Educação e Cultura - Mídia Recôncavo
Recôncavo, Domingo , 05 de Julho de 2020
Enquete
Entre Aspas
Seja amor,seja muito amor. E se mesmo assim for difícil ser, Não precisa ser perfeito, Se não der pra ser amor, Que seja ao menos respeito. #CultiveORespeito
  Disse Desconhecido  
Educação e Cultura
Foto : Reprodução

Aprovados no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) 2020 já podem realizar suas matrículas nas instituições de ensino superior. O período teve início nesta quarta-feira, 29 de janeiro, e vai até segunda-feira, 4 de fevereiro. As vagas são para os melhores colocados nos cursos de acordo com as notas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O prazo é o mesmo para manifestar interesse na lista de espera.

Ao se inscrever, o candidato pode escolher até duas opções de cursos ofertados pelas instituições participantes. O sistema seleciona os mais bem posicionados em cada um, de acordo com as notas no Enem e eventuais ponderações, como pesos atribuídos às notas ou bônus. Caso o desempenho do candidato permita o ingresso nos dois cursos, prevalecerá a primeira opção, com apenas uma chamada para matrícula.

As vagas são distribuídas de acordo com a Lei de Cotas (Lei 12.711/2012) e, como política de ações afirmativas, algumas instituições oferecem vagas reservadas e outras adotam bônus na nota do candidato.

Eis o cronograma:

Matrículas da chamada regular: 29 de janeiro a 4 de fevereiro;

Prazo para participar da lista de espera: 29 de janeiro a 4 de fevereiro;

Convocação dos candidatos em lista de espera: 7 de fevereiro a 30 de abril.

Lista de espera

É importante lembrar que o candidato selecionado em sua 1ª ou 2ª opção só terá esta oportunidade de fazer sua matrícula. Por isso é preciso estar atento aos prazos. Se o candidato for selecionado em 1ª ou 2ª opção, independentemente de efetuar sua matrícula, não poderá manifestar interesse em participar da lista de espera.

Só pode participar da lista de espera quem não foi selecionado em nenhuma das duas opções escolhidas no momento da inscrição. Para participar dessa segunda chance, o candidato deve acessar o seu boletim Sisu e manifestar o interesse no prazo especificado no cronograma. É importante que o candidato acompanhe junto à instituição da vaga escolhida, a lista de espera e as convocações para matrícula.

Foto: Agência Brasil

Inicialmente programadas para terem início nesta terça-feira (28), as inscrições para o Programa Universidade para Todos (Prouni) foram suspensas pelo Ministério da Educação nesta segunda-feira (27). O ministério ainda não estipulou nova data.

A decisão foi tomada após o Tribunal Regional Federal (TRF) da 3ª Região suspender a divulgação do resultado das inscrições no Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Segundo o MEC, o cronograma do do Sisu e o do Prouni, ambos programas de acesso à educação superior, só serão divulgados após uma decisão final da justiça.

O Sisu oferta vagas em instituições públicas de ensino superior. Já o Prouni oferta bolsas de estudo em instituições particulares de ensino superior. Mas ambos utilizam notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Como foi comprovada a falha na correção (http://agenciabrasil.ebc.com.br/educacao/noticia/2020-01/inep-encontra-inconsistencia-em-correcao-do-enem) de algumas provas do Enem, a justiça atendeu o pedido da Defensoria Pública da União (DPU) de suspender a divulgação dos resultados do Sisu. A ideia é não comprometer a transparência e a lisura do procedimento que dá acesso às vagas, seja de um programa, seja de outro.

Segundo a DPU, em seu pedido, a revisão das notas pode provocar alteração nos resultados finais de todos os candidatos. E essa alteração, ainda que de décimos, pode ser a diferença entre conseguir ou não a vaga pretendida.

O MEC, no entanto, vai disponibilizar aos estudantes a consulta de bolsas do Prouni, uma vez que se trata apenas de uma informação. Com isso, a consulta das mais de 251 mil bolsas relativas ao processo seletivo 1/2020 já está aberta.

 

Fonte: Agência Brasil

Foto : Reprodução

A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) oferece 1.420 vagas no Sistema de Seleção Unificada (SiSU) 2020, distribuídas em 40 cursos de graduação. Do total de vagas, 636 são para ampla concorrência e 784 são destinadas de acordo com a Lei de Reserva de Vagas.

Os candidatos poderão se inscrever no SiSU em até duas opções de vaga, especificando, em ordem de preferência, as suas opções na instituição de educação superior participante, com local de oferta, curso e turno, e a modalidade de concorrência. É possível alterar estas opções durante todo o período de inscrição e será considerada válida a última alteração confirmada. O resultado da primeira chamada do SiSU será divulgado na terça-feira, dia 28.

Após essa data, os aprovados na UFRB terão do dia 29 de janeiro até 04 de fevereiro para fazer a pré-matrícula no Campus Cruz das Almas. Se não for feita a pré-matrícula o candidato será eliminado. A pré-matrícula consiste no registro do candidato convocado mediante apresentação e entrega de documentos junto à Superintendência de Regulação e Registros Acadêmicos (SURRAC).

Os candidatos que optarem em concorrer às vagas reservadas aos cotistas deverão obrigatoriamente atender aos requisitos especificados em cada modalidade. A próxima etapa é a confirmação de matrícula, que é feita no Núcleo de Gestão Técnico Acadêmico do Centro de Ensino de ingresso, entre os dias 26 de fevereiro e 02 de março.

Lista de Espera

Para os candidatos que não forem convocados na chamada regular do SiSU, haverá uma nova oportunidade de ingresso na UFRB. Para isso, o candidato deve se inscrever na Lista de Espera.

A inscrição na Lista de Espera do SiSU será no endereço sisu.mec.gov.br. O candidato tem que manifestar seu interesse na vaga durante o período de 29 de janeiro até o dia 04 de fevereiro de 2020. O candidato somente poderá manifestar interesse na Lista de Espera em apenas um dos cursos para o qual optou por concorrer em sua inscrição no SiSU, na respectiva modalidade de vaga.

Cadastro Seletivo

Outra oportunidade de ingressar na UFRB é o Cadastro Seletivo – que é a próxima opção de quem não foi convocado ainda.

Para ter acesso ao Cadastro Seletivo, o candidato deverá inserir o número do CPF e o número do Enem 2019, no endereço eletrônico de Processos Seletivos da UFRB: ufrb.edu.br/prosel.

O candidato que não confirmar, no sistema da UFRB, seu interesse em participar do Cadastro Seletivo, no período de 07 de fevereiro até o dia 13 de fevereiro de 2020, não poderá fazê-lo em outra data, pois será considerado formalmente desistente e não será convocado em nenhuma hipótese, independente de sua classificação na Lista de Espera SISU 2020.1.

Todos os demais candidatos que fizeram o Enem 2019, que não foram convocados para a pré-matrícula, independentemente de sua classificação, deverão confirmar seu interesse em participar do Cadastro Seletivo, exclusivamente online, no sistema da UFRB, com vistas a continuar concorrendo às vagas porventura existentes de seu respectivo curso.

 

 

Fonte: UFRB

Foto: Divulgação

O Governo da Mudança, através da Secretaria Municipal de Educação, não hesita em trabalhar incansavelmente quando o assunto é o bem estar dos seus alunos e da equipe escolar. Sendo assim, nesse período de recesso letivo, as escolas do Sistema Municipal de Ensino estão passando por um intenso e cuidadoso processo de requalificações (pintura, retelhamento, troca de forros e pisos), manutenção elétrica e hidráulica, para que com a volta as aulas esses espaços garantam mais segurança, comodidade e conforto para as pessoas que nele transitam dia a dia. É importante ressaltar que, a infraestrutura escolar, assim como a qualidade deste ambiente tem grande influência no seu funcionamento , bem como no processo de aprendizado do estudante.

 

ASCOM

 

Foto: Divulgação

As inscrições para o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) 2020.1 tiveram início nesta terça, 21, e seguem até 26 de janeiro. O Sisu é o sistema informatizado do Ministério da Educação no qual as instituições públicas de ensino superior oferecem vagas a estudantes com base nas notas obtidas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Pode concorrer quem fez a prova em 2019 e obteve nota acima de zero em redação.

Todo o processo de inscrição é feito exclusivamente pela internet, por meio da nova página eletrônica do Sisu. Além da mudança visual, o novo sistema permitirá concluir a inscrição por meio de aparelhos móveis, como celulares e tablets. No site do Sisu é possível consultar informações detalhadas das 237 mil vagas. Lá estão disponíveis dados, como número de vagas, campus, modalidade, turno da vaga desejada e o modo de concorrência, por cotas ou deficiência física. Ainda pode-se consultar as vagas por região, estado e município.

Os candidatos poderão se inscrever no Sisu em até duas opções de vaga, especificando, em ordem de preferência, as suas opções na instituição de educação superior participante, com local de oferta, curso e turno, e a modalidade de concorrência. É possível alterar estas opções durante todo o período de inscrição e será considerada válida a última alteração confirmada. A seleção será constituída de chamada regular única e o resultado será divulgado em 28 de janeiro.

A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) integra o Sisu e oferece 1.420 vagas na edição 2020.1, sendo 636 vagas de ampla concorrência e 784 vagas reservadas a cotistas. As vagas são para 40 cursos de graduação ofertados nos campi de Cruz das Almas, Amargosa, Cachoeira/São Félix, Feira de Santana, Santo Amaro e Santo Antônio de Jesus.

Mudança nos cursos de Exatas – A partir desta edição, os cursos ofertados pelo Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas da UFRB terão entrada pelo Sisu. No entanto, os ingressantes deverão obrigatoriamente cursar o Bacharelado em Ciências Exatas e Tecnológicas (BCET) como primeiro ciclo de formação e terão vaga garantida no curso do segundo ciclo escolhido no Sisu.

Já para aqueles que optarem pelo BCET no Sisu não é assegurada vaga nos cursos do segundo ciclo. Os concluintes deverão concorrer às terminalidades por meio de processo seletivo próprio organizado pela universidade.

Reserva de vagas e matrícula – Os candidatos que optarem em concorrer às vagas reservadas aos cotistas deverão obrigatoriamente atender aos requisitos especificados em cada modalidade. Em período a ser divulgado junto com o resultado da chamada regular do Sisu, os convocados pela UFRB deverão comparecer pessoalmente ao campus de Cruz das Almas para aferição da modalidade de reserva de vaga.

A pré-matrícula acontece no período de 29 de janeiro a 04 de fevereiro, no campus de Cruz das Almas. Já a confirmação de matrícula é feita no Núcleo de Gestão Técnico Acadêmico do Centro de Ensino de ingresso, entre os dias 26 de fevereiro e 02 de março.

 

Fonte: UFRB

Foto: Divulgação

A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) divulga o calendário e procedimentos para matrícula web 2020.1. Todos os estudantes dos cursos de graduação a partir do segundo semestre letivo devem efetuar a matrícula por meio do Portal do Discente no Sistema de Gestão das Atividades Acadêmica (SIGAA). Os calouros não participam, uma vez que são automaticamente matriculados em disciplinas do primeiro semestre do curso. Confira as etapas:

Confira as etapas e datas:

1ª etapa – Inscrição semestral em componentes curriculares via web:

Período: 03/02 a 04/02/2020

2ª etapa – Ajuste de componentes via web:

Período: 07/02 a 08/02/2020

Ajuste presencial de inscrição em componentes curriculares nos colegiados dos cursos:

Período: 17/02 a 18/02/2020

Confirmação de Matrícula do Ingressante

Período de Confirmação de Matrícula de novos estudantes nos NUGTEAC: 26/02 a 02/03/2020

Cancelamento de Matrícula e Processos de Permanência

Data limite para divulgação do Edital de Notificação de Cancelamento de Matrícula pela SURRAC: 16/02/2020

Data limite para envio dos processos de permanência pelos Centros de Ensino à SURRAC: 24/03/2020

Para mais informações sobre os procedimentos de matrícula no SIGAA, consulte o Tutorial da Matrícula Web e o Manual do Portal do Discente.

 

Fonte: UFRB

Foto : Reprodução

O município de Alagoinhas, a cerca de 122 km de Salvador, é uma das quatro cidades mais afetadas por erro na correção da prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019. A informação foi divulgada pelo presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Alexandre Lopes na noite desta segunda-feira (20), nas redes sociais.

Segundo Alexandre Lopes, as cidades de Viçosa, Ituiutaba e Iturama, em Minas, e Alagoinhas, na Bahia, concentram 95% das situações de falha na correção do exame.

"Viçosa, Alagoinhas, Ituiutaba e Iturama, teve mais alguns casos espaços, mas 95% dos casos estão nessas quatro cidades. Nós pegamos todos os quase 4 milhões de participantes e corrigimos a prova deles com todos os gabaritos possíveis e calculamos todas as proficiências possíveis. Então olhamos todos os casos, todas as situações que poderiam ter modificações de notas", contou o presidente do Inep.

No vídeo, o ministro da Educação, Abraham Weintraub afirmou que a falha de correção do Enem atingiu seis mil provas.

“Inconsistência de menos de seis mil pessoas concentradas em quatro cidades em Minas Gerais e na Bahia, principalmente no segundo dia. O problema, basicamente, foi na hora da impressão, em que a máquina pulou. Então, foi um problema com a impressão da prova. Não foi na hora de contabilizar. A pessoa, praticamente, tem uma nota inteira da segunda prova negativada. A nota fica muito baixa”, comentou ele, antes de pedir para Lopes confirmar as cidades onde os problemas foram identificados.

O ministro explicou que o erro ocorreu na impressora da gráfica Valid Soluções S.A, responsável pela diagramação, manuseio, embalagem, rotulagem e entrega aos Correios dos cadernos de provas. Segundo ele, a máquina "dava umas engasgadas" durante a impressão e isso gerou o descolamento da prova com o gabarito.

Sisu será mantido

O ministro descartou a possibilidade de atrasar o prazo de abertura para inscrições no Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Segundo ele, as notas serão corrigidas diretamente na plataforma até o final desta segunda.

O desempenho no Enem é critério para concorrer no sistema que oferece 237 mil vagas em universidades federais em todo o país. O período de inscrições foi mantido: vai de terça-feira (21) a sexta-feira (24).

 

Fonte: G1 BA

Foto: Agência Brasil

O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) abre amanhã (21) o calendário dos processos seletivos federais que usam o Enem como critério de seleção. Neste semestre, o Sisu vai ofertar 237 mil vagas em 128 instituições de ensino superior públicas. O prazo para se inscrever vai até sexta-feira (24).

Para participar do Sisu, é preciso ter feito o Enem 2019 e ter tirado nota acima de zero na prova de redação. Na hora da inscrição no processo seletivo é preciso informar o número de inscrição do Enem e a senha atual cadastrada na Página do Participante.

A nota do Enem está disponível desde sexta-feira (17) tanto no aplicativo, quanto na própria Página do Participante. É preciso informar o CPF e a senha cadastrada na hora da inscrição. Caso o candidato tenha esquecido a senha, pelo próprio sistema é possível recuperá-la.

É essa senha que deve ser usada na hora da inscrição no Sisu. O número de inscrição, que é solicitado também para participar da seleção, está disponível para cada estudante na Página do Participante.

Cálculo da nota

Na hora da inscrição, é possível escolher até duas opções de curso, de acordo com a ordem de preferência.

Alguns cursos, no entanto, têm certas restrições. O Sisu dá liberdade para as instituições de ensino definirem como usarão o Enem. Assim, determinado curso pode exigir, por exemplo, uma média mínima no Enem - que é a soma de todas as notas obtidas nas provas do exame, dividida por cinco - ou mesmo uma nota mínima em determinada prova. Isso faz com que, dependendo da nota obtida, estudantes não sejam classificados para determinados cursos.

É possível também conferir pesos diferenciados para as provas. A nota em ciências da natureza ou em matemática pode valer mais para um curso de física ou química, por exemplo. Dessa forma, a nota do estudante pode variar dependendo do curso para o qual ele está concorrendo.

Nota de corte

Uma vez por dia, o Ministério da Educação (MEC) divulga na página do Sisu as notas de corte, que são as menores para os candidatos ficarem entre os selecionados na modalidade escolhida. A nota de corte é calculada com base no número de vagas e no total de candidatos inscritos.

A nota de corte é apenas uma referência para auxiliar o candidato no monitoramento de sua inscrição. Ela não garante que o estudante seja selecionado.

É possível alterar as opções de curso feitas até o final do período de inscrição. O Sisu considera válida a última opção registrada pelos estudantes.

Reservas de vagas

Todas as universidades federais, institutos federais de educação, ciência e tecnologia e centros federais de educação tecnológica participantes do Sisu oferecem vagas reservadas para estudantes que cursaram o ensino médio em escolas públicas. Há instituições participantes do Sisu que disponibilizam ainda uma parte de suas vagas para políticas afirmativas próprias.

No momento da inscrição, o participante deve optar por uma dessas modalidades, de acordo com o seu perfil. Os estudantes concorrem apenas com os demais candidatos que fazem a mesma opção, seja pela ampla concorrência ou por alguma política afirmativa. O sistema selecionará, entre eles, os que obtiveram as melhores notas no Enem de 2019.

Cronograma

As inscrições para o Sisu podem ser feitas de 21 a 24 de janeiro. No dia 28 de janeiro será divulgado o resultado da seleção. Os estudantes que forem aprovados deverão fazer a matrícula nas instituições de ensino entre 29 de janeiro e 4 de fevereiro.

Aqueles que não forem selecionados poderão ainda participar da lista de espera. O prazo para se candidatar é de 29 de janeiro a 4 de fevereiro. Os candidatos em lista de espera serão convocados pelas próprias instituições de ensino, entre 7 de fevereiro e 30 de abril.

Próximos processos seletivos

Além de participar do Sisu, os estudantes podem usar as notas do Enem para concorrer a bolsas de estudo pelo Programa Universidade para Todos (ProUni). As inscrições poderão ser feitas de 28 a 31 de janeiro. Podem também se inscrever no Programa de Financiamento Estudantil (Fies), de 5 a 12 de fevereiro.

Os estudantes podem ainda usar as notas para cursar o ensino superior em Portugal. O Inep tem convênio com mais de 40 instituições portuguesas.

Instituições de ensino públicas e privadas utilizam o Enem como forma de seleção independente dos programas de âmbito nacional. Os estudantes podem, portanto, consultar diretamente as instituições nas quais têm interesse em estudar.

 

Fonte: Agência Brasil

Foto: Reprodução

Apesar dos erros na correção da segunda prova do Enem admitidos pelo ministro Abraham Weintraub, o Ministério da Educação (MEC) decidiu pela manutenção das datas do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). De acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), responsável pela realização da prova, a situação, que teria sido causada por uma falha no projeto gráfico do exame, deve ser resolvida até segunda-feira (20) e por isso a hipótese de adiamento nas inscrições não é considerada. Um e-mail foi disponibilizado pelo Inep (enem2019@inep.gov.br) para receber reclamações dos participantes.

 

Fonte: Metro1

Foto: Divulgação

Investir em tecnologia digital se torna cada vez mais essencial dentro do contexto escolar, não só como meio de se adequar às diretrizes propostas pela BNCC (Base Nacional Comum Curricular), mas também objetivando um melhor desenvolvimento do trabalho da equipe escolar, bem como o progresso na aprendizagem dos nossos estudantes frente o uso das tecnologias digitais de informação e comunicação.

Dessa forma, o Governo da Mudança, por meio da Secretaria Municipal de Educação, contempla escolas do Sistema Municipal de Ensino com novos notebooks, computadores e impressoras, incentivando cada vez mais na modernização dos recursos digitais nas escolas e de práticas pedagógicas a partir dos mesmos, objetivando desenvolver as habilidades e competências necessárias para o desenvolvimento tanto intelectual, quanto profissional dos servidores.

 

ASCOM

Entrevistas
Vem aí uma série de entrevistas com personalidades do nosso Recôncavo
Mídia TV
Loteamento Paraguassu Residence - Cabaceiras do Paraguaçu
Mural de Recados
Tarsila escreveu para Joseane
"Vdd eu tbm eu quero saber tbm de todas as notícias desses anos que esta acontecendo muitas coisas ai è bom saber das coisas primeiro..."
Joseane Bonfim escreveu para Anderson Bella
"Ola, tudo bem? Sou Joseane Bonfim e estou fazendo uma pesquisa sobre os blogs da região de SAJ, o Midia Reconcavo se encaixa na categoria de Blog?"
Podcast
Áudio que circula nas redes sociais diz que a Barragem Pedra do Cavalo não está segura; Votorantim Energia desmente.
Um áudio que vem circulando nas redes sociais vem preocupando os moradores da região. Segundo uma mulher, que não teve a identidade revelada, a UHE Pedra do Cavalo está toda estralada.