Educação e Cultura - Mídia Recôncavo
Recôncavo, Sábado , 23 de Junho de 2018
Enquete
Entre Aspas
Seja amor,seja muito amor. E se mesmo assim for difícil ser, Não precisa ser perfeito, Se não der pra ser amor, Que seja ao menos respeito. #CultiveORespeito
  Disse Desconhecido  
Educação e Cultura
Foto: Reprodução / Midia Max

O resultado da pré-seleção para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) será divulgado nesta segunda-feira (5) pelo Ministério da Educação (MEC). Os 443,3 mil inscritos podem consultar se foram contemplados com o benefício no site do programa. Neste ano, serão 310 mil vagas em três modalidades, sendo uma delas com 100 mil vagas a juros zero. Para estar apto a essa categoria, os estudantes devem ter renda familiar mensal de até três salários mínimos por pessoa. Já nas outras duas modalidades, os candidatos podem ter renda per capita de três a cinco salários mínimos. As definições da taxa de juros e das condições de financiamento serão feitas com os bancos. Fonte : Bahia Noticias  

Foto: Sumaia Vilela/ Agência Brasil

Um relatório do Banco Mundial, o World Development Report, estima que o Brasil vá demorar 260 anos para atingir o nível educacional de países desenvolvidos em Leitura e 75 anos em Matemática. Apesar de ter progredido, a demora para atingir os níveis adequados de educação se deve à lentidão com que os avanços são feitos. O cálculo para a concepção dos dados foi feito com base no desempenho dos estudantes brasileiros em todas as edições do Pisa, a avaliação internacional aplicada pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento (OCDE). No último exame, o Brasil não aumentou sua nota em Leitura e caiu em Matemática. O Ministério da Educação não quis comentar o conteúdo do relatório. O diretor global de Educação do Banco Mundial, Jaime Savedra, afirma que a defasagem não é causada pela falta de recursos, mas pela forma como eles são utilizados. Já André Loureiro, economista brasileiro da mesma instituição, acredita que as reformas que têm sido feitas têm potencial muito grande para mudar a realidade. Como sugestão de iniciativas para tentar reverter o caso, o diagnóstico sugere uma maior valorização do professor, a avaliação dos sistemas de ensino, a melhor gestão das escolas e o investimento em educação infantil. Fonte: Agência Brasil

Foto: Divulgação

As inscrições para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) do primeiro semestre de 2018 serão encerradas às 23h59 desta quarta-feira (28). A inscrição é feita no site do programa e o candidato precisa do número do CPF e um e-mail válido. Além disso, é preciso informar a renda familiar. Pode se inscrever o estudante que tiver média de pelo menos 450 pontos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e que não tenha tirado nota zero na redação. Outra exigência é se encaixar dentro dos limites de faixa de renda estabelecidos para o programa. Há duas modalidades do financiamento (Fies e P-Fies) estruturadas em três faixas. A primeira contempla alunos com renda familiar bruta, por pessoa, de até três salários mínimos, sem juro real (0%). A segunda é destinada a alunos em cuja família cada membro tenha renda de até cinco salários mínimos nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste. Estudantes com o mesmo teto de renda familiar das demais regiões estão incluídos na terceira faixa. Nos dois últimos casos, os juros serão calculados em valor pouco acima da inflação.Fonte : Metro 1  

 

 

Foto: Reprodução

A Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) decidiu aderir ao Sistema de Seleção Unificada (Sisu) do Governo Federal, como forma de ingresso para os cursos de graduação. A partir do Processo Seletivo 2019.1, previsto para acontecer no início do próximo ano, 100% das vagas da Uefs será preenchida através da avaliação do desempenho dos candidatos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).  

Foto: Carol Garcia / GOVBA

Com investimento de R$ 1,6 milhão, o Colégio Estadual Norma Ribeiro, localizado no bairro de Arenoso, é a primeira instituição de ensino médio a receber o título de Escola do Século XXI. A iniciativa é parte do Projeto Inova Escola, fruto de uma parceria do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Educação, e da Fundação Telefônica Vivo. O espaço, antigo Colégio Estadual Antonio Sérgio Carneiro, foi inaugurado pelo governador Rui Costa (PT) na manhã desta terça-feira (20). "Esta parceria traz a inovação para dentro da unidade de ensino. E é isso que queremos fazer com a nossa educação. Ter escolas criativas e inovadoras, que mobilizem as famílias e os professores. Eu acredito, sinceramente, que a educação depende do envolvimento e do incentivo da família e da comunidade", declarou o petista. De acordo com o governo, o projeto tem o intuito de fomentar a experimentação e o desenvolvimento de novos modelos de aprendizagem, apoiados por tecnologias digitais e buscando contribuir para a transformação da educação brasileira através da inovação educativa. Além disso, há o objetivo de estimular o desenvolvimento de competências do século XXI em estudantes e educadores, ampliando suas perspectivas de futuro. A expectativa é que o projeto se estenda a 652 escolas até meados de 2018 e chegue a todas as escolas da rede estadual até 2019. No caso do Colégio Estadual Norma Ribeiro, a reforma contou com pintura geral, troca de portas, recuperação da quadra, biblioteca, reestruturação da cozinha e do espaço de depósito das merendas e instalação de refeitório. Fonte: Bahia Noticias 

Foto: Francis Juliano / Bahia Notícias

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado da Bahia (Aplb) também marcou presença na Mudança do Garcia. O sindicato manteve neste ano a tradição de participar do evento, desta vez também para mobilizar as pessoas  para a paralisação que pretendem fazer no dia 19 de fevereiro, quando será votada a reforma da Previdência. "Nós estamos aqui na Mudança do Garcia preparando a categoria para o dia 19. Queremos que em todo o país, tanto redes municipais, quando redes estaduais, parem o Brasil contra a reforma da Previdência", afirmou Rui Oliveira, coordenador-geral da Aplb. Fonte: Bahia Notícias

Foto: Reprodução

Os candidatos a uma bolsa de estudos por meio do Programa Universidade para Todos (ProUni) têm até as 23h59 (horário de Brasília) desta sexta-feira (9) para fazer sua inscrição pela internet, na página oficial do programa. De acordo com informações do Ministério da Educação, já tinham sido registradas 1.032.680 inscrições até as 18h da quinta-feira (8). Podem concorrer as bolsas integrais e parciais (50%) em instituições privadas de educação superior cidadãos brasileiros sem diploma de curso superior que tenham participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2017 e que não tenham zerado a prova de redação. O interessado atenda pelo menos uma das seguintes condições: ter cursado o ensino médio completo em escola pública ou em instituição privada como bolsista integral; ter alguma deficiência; ser professor da rede pública ou estar enquadrado no perfil de renda exigido pelo programa. A bolsa integral é concedida a pessoas com renda per capita mensal de até 1,5 salário mínimo; a parcial, para candidatos cuja renda familiar mensal seja de até três salários mínimos. O processo seletivo é composto por duas chamadas: o resultado da primeira chamada deve ser divulgado no dia 14 deste mês e a segunda chamada está prevista para 2 de março.Fonte: Bahia Noticia 

Foto: Reprodução

Morador da comunidade Caixa D’Água, no bairro Boca do Rio, em Salvador, o jovem Lívio Pereira, 18 anos, surpreendeu a todos ao ser aprovado em 1º lugar no curso de Direito da Universidade Federal da Bahia (Ufba) após divulgação do resultado final do Sisu. De acordo com Lívio, que foi aluno do Colégio Estadual Anísio Teixeira, no mesmo bairro, os professores tiveram grande importância tanto no teste vocacional quando nos estudos, durante o último ano do ensino médio. Mesmo levado a primeira colocação, o jovem garante que não era um ótimo aluno, mas decidiu se dedicar após ter sido reprovado no ano passado, na tentativa de entrar em Psicologia. Filho da empregada domestica Cristina Pereira e do motorista de ônibus Antonio Carlos, negro e morador da periferia de Salvador, o rapaz é o primeiro da família a ter acesso a uma universidade pública. Em 2016, Lívio prestou vestibular para Psicologia, mas não foi aprovado. Ele atribui o revés à falta de tempo para se dedicar completamente aos estudos. “Eu fazia o último ano de manhã, estudava de tarde e fazia um cursinho pré-vestibular à noite, no Barbalho”, explica. O curso, que na época custava R$ 150, era garantido por uma boa fatia do salário do pai. Foi no ano seguinte que ele resolveu “se isolar” para estudar. O jovem saiu de Salvador e foi passar a maior parte do tempo na Ilha de Itaparica, em uma casa de veraneio da família. Como dessa vez o jovem estava sozinho, sem ajuda do cursinho, criou uma técnica diferenciada que funcionava à base de frases de incentivo. Às 6h30, por exemplo, o despertador tocava com as mensagens: “Dormir não lhe torna advogado” ou “Acorda, espartano!” Meia hora depois era hora do café. Das 7h às 12h, o jovem estudava os conteúdos relacionados à área de Humanas. No almoço, Lívio ainda assistia vídeo-aulas para “não perder o foco”. De tarde era a hora de estudar Exatas e, de noite, era hora de se debruçar sobre a resolução de questões.“Fiz todas as provas do Enem, (aplicadas) de 2009 até 2017”, conta orgulhoso. Depois, ele começou a resolver provas de universidades de outras regiões, como a Fuvest (São Paulo). Outra técnica adotada pelo rapaz foi criar um “cantinho do guerreiro”, um espaço que era usado apenas como local de estudos. No rolê, Lívio é conhecido como Coroa. O apelido, segundo ele, veio por causa do seu gosto por cantores antigos, como Renato Russo, da Legião Urbana.Quando percebeu que tinha sido aprovado, o jovem contou que correu pela casa gritando, fazendo com que seus pais pensassem que ele tivesse ficado maluco. Ser advogado, no entanto, é plano para o futuro. O que o estudante pretende agora é atualizar as séries que curte na Netflix. Fonte:  Berimbau Noticias

 

 

Foto: Arquivo Pessoal
Beatriz tirou nota mil na redação do Enem.

Beatriz Albino Servilha, de 19 anos, atribui suas vitórias aos pais: ao pedreiro Junior e à telefonista Renata. Sempre quis provar a eles que ‘filha de pobre também pode ser médica’. Depois de tantos obstáculos, o casal descobriu que a jovem estava entre os 53 candidatos que tiraram nota 1.000 na redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Depois, viu o nome dela na lista de aprovados em medicina na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Foram gritos ao telefone e choro de comemoração. “Era meu 3º ano tentando entrar na faculdade. Eu sabia que minha família não teria condições de manter meus estudos. Mas, mesmo assim, nunca me direcionaram para outra área. Nossa situação financeira não me impediu de correr atrás do que eu queria”, conta Beatriz. Quando recebeu a prova do Enem e viu que o tema da redação era “Desafios para a formação educacional de surdos no Brasil", Beatriz começou a chorar. “Não acreditei. Comecei a estudar Libras há dois anos, para me comunicar com uma amiga surda”, conta. Ela havia se tornado intérprete da língua de sinais para os seguidores da igreja que frequenta. 

Foto: Reprodução/Agência Brasil

Termina nesta quarta-feira (7/2) o prazo para que os candidatos aprovados na chamada regular do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) façam a matrícula na instituição escolhida. Também é o último dia para os candidatos que pretendem concorrer a uma vaga na lista de espera manifestar interesse. Para isso, o estudante deve consultar o boletim do candidato na página do Sisu. A convocação desses candidatos pelas instituições será feita a partir de 9 de fevereiro. Este ano são ofertadas 239.716 vagas em 130 instituições, sendo 30 instituições públicas estaduais e 100 públicas federais. O Sisu é o ambiente virtual criado pelo Ministério da Educação para selecionar estudantes para vagas em instituições de educação superior com base nas notas registradas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Podem concorrer todos os que fizeram as provas do Enem em 2017 e obtiveram nota acima de zero na redação. Fonte: Alta Pressão Notícias

Entrevistas
Organizadores do “Bloco As Muriquetes” falam sobre a expectativa deste evento que vem animando os muritibanos a cada ano
Mídia TV
VT - Moderna Gestão e Assessoria
Mural de Recados
Tarsila escreveu para Joseane
"Vdd eu tbm eu quero saber tbm de todas as notícias desses anos que esta acontecendo muitas coisas ai è bom saber das coisas primeiro..."
Joseane Bonfim escreveu para Anderson Bella
"Ola, tudo bem? Sou Joseane Bonfim e estou fazendo uma pesquisa sobre os blogs da região de SAJ, o Midia Reconcavo se encaixa na categoria de Blog?"
Podcast
Spot - Câmara de Cruz das Almas
Escute o Spot da Câmara de Vereadores de Cruz das Almas.