Educação e Cultura - Mídia Recôncavo
Recôncavo, Segunda , 20 de Novembro de 2017
Enquete
Entre Aspas
Seja amor,seja muito amor. E se mesmo assim for difícil ser, Não precisa ser perfeito, Se não der pra ser amor, Que seja ao menos respeito. #CultiveORespeito
  Disse Desconhecido  
Educação e Cultura

 Termina  nesta terça-feira (13) o prazo para os candidatos aprovados na segunda edição de 2017 do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) fazerem a matrícula nas instituições de ensino. A lista dos aprovados está disponível no site do programa.

Para acessar a página eletrônica do Sisu é necessário ter o número de inscrição e a senha do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2016. O candidato deve verificar, na instituição para a qual foi selecionado, o local, horário e procedimentos de matrícula.

Termina  nesta terça-feira (13) o prazo para os candidatos aprovados na segunda edição de 2017 do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) fazerem a matrícula nas instituições de ensino. A lista dos aprovados está disponível no site do programa.

Para acessar a página eletrônica do Sisu é necessário ter o número de inscrição e a senha do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2016. O candidato deve verificar, na instituição para a qual foi selecionado, o local, horário e procedimentos de matrícula.

Em tempos de polarização, parte da classe artística brasileira finalmente entrou em consenso. Reunidos nesta quinta-feira (1º), na casa de Paula Lavigne, no Rio de Janeiro, ‘mortadelas’e ‘coxinhas’ deixaram de lado as diferenças políticas para reivindicar a cassação do presidente Michel Temer, que é investigado em inquérito por crimes de corrupção passiva, organização criminosa e obstrução à Justiça, após divulgação de áudio de conversa com o empresário Joesley Batista, da JBS. ‘Mesmo com todas as nossas diferenças de pensamentos, provamos que podemos dialogar e nos respeitar uns aos outros. Isso é democracia. Saímos desse encontro com o desejo em comum de ver Temer cassado no próximo dia 6 para que possamos dar os próximos passos’, escreveu Letícia Sabatella, em sua conta no Instagram, agregando a nova hashtag #TemerJamais, que une os desejos tanto dos artistas do #MoroBloco, quanto os do #NãoVaiTerGolpe.Bahia Noticias

 Nove mil universitários em condições de vulnerabilidade socioeconômica terão um auxílio financeiro para dar continuidade aos estudos. Até o dia 31 deste mês, os interessados poderão se inscrever pelo site maisfuturo.educacao.ba.gov.br. As universidades beneficiadas são a do Estado da Bahia (Uneb) e as estaduais de Feira de Santana (Uefs), de Vitória de Conquista (Uesb) e a estadual de Santa Cruz (Uesc).

Entre os critérios para participar do programa estão: ter registro atualizado no Cadastro Centralizado de Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico); não possuir vínculo empregatício e não ter concluído qualquer outro curso de nível superior. O auxílio será de R$ 300 mensais para alunos que estudam a até 100 quilômetros da sua cidade de origem e de R$ 600 mensais para aqueles que moram a mais de 100 quilômetros de distância do campus onde estão matriculados.

Estando dentro do perfil do programa, batizado de Mais Futuro, o estudante poderá receber o auxílio desde o primeiro semestre até completar dois terços do curso. A iniciativa integra o Programa Educar Para Transformar.

 
Filho postou imagem com o primeiro dia de aula da mãe Arquivo Pessoal

 Um jovem acompanhou a mãe no primeiro dia de aula dela em Manguinhos, no Rio de Janeiro. Ele postou uma foto do momento em que ela começava a estudar na escola municipal e a história viralizou em poucos dias. A postagem, do dia 14 de fevereiro, já tem mais de 60 mil curtidas e está emocionando os internautas.

O jovem aprendiz do Metrô do Rio, Vanderson Nascimento, publicou o diálogo que teve com Dona Marília, que tem 52 anos e estudou até a segunda série do primário. Na conversa, ela pede que o filho a acompanhe.

O jovem afirmou que a mãe sempre foi um grande exemplo para ele, mas que não pode estudar o tanto quanto gostaria porque tinha que trabalhar. Porém, ela sempre comentava com os filhos para eles não deixarem de estudar.

Recentemente, Vanderson viu a história de uma senhora de 80 anos que tinha voltado a estudar. Foi o “empurrãozinho” que ela precisava para também dizer que queria estudar. Foi aí que o filho inscreveu a mãe na escola. Agora, ela fica realizada com os estudos.

 Os estados e municípios brasileiros recebem hoje (22), em suas contas-correntes, a parcela do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) relativa a fevereiro. Do total de R$ 918,97 milhões repassados, R$ 91,89 milhões (10% do total) devem ser destinados à complementação do pagamento do piso do magistério.

 
Os estados que vão receber a complementação são Alagoas, Amazonas, Bahia, Ceará, Maranhão, Pará, Paraíba, Pernambuco e Piauí. De acordo com a lei, a União repassa a complementação aos estados e municípios que não alcançam, com a própria arrecadação, o valor mínimo nacional por aluno estabelecido a cada ano. Em 2017, esse valor é de R$ 2.875,03.
 
O Fundeb é formado, quase totalmente, por recursos provenientes de percentuais de tributos, como o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) e o Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), e transferências vinculadas à educação. Além desses recursos locais, ainda compõe o Fundeb, a título de complementação, uma parcela de recursos federais.
 
Os recursos do fundo, repassados aos estados e municípios, devem ser aplicados na remuneração de profissionais do magistério em efetivo exercício, como professores, diretores e orientadores educacionais. A verba também pode ser aplicada em despesas de manutenção e desenvolvimento do ensino, compreendendo, entre outras ações, a aquisição de equipamentos e a construção de escolas.

A folia começa oficialmente na quarta-feira (22), mas quem esteve entre a Ondina e a Barra neste domingo (19) garante "que já é carnaval cidade". Não houve espaço para quem quis ficar à beira mar na orla de Salvador. As ruas transversais ficaram lotadas de crianças, adolescentes, adultos e idosos que juntos transformaram a pré-folia em um “Furdunço”, nome oficial da festa que já está na sua quarta edição. A organização estimou um público de um milhão de pessoas.

 Neste ano, foram 41 atrações na rua desfilando no contrafluxo do Circuito Dodô (Barra-Ondina), saindo da região do Clube Espanhol, em Ondina, e seguindo para o Farol da Barra. As atrações mais esperadas fizeram o público se apertar e se alguém levou pisão no pé “ninguém quis saber quem foi”.

O pagodeiro Léo Santana, que estreou na festa na melhor fase da sua carreira, era esperado desde cedo por centenas de fãs que se arriscavam até mesmo nos morros que ficam no entorno no circuito para acompanhar o “rei das santinhas”. BaianaSystem, que já tem participação cativa no Furdunço, voltou a arrastar uma multidão que “agradeceu, "merci beaucoup”.

Ao longo do desfile, houve sons para todos os gostos. O trio Armandinho Dodô e Osmar fez o “chame gente” que, por mais um ano, fez o público relembrar os sucessos de antigos carnavais. Na mesma pegada, o ‘Bailinho de Quinta’ foi seguido por uma multidão que com confetes e serpentinas dançou marchinhas tradicionais da folia.

Na região do Cristo, quem também marcou passagem foi a banda Eva. O repórter que arriscou circular pela região foi surpreendido pelo momento em que o cantor Felipe Pezonni cantou a música mais tradicional do grupo e que dá nome à banda. Não houve para andar, nem teve como fugir. O jeito foi pular junto com os fãs que quase enfrentaram “o fim da aventura humana na Terra”.

Ainda teve espaço para grupos tradicionais como Alavontê, Vitrola Baiana, Batifun, Banda Aiyê, Quebales, além da cantora Amanda Santiago. A turma da Orquestra de Pandeiros de Lauro de Freitas surpreendeu com crianças e adolescentes cantando o repertório de artistas que estão nas paradas de sucesso, como Anitta, Ludmila e MC Beijinho. Houve festa para todos os gostos.

O presidente da Empresa Salvador Turismo (Saltur), Isaac Edington, disse durante a festa que o Furdunço é marcado justamente por essa mistura. “A gente tem essa mistura. A gente tem os primeiros desfiles com as fanfarras menores. Esse ano a gente tem Léo Santana, que está com um projeto super bacana. Alavontê que todo ano inova. Evanave muito equipada. Quando a gente reúne todas essas entidades, trazem esse carnaval mais otimista”, contou.

Sobre o carnaval oficial, que começa na quarta-feira (22), o prefeito ACM Neto comentou durante o Furdunço que a festa esse ano será marcada pela maior presença dos blocos sem cordas. “Há quatro anos a gente iniciou esse movimento que foi se consolidando. Esse ano vamos ter mais atrações desfilando sem cordas do que com cordas”, afirmou. Serão mais de 30 atrações de graça nos circuitos.

Fotos: Reprodução

 Aprovada nessa quarta-feira (8), a reforma do ensino médio poderá ser implementada apenas em 2020 e ainda assim, não deve chegar imediatamente a todas as escolas. A previsão é dos estados e das escolas particulares. Isso porque a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), elemento fundamental para a implementação da reforma ainda está em discussão no Ministério da Educação (MEC).

 
"Quem entra nos holofotes agora é a Base, o início da implantação da reforma é atrelado à Base". A BNCC do ensino médio será definida pelo MEC e encaminhada para a aprovação do Conselho Nacional de Educação (CNE), para depois retornar à pasta para homologação. "Se isso ocorrer no segundo semestre, teremos até 2020 para iniciar o processo. Claro que vai depender de grande discussão, de várias definições. Começa agora uma etapa de discussão nos estados de como se dará a implementação", diz.
 
A reforma do ensino médio define que as escolas devem passar a oferecer opções de itinerários formativos para os estudantes. Eles deverão optar por uma formação com ênfase em linguagens, matemática, ciências da natureza, ciências humanas ou formação técnica.
 
Parte da formação (40%) será voltado para a ênfase escolhida e o restante do tempo, para a formação comum, definida pela Base Nacional Comum Curricular. Os estados devem começar a implementar o novo modelo no segundo ano letivo subsequente à data de publicação da BNCC. Isso pode ser antecipado para o primeiro ano, desde que com antecedência mínima de 180 dias entre a publicação da Base Nacional e o início do ano letivo – ou seja, caso aprovada no primeiro semestre, poderia começar a vigorar em 2019.
 
A diretora da Federação Nacional das Escolas Particulares (Fenep), Amábile Pacios, acredita que a reforma deve ser implementada em 2020 porque não há tempo hábil, sobretudo para o setor público se adequar. As escolas, segundo ela, precisam ter os projetos político-pedagógicos encaminhados às secretarias de educação para começarem a implementar as mudanças. "O setor [privado] é mais ágil na mudanças, mas no final depende da secretaria de educação, que define as normas e as propostas a serem implementadas. De qualquer maneira, vamos fazer a melhor proposta e prestar o melhor serviço", diz. 
 
Atualmente, o ensino médio tem 8,1 milhões de matrículas, a maioria em escolas públicas (87%) da rede estadual (80%), ou seja, a implementação da MP recairá principalmente sobre os estados. A reforma se estende a todas as escolas, ou seja, a rede particular também terá que se adequar.
 
Em termos de implementação cada estado poderá definir a melhor forma de ofertar os itinerários formativos. As escolas particulares estudam parcerias entre si. Uma das possibilidades é que um conjunto de escolas próximas ofertem cada uma um itinerário e atenda também os estudantes das demais.
 
Mudanças
 
A reforma do ensino médio define ainda que as escolas devem ampliar a carga horária para 5 horas diárias - atualmente a obrigação é 4 horas diárias - em cinco anos. A intenção é que progressivamente ampliem a carga horária para 7 horas diárias, para ofertar educação em tempo integral.
 
Segundo o presidente do Consed, Fred Amâncio, mais da metade dos estados ainda têm a carga horária de 4h. Já nas esocolar particulares, segundo Amábile, a maioria já está adequada à nova regra.
 
“Será um desafio para os estados, cada um vai ter que fazer o seu planejamento”, diz Amâncio. O financiamento será um dos grandes entraves, segundo ele, uma vez que vários estados enfrentam crises e endividamento. “Sabemos que a reforma tem um impacto [no orçamento]. Isso impacta no tempo de implementação da reforma. Cada estado vai depender das suas contas, não é questão apenas de vontade”.
 
O governo federal já anunciou duas principais linhas de auxílio aos estados. Uma delas é o Programa de Fomento à Implementação de Escolas em Tempo Integral oferece, para o ensino médio, R$ 2 mil a mais por aluno por ano para ajudar os estados. A ajuda, que seria por até quatro anos, foi prorrogada para dez anos.
 
Outra linha é o MedioTec destinado a ofertar formação técnica e profissional a estudantes do ensino médio. Ao todo, serão ofertadas 82 mil vagas. Segundo Amâncio, isso fará com que a ênfase em ensino técnico seja a primeira a entrar em vigor nas escolas. Nessa semana foi feito um workshop em Brasília para os secretários estaduais. A expectativa é que o programa comece a funcionar no segundo semestre.
Foto: (Arquivo Pessoal)

 A estudante Bruna Sena, 17 anos, é a primeira colocada em medicina da USP de Ribeirão Preto, curso mais concorrido da Fuvest-2017. Negra e estudante de escola pública, ela é militante social e defende as cotas para universidade. No seu perfil do Facebook, a jovem postou uma frase que provocou polêmica: "A casa grande surta quando a senzala vira médica". 

A garota foi criada sozinha pela mãe, Dinália Sena, que é caixa de supermercado. Com salário de R$ 1.400, ela sempre priorizou a educação da filha. A garota fazia kumon de matemática com ajuda dos vizinhos e no último ano, além de estudar em uma escola pública, ganhou uma bolsa para um cursinho que tem aulas ministradas por alunos da própria USP. Ela ia de manhã para a escola e de noite para o cursinho.

"Quero atender pessoas de baixa renda, que precisam de ajuda, que precisam de alguém para dar a mão e de saúde de qualidade", disse a estudante à Folha de S. Paulo. Ela defende o uso de cotas raciais no vestibular: "Não há como concorrer de igual para igual quando não se tem oportunidades de vida iguais", afirma. 

 Depois de suspender temporariamente a matrícula dos calouros do semestre 2017.1, que começaria na última sexta-feira (3), a Universidade Federal da Bahia (Ufba) retoma o processo hoje. O atraso tinha sido provocado pela falta de nomes de alguns alunos aprovados pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), de acordo com a lista enviada pelo Mistério da Educação (MEC).

As matrículas seguem até a quarta-feira (8). “O novo calendário foi possível após a UFBA receber, às 15h30 do dia 2, os dados necessários para a efetivação da matrícula, indicando quais as cotas e categorias a serem preenchidas pelos alunos”, afirmou a instituição, em comunicado.

É preciso levar documento de identificação com foto, CPF, foto 3x4 recente, documento que comprove a quitação das obrigações eleitorais - para maiores de 18 anos -, certificado de conclusão do Ensino Médio e Histórico Escolar, diploma e histórico escolar da graduação - para graduados  que não concorreram pela reserva de vagas -, declaração de que não ocupa vaga em graduação em outra instituição pública.

Confira cronograma de matrícula da Ufba 2017.1

  • Campus Salvador - matrículas na Escola Politécnica (Federação)

6 de fevereiro  
8h às 11h30  Educãção Física, Medicina, Medicina Veterinária, Serviço Social, Ciências Biológicas, Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Fonoaudiologia, Gastronomia, Nutrição, Odontologia, Saúde Coletiva, Zootecnia, Licenciatura e Ciências Naturais, Pedagogia e
 Psicologia.

14h às 17h  Administração, Direito, Letras Vernáculas, Letras Vernáculas e Língua Estrangeira, Lìngua Estrangeira Inglês/Espanhol (noturno), Lìngua Estrangeira Moderna ou Clássica, Ciências Econômicas, Comunicação - Jornalismo, Comunicação - Produção, História (noturno), Museologia, Filosofia e Ciências Sociais.

7 de fevereiro  
8h às 11h30 Arquitetura e Urbanismo, Engenharia Civil, Eng. de Agrimensura e Cartografia, Eng. da Computação, Eng. de Controle e Automação, Eng. Elétrica, Eng. Mecânica, Eng. de Minas, Eng. de Produção, Eng. Sanitária e Ambiental, Eng. Química, Biotecnologia (noturno), Sistemas de Informação (noturno) e Estatística. 

14h às 17h Ciência da Computação, Computação - Licenciatura, Física, Geologia, Química, Geofísica, Geografia, Transporte Terrestre - Gestão de Transporte e Trânsito, Matemática, Oceanografia, Ciências Contábeis e Dança. 

8 de fevereiro  
8h às 11h30 BI em Artes, BI em Humanidades e Arquivologia.

14h às 17h BI em Saúde, BI em Ciências e Tecnologia, Secretariado Executivo, Estudo de Gênero e Diversidade e Biblioteconomia e Documentação.
 

  • Campus Anísio Teixeira - matrículas no Instituto Multidisciplinar em Saúde (Vitória da Conquista)

 

6 de fevereiro  
8h às 11h30 Psicologia
14h às 17h Enfermagem

7 de fevereiro  
8h às 11h30 Ciências Biológicas e Farmácia.
14h às 17h Biotecnologia

8 de fevereiro  
8h às 11h30 Medicina
14h às 17h Nutrição

 A Universidade Federal da Bahia (Ufba) suspendeu temporariamente a matrícula dos calouros aprovados no Sistema de Seleção Unificada (SISU) 2017.1, que ocorreria nos dias 3, 6 e 7 de fevereiro. A universidade informou por meio de nota que a decisão é em decorrência do não envio da listagem dos aprovados pelo Ministério da Educação (MEC).

 
O fato também atinge as demais instituições federais de ensino superior, informa a Ufba.
 
Contudo a instituição afirma que os alunos aprovados terão seu direito à matrícula garantido. “Tão logo a UFBA receba a referida listagem, divulgaremos amplamente o novo calendário, para que todos possam se apresentar com a documentação necessária”, informa a nota.
 
A Ufba confirmou ainda que o semestre 2017.1 começará no mês de maio, como já previsto. Todas as informações sobre o processo de matrícula estarão disponíveis no site da Ufba.
 
A Tarde.
Entrevistas
Governador Mangabeira: Programa ‘Prefeitura em Movimento’ ganha destaque e coloca município como referência de gestão pública
Mídia TV
VT - Moderna Gestão e Assessoria
Mural de Recados
Marcia escreveu para Midiareconcavo
"Parabens ao melhor de todos os sites da regiao. Eu ja estava com saudades da informação de todos os lugares em primeira mao."
simone escreveu para planejar concursos
"Bom dia, gostaria de uma justificativa da empresa pois, estou tentando a horas realizar minha inscrição no concurso e até o momento não obtive êxito, o que está ocorrendo com o site. Agradeço desde de já."
Podcast
Spot - Câmara de Cruz das Almas
Escute o Spot da Câmara de Vereadores de Cruz das Almas.