valor de 500 reais para a educadora responsável e 1500 para celebrar a conquista ou investir no aprimoramento do projeto.

O secretário Ribamar Rodrigues parabenizou a todas as equipes pelo desenvolvimento dos projetos e agradeceu ao Grupo Votorantim pelo investimento na Educação, lembrando que o Programa ultrapassa as barreiras do ensino tradicional e trabalha a multidisciplinaridade. O secretário também garantiu que o município renovará a adesão ao PVE para 2018.

Representando o Grupo, o Gerente da Usina Hidrelétrica Pedra do Cavalo, Adilison Antônio Paiva de Melo, participou da premiação e elogiou os alunos, além de agradecer ao município pela parceria e adiantar que o projeto deverá ser ampliado no ano que vem.

Após o evento, a equipe vencedora visitou o gabinete do prefeito Marcelo Pedreira, onde recebeu os cumprimentos pela premiação.

 

Fonte: AGECOM

 Professores das quatro universidades estaduais da Bahia fazem paralisação das atividades por 24 horas nesta terça-feira (28). Os docentes fizeram um ato de panfletagem no início da manhã, nas imediações da Universidade Estadual da Bahia (Uneb), no bairro do Cabula, em Salvador.

O protesto foi validado nas assembleias da categoria em outubro deste ano, para que os portões pudessem ser fechados nesta terça-feira. Um indicativo de greve também foi aprovado.

Os professores pedem a destinação mínima de 7% da receita líquida de impostos do estado para o orçamento anual das universidades.

Conforme a Associação dos Docentes da Uneb (Aduneb), entre 2013 a 2016, as universidades baianas acumularam redução de R$ 213 milhões no orçamento. Na Uneb, 279 professores estão com direitos trabalhistas negados, conforme a associação.

De acordo com o coordenador geral da Aduneb, Milton Pinheiro, a paralisação reivindica também a recomposição salarial dos professores. "Mesmo com quatro universidades públicas no estado, o governador nunca nos recebeu e nem demonstra interesse em conversar com a categoria", disse ao G1.

Ele pontua ainda que cerca de 5.500 docentes, que representam o total dos professores das quatro universidades, aderiram à paralisação. Mais de 70 mil alunos são afetados com a parada, que também teve participação do corpo técnico, conforme Milton.

Em contato com o G1, as assessorias da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) e Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) informaram que têm conhecimento do indicativo de greve.

A Uesb disse que não vai se posicionar sobre o caso e A Uefs informou que os docentes fizeram panfletagem no campus no início da manhã, mas voltaram às atividades.

O G1 não conseguiu contato com a Universidade Estadual da Bahia (Uneb) e a Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc).

Por meio de nota, a Secretaria de Educação da Bahia falou sobre a paralisação. Confira abaixo a nota na íntegra:

Sobre a mobilização dos professores das universidades estaduais, a Secretaria da educação do Estado da Bahia esclarece que:

- O Dia de Mobilização contra a MP 805/17, MP 792/17 e o PLS 116/17, a revogação da Emenda Constitucional 95, que congela por 20 anos os investimentos da União em políticas sociais, pela a revogação das reformas Trabalhista e do Ensino Médio e contra da Lei das Terceirizações, contra a Reforma da Previdência, a reestruturação das carreiras do funcionalismo, as privatizações e o ajuste fiscal é nacional e desencadeado pelo Fórum Nacional das Entidades dos Servidores Públicos Federais (Fonasefe) e pelo Fórum Permanente das Carreiras Típicas do Estado (Fonacate).

- A Secretaria respeita o direito de organização e de manifestação dos trabalhadores da educação.

Em relação ao repasse de recursos pelo Governo do Estado para custeio e manutenção das universidades, esclarece que:

- As Secretarias de Governo dialogam com as universidades.

- O Governo dá tratamento isonômico a todas as categorias.

- Cumpriu com as promoções e progressões acordadas com o movimento docente, na medida das possibilidades decorrentes da saída do limite prudencial.

- Sobre as reposições de salário, nas rodadas de reuniões que existiram, sempre ficou explicitado que isso decorre da trajetória da arrecadação.

- Quanto ao financiamento, o Estado tem destinado um sólido processo de aumento dos recursos para as universidades, passando de R$ 413.317.946, em 2007 para, 1.285.746.000, em 2017.

 

Fonte: G1

Entrevistas
Organizadores do “Bloco As Muriquetes” falam sobre a expectativa deste evento que vem animando os muritibanos a cada ano
Mídia TV
VT - Moderna Gestão e Assessoria
Mural de Recados
Tarsila escreveu para Joseane
"Vdd eu tbm eu quero saber tbm de todas as notícias desses anos que esta acontecendo muitas coisas ai è bom saber das coisas primeiro..."
Joseane Bonfim escreveu para Anderson Bella
"Ola, tudo bem? Sou Joseane Bonfim e estou fazendo uma pesquisa sobre os blogs da região de SAJ, o Midia Reconcavo se encaixa na categoria de Blog?"
Podcast
Spot - Câmara de Cruz das Almas
Escute o Spot da Câmara de Vereadores de Cruz das Almas.