Acidentes - Mídia Recôncavo
Recôncavo, Sexta , 17 de Agosto de 2018
Enquete
Entre Aspas
Seja amor,seja muito amor. E se mesmo assim for difícil ser, Não precisa ser perfeito, Se não der pra ser amor, Que seja ao menos respeito. #CultiveORespeito
  Disse Desconhecido  
Acidentes
Foto: Eduardo Andrade/ RPC Curitiba

Um vizinho do prédio onde morava a advogada Tatiane Spitzner, de 29 anos, em Guarapuava, na região central do Paraná, encontrada morta após cair do 4º andar, disse em depoimento à Polícia Civil ter visto uma mulher "com uma das pernas para fora da sacada debruçada sobre o parapeito, ameaçando se jogar". A testemunha mora em frente ao local e diz ter visto a movimentação no apartamento, por volta das 2h do domingo (22), e que a mulher "desistiu da intenção e retornou para a sacada". Segundo ele, ocorria uma briga entre um casal. A reportagem teve acesso com exclusividade, nesta segunda-feira (30), aos depoimentos prestados por quatro testemunhas, incluindo um irmão do suspeito Luis Felipe Mainvaler, de 32 anos, marido da vítima. Ele está preso por suspeita de feminicídio, mas nega as acusações e diz que a mulher se jogou da sacada do apartamento. Até esta segunda, a polícia ouviu 18 pessoas. Vizinhos do casal que disseram ter ouvido a briga. Ninguém viu o momento que Tatiane caiu da sacada. Conforme o relato da testemunha, "passado algum tempo, o homem saiu novamente pra casaca e se segurou no parapeito e acenou com a cabeça de forma negativa, parecendo muito nervoso". Ele diz ter visto o homem entrar novamente no apartamento, "dando a entender que a discussão havia sido encerrada". Após entrar em casa novamente, o vizinho contou em depoimento que, cerca de cinco ou dez minutos depois, "ouviu um barulho na rua, como se fosse um objeto caindo". O carro da testemunha, que estava estacionado em frente à casa, impediu a visão para a calçada do prédio, segundo o depoimento. O relato indica que um homem saiu pela portaria do prédio e caminhou em direção à calçada. Ele diz ter visto o homem colocar as mãos na cabeça e dizer "o que você fez?". O homem conta que saiu de casa, correu em direção a ele e viu a "mulher caída com sangue no chão". O vizinho afirma que falou para o rapaz não pegar a mulher enquanto tentava ligar para o socorro. "O homem chorando dizia 'não adianta, ela já está morta' e a erguei e a segurou em pé de frente para ele e a levou para dentro do prédio", diz trecho do depoimento. A testumunha conta ainda que "o homem estava muito alterado e chorava muito". Testemunha diz ter visto marido recolher corpo de mulher após queda do 4º andar e ouvido gritos: 'Meu amor, acorda' 'A imagem da minha esposa pulando a sacada não saía da minha cabeça', diz suspeito de jogar mulher. 'Sinto não poder abraçar e beijar a minha filha de novo', diz pai de advogada. Outras testemunhas. Em outro depoimento à polícia, uma vizinha diz que encontrou a pulseira de Tatiane caída na varanda dela. A pulseira foi entregue à polícia. A mulher conta também que ouviu choro e pedidos de socorro. Outra testemunha ouvida pela polícia, que mora no andar de cima do casal, afirma que ouviu parte da discussão do casal porque desceu as escadas e ficou na porta do apartamento. Ele conta que Tatiane disse chorando "deixa eu ver esse celular" e que Luis Felipe não parecia nervoso. Segundo o vizinho, o marido respondeu em tom de deboche que não ia deixá-la ver o aparelho. A testemunha diz ainda que escutou o suspeito mandando a mulher sair de casa e ela dizendo que iria embora. Ele afirma que enquanto tentanva ligar para o pai, ouviu Tatiane gritar por socorro e logo depois um barulho como se fosse a batida de um carro. Nesta segunda, o irmão do suspeito, André Mainvaler, prestou depoimento à polícia em Guarapuava. Segundo ele, o relacionamento do casal era aparentemente normal, salvo situações pontuais e sem expressão.O irmão relata que havia sinais de ciúmes cotidianos por parte da cunhada. O que dizem as defesas. O advogado da família de Tatiene, Gustavo Scandelari, afirmou que “a grande maioria dos depoimentos contradizem a versão do investigado”. Ele disse também que vai aguardar a finalização do inquérito para comentar sobre os depoimentos juntamente com os laudos, que ainda não foram concluídos.Em entrevista concedida em Guarapuava, nesta segunda, o advogado defesa do suspeito, Adriano Bretas, disse que Luis Felipe está "se prontificando a colaborar com as investigações e se prontificando a esclarecer absolutamente todos os questionamentos". Fonte: G1

Modelo igual ao que participou de acidente no interior de São Paulo

Dois jovens morreram depois que o carro esportivo Porsche Cayman S em que viajavam atingiu a defensa de uma rodovia e capotou, no início da manhã deste domingo (29), em Monte Mor, no interior de São Paulo. As vítimas, o empresário Antonio Ademir Capelini Junior, de 30 anos, e o advogado José Elias Zanata Junior, de 26, morreram na hora. Os dois amigos retornavam de uma festa em Campinas. Motoristas que pararam no local do acidente disseram aos policiais que o veículo possivelmente participava de um 'racha' com outro automóvel, um Audi, mas a Polícia Rodoviária Estadual não confirmou essa informação. Já a Polícia Civil informou que o carro vai passar por uma perícia que pode determinar a velocidade em que o carro estava no momento do acidente. Testemunhas do acidente também serão ouvidas.

Capelini Junior era empresário do setor de confecções em Cerquilho, enquanto Zanata era advogado em Tietê, cidade vizinha. Eles retornavam para casa depois de terem participado de uma festa conhecida como Feijoada do Rosa, na Fazenda Santa Margarida, em Campinas. O acidente aconteceu no km 25 da rodovia Jornalista Francisco Aguirre Proença (SP-101), próximo de Monte Mor. O impacto foi tão forte que o Porsche arrancou a defensa metálica da rodovia e capotou, indo parar a mais de 100 metros do local do acidente. Partes da estrutura do veículo ficaram espalhadas pela pista. O serviço de resgate da concessionária Rodovias do Tietê foi acionado, mas já encontrou as vítimas sem vida.

Foto: TV Verdes Mares/Reprodução

Mais dois ônibus foram incendiados na noite deste domingo (29) nos bairros Bonsucesso, em Fortaleza, e Sítios Novos, na cidade de Caucaia, Região Metropolitana da capital. O prédio da Secretaria da Fazenda (Sefaz) de Caucaia também foi atingido com tiros durante a noite. No total, 14 ônibus e oito prédios públicos foram atacados por criminosos de sexta-feira (27) até este domingo. Conforme o secretário da Segurança Pública do Ceará, delegado André Costa, a sequência de ataques ocorridos no estado aconteceu em represália às mortes de três criminosos em troca de tiros contra a Polícia Militar, ocorridas no município de Amontada, na quinta-feira (26). Três suspeitos de participar dos atentados foram presos. Os ataques mais recentes ocorreram por volta das 20h30. Conforme a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o motorista do ônibus de Caucaia foi abordado por homens que estavam em um carro. Os suspeitos ordenaram que os ocupantes deixassem o veículo e atearam fogo. Os criminosos ainda dispararam contra o coletivo e depois fugiram. Segundo a polícia, esse mesmo grupo atirou contra o posto de fiscalização da Sefaz, na rodovia BR-222. As marcas dos disparos ficaram na fachada do prédio. Ninguém ficou ferido. Já no Bairro Bonsucesso, na capital cearense, homens abordaram o veículo do transporte público na Avenida Vital Brasil. Os suspeitos também orderam a saída do motorista e dos passageiros e queimaram o ônibus. Onda de violência.

Foto: Reprodução Google Street View

Um ciclista ficou ferido após ser atingido por um ônibus na Avenida Aliomar Baleeiro, no bairro de Nova Brasília, em Salvador, na manhã desta segunda-feira (30). Ao bahia.ba, a Superintendência de Trânsito (Transalvador) informou que o acidente aconteceu nas imediações do Cemitério Bosque da Paz, por voltas das 7h. Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada. Não há informações sobre o estado de saúde da vítima. WhatsApp – Você pode colaborar com o bahia.ba e enviar mensagens, foto ou vídeo por WhatsApp para o número (71) 99677-5577, com informações do trânsito ou qualquer outra situação que ocorre no seu bairro, na sua cidade, nas estradas ou por onde você passa. Fonte: Bahia.Ba

Foto: Divulgação/Arteris

Uma menina nasceu durante um trágico acidente de trânsito na Rodovia Régis Bittencourt, no interior de São Paulo. Uma jovem, que estava grávida, foi arremessada para fora de um caminhão e morreu após ter o abdômen rompido, o que obrigou a bebê a nascer involuntariamente. Segundo médicos ouvidos pelo G1, o corpo da mãe acolheu a bebê nos primeiros minutos de vida, o que foi fundamental para que a menina conseguisse sobreviver. O acidente ocorreu por volta das 12h30. O médico Elton Barbosa foi chamado para socorrer duas vítimas de um acidente no Km 517, na Serra do Azeite, em Cajati. Ele faz parte da equipe de atendimento pré-hospitalar da Rodovia Regis Bittencourt, que imediatamente foi para o local da ocorrência identificar o que realmente havia acontecido. De acordo com a concessionária responsável pela rodovia, uma carreta que transportava tábuas de madeira saiu da pista e tombou. O motorista ficou preso nas ferragens do veículo e a passageira, uma gestante de cerca de 39 semanas, foi arremessada para fora do caminhão. A carga de madeira caiu na rodovia e atingiu a mulher. “O motorista já estava sendo retirado das ferragens do caminhão por outra equipe. A mulher estava embaixo de pranchas de madeira. Eu estava tentando chegar até a vítima para atestar o óbito quando ouvi um choro abafado de uma criança. Tiramos as pranchas de madeira e vimos a gestante. A criança estava entrelaçada nas vísceras da mãe”, conta o médico. De acordo com Fernando, com o capotamento, a jovem caiu na rodovia e várias tábuas de madeira caíram em cima dela. A hipótese, segundo o médico, é que as pranchas tenham rompido o abdômen da mãe. "O feto foi expulso pelo trauma. Quando eu cheguei, o bebê estava entrelaçado nos restos mortais. Eu retirei aquela criança, fiz os procedimentos cabíveis e levei para a ambulância”, conta Barbosa. A bebê foi encaminhada para a UTI Neonatal do Hospital Regional de Pariquera-Açu, cidade vizinha a Cajati. Até a publicação desta reportagem, nenhum familiar apareceu no hospital para identificar e registrar o recém-nascida. Enquanto a bebê estiver internada, a Polícia Civil irá tenta localizar os documentos dos pais. Caso nenhum familiar apareça, o Serviço Social do hospital aciona o Conselho Tutelar para levar a criança para um abrigo até que a Justiça determine o destino da criança. Ainda segundo o hospital, a bebê não teve ferimentos, mas, por conta do trauma, necessita de cuidados médicos, apesar de passar bem. O médico que realizou o resgate ainda não acredita como a bebê conseguiu se manter viva até a chegada da equipe. Vou ser sincero. Foi Deus. Pela cinemática, pelo que eu vi, não sei como saiu viva. Quem manteve viva foi o próprio corpo da mãe. É raro isso acontecer. O abdômen da mãe foi exposto. A mãe estava sob várias pranchas de MDF. Eu não sei como essa criança saiu viva”, explica o médico. A mãe da menina teve esmagamento de crânio e perdeu vários membros. O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Registro. Porém, a mulher estava sem os documentos pessoais e ainda não foi identificada. Jonathas Ferreira, o motorista da carreta, foi encaminhado ao Hospital Regional de Pariquera-Açu. O G1 não conseguiu entrar em contato com ele. Porém, segundo informações obtidas pela reportagem, ele não é o pai da criança e apenas deu uma carona para a gestante. O momento de dor e esperança ficará marcado na memória do médico. “Foi emocionante. Infelizmente tivemos o óbito da mãe, torcemos para que isso não ocorra. Mas, diante da tragédia, conseguimos fazer o procedimento e salvar a bebê. Foi gratificante. Essa ocorrência literalmente marcou a minha vida. Acho que na história da rodovia nunca ocorreu um acidente nessa proporção. Perdemos uma vida, mas fomos responsáveis por dar a vida a uma menina”, finaliza. Fonte: G1

Foto: Reprodução

Um caminhão e uma carreta se envolveram em um acidente próximo ao trevo de acesso ao município de Conceição do Almeida, no Recôncavo baiano. A colisão aconteceu na manhã desta quarta-feira (25), na BR 101 após os dois veículos pesados colidirem frontalmente. A Polícia Rodoviária Federal esteve no local para ajudar a controlar o trânsito que ficou lento no local. Não há informações sobre feridos.Fonte: Forte na Notícia

Foto: Reprodução Google Street View

Um motociclista ficou ferido na manhã desta terça-feira (24), ao cair da moto no bairro do Trobogy, em Salvador. As informações são da Superintendência de Trânsito (Transalvador). Ao bahia.ba, o órgão contou que o acidente aconteceu próximo a um posto de gasolina, localizado na via marginal da Avenida Luís Viana Filho (Paralela). A ocorrência foi registrada às 7h42. Uma unidade do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada. Não há detalhes sobre o estado de saúde da vítima. Mais cedo, um ciclista morreu após colidir contra um carro na Avenida Luís Eduardo Magalhães. WhatsApp – Você pode colaborar com o bahia.ba e enviar mensagens, foto ou vídeo por WhatsApp para o número (71) 99677-5577, com informações do trânsito ou qualquer outra situação que ocorre no seu bairro, na sua cidade, nas estradas ou por onde você passa. Fonte: Bahia.Ba

Foto: Maurícia da Matta/EC Vitória

A Apfut (Autoridade Pública de Governança do Futebol), órgão subordinado ao Ministério do Esporte, abriu processos administrativos contra dez clubes por descumprimento das regras Programa de Modernização da Gestão e de Responsabilidade Fiscal do Futebol Brasileiro (Profut). Cinco deles: Vitória, Fluminense, Vasco, Internacional, Paraná, disputam a Série A do Brasileirão. Caso sejam condenados pela entidade fiscalizadora, poderão ser excluídos do Profut e ter suas dívidas fiscais agravadas, conforme informações do jornal O Globo. Os processos administrativos foram abertos pela área técnica da Apfut. Hoje, os dez clubes preparam as defesas que apresentarão à entidade. Em última instância, caso seja mantido o entendimento de que suas equipes infringiram as regras do Profut, seus dirigentes poderão apelar ao plenário do órgão, composto por presidente e nove representantes de clubes, atletas, treinadores, entidades de fomento, além de membros dos Ministérios do Esporte e da Fazenda. O principal risco, em caso de condenação, é a exclusão do clube do Profut. O programa foi instituído pelo governo federal em 2015 como caminho para que times de futebol, com enormes dívidas fiscais, parcelassem seus débitos em até 20 anos. No momento da adesão, as equipes receberam descontos em multas, juros e encargos. A exclusão do Profut fará com que esses benefícios sejam cancelados e com que a Justiça volte a cobrar as pendências. Os clubes tiveram cerca de três anos para se adaptar às regras do Profut. A limitação do déficit só foi implementada a partir de 1º de janeiro de 2017, embora clubes se valham dos benefícios da renegociação desde a sua implementação, em 2015. O Profut prevê o endurecimento desta exigência a partir de 1º de janeiro de 2019, quando déficits registrados pelos times participantes do programa não poderão ser maiores do que 5% em relação ao ano anterior. O Vitória dirá em sua defesa que grande parte de seu déficit aconteceu por uma boa causa. Em 2017, o time baiano reconheceu dívidas trabalhistas e também municipais. A confissão dessas dívidas, respectivamente de R$ 20 milhões e R$ 19 milhões, fez com que seu balanço financeiro apresentasse um prejuízo em boa parte contábil — existente apenas no plano contábil, para que essas cifras fossem incluídas entre as dívidas rubro-negras, sem que houvesse “efeito caixa”.  "Informamos previamente à Apfut que faríamos ajustes contábeis que não estavam sendo efetuados pelas gestões passadas, buscando ao máximo retratar a nossa realidade financeira. Esperamos não sofrer qualquer punição, uma vez que estamos cumprindo rigorosamente nossas obrigações, principalmente em relação às do Profut", explicou Ricardo David, presidente do Vitória. Fonte: Bocão News

Foto: Reprodução

Uma mulher morreu após o carro em que estava bater em uma carreta-tanque na BR-242, entre Barreiras e Cristópolis, no oeste da Bahia, no domingo (22). Outras três pessoas da mesma família ficaram feridas, uma delas está em estado grave. Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), depois da batida, o carro capotou e foi parar em uma área de mata, no acostamento da rodovia. Já a carreta, que transportava diesel, perdeu um dos pneus dianteiros. A PRF informou ainda que o veículo que a mulher seguia saiu de Brasília com destino à Feira de Santana. Não há detalhes sobre quem estava dirigindo o carro. Fonte:bahia.ba

Foto: Pedro de Oliveira/Divulgação/Alep

O deputado estadual Bernardo Ribas Carli (PSDB) morreu em um acidente aéreo no município de Paula Freitas, no sul do Paraná, por volta das 11h30 deste domingo (22), segundo a assessoria dele. Dois pilotos também morreram na queda. Ainda de acordo com a assessoria, Carli decolou de Guarapuava no começo da manhã rumo a um compromisso em União da Vitória, também no sul do estado. O deputado participaria da 62ª Festa dos Motoristas, na Paroquia Nossa Senhora de Salete, a convite do prefeito Santin Roveda. O velório será na Prefeitura de Guarapuava, ainda sem horário definido. A Secretaria da Segurança Pública do Paraná (Sesp-PR) informou, em nota, que equipes do Corpo de Bombeiros e das polícias Militar, Civil e Científica prestam atendimento no local do acidente do avião modelo Seneca. Segundo a Sesp-PR, a Polícia Civil vai instaurar um inquérito, que vai tramitar paralelamente às apurações dos órgãos da aviação civil. Luto oficial. O Governo do Paraná e a Assembleia Legislativa decretaram luto oficial de três dias pela morte do deputado. As bandeiras do Estado e do país ficarão a meio mastro durante o período em todas as repartições públicas. "Em nome dos paranaenses, o Governo do Estado manifesta o mais profundo sentimento de pesar e solidariedade aos familiares do parlamentar e dos pilotos", diz a nota do estado. Histórico: Bernardo Ribas Carli tinha 32 anos, nasceu em Guarapuava, na região central do estado, e era graduado em Administração de Empresas. Ele cumpria o segundo mandato como deputado estadual. Na Assembleia, também era presidente da Comissão de Esportes da Assembleia Legislativa e coordenador da Frente Parlamentar dos Produtores de Energia Elétrica. Bernardo é filho do ex-prefeito de Guarapuava, Luiz Fernando Ribas Carli, e irmão do ex-deputado estadual Luiz Fernando Ribas Carli Filho, condenado por matar duas pessoas em um acidente de trânsito. O suplente de Bernardo Ribas na Assembleia Legislativa é Wilson Quinteiro (PSB), de Maringá, segundo a assessoria do Legislativo. Família lamenta: A família de Bernardo Carli divulgou uma nota lamentando a perda, na tarde deste domingo. Veja a íntegra: "Neste domingo recebemos a avassaladora notícia de que Bernardo Ribas Carli, que havia saído de casa para cumprir com o seu trabalho de representante dos paranaenses, não mais retornará para nós. Não há consolo nem palavras que consigam explicar a perda. O vazio provocado pela ausência física do nosso Bernardo permanecerá enquanto vivermos, mas é certo que em nossos corações ele estará sempre presente, como exemplo de um ser humano extraordinário. Rogamos que Deus nos dê clareza para entender seus desígnios e forças para seguir adiante. Agradecemos todas as manifestações de conforto. O carinho que estamos recebendo é o que nos permite o mínimo de equilíbrio. Neste momento, a dor e as medidas que precisam ser tomadas não permitem outras manifestações. Pedimos a compreensão de todos que nos procuram buscando informações. Família Ribas Carli" Autoridades lamentam. O ex-governador Beto Richa, presidente do PSDB no Paraná, lamentou a morte de Carli. "Profundamente abalado com a notícia da trágica morte do amigo e jovem deputado Bernardo Ribas Carli. Que Deus, na sua imensa benevolência, conforte a família neste momento de grande dor. Eu e Fernanda sofremos juntos a ausência repentina do Bernardo, ao lado da sua família", disse. O prefeito de Guarapuava, Cesar Silvestri Filho, também divulgou uma nota em que lamenta a morte. "Neste momento de tristeza, transmitimos nossas condolências e pedimos a Deus que abençoe e conforte sua família e amigos". O presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, Ademar Traiano (PSDB), desejou força à família e lembrou da alegria de Bernardo. "Nunca estamos preparados pra enfrentar a morte, ainda mais de um jovem alegre, com um futuro inteiro pela frente. Nosso amigo, Bernardo Carli, partiu hoje num trágico acidente de avião. Ainda estamos em choque". Fonte:G1

Entrevistas
Organizadores do “Bloco As Muriquetes” falam sobre a expectativa deste evento que vem animando os muritibanos a cada ano
Mídia TV
VT - Moderna Gestão e Assessoria
Mural de Recados
Tarsila escreveu para Joseane
"Vdd eu tbm eu quero saber tbm de todas as notícias desses anos que esta acontecendo muitas coisas ai è bom saber das coisas primeiro..."
Joseane Bonfim escreveu para Anderson Bella
"Ola, tudo bem? Sou Joseane Bonfim e estou fazendo uma pesquisa sobre os blogs da região de SAJ, o Midia Reconcavo se encaixa na categoria de Blog?"
Podcast
Spot - Câmara de Cruz das Almas
Escute o Spot da Câmara de Vereadores de Cruz das Almas.