Eventos - Mídia Recôncavo
Recôncavo, Sexta , 24 de Novembro de 2017
Enquete
Entre Aspas
Seja amor,seja muito amor. E se mesmo assim for difícil ser, Não precisa ser perfeito, Se não der pra ser amor, Que seja ao menos respeito. #CultiveORespeito
  Disse Desconhecido  
Eventos
Foto: Anderson Bella / Mídia Recôncavo
Prefeito Roque Isquem e Marcus Ferreira

A cidade de Muritiba,  irá compartilhar a boa música em agosto, na segunda edição do Recôncavo Jazz Festival. A elegância do jazz e todo o charme da região compõem juntos o cenário ideal para o festival, que acontece nos dias 6, 7 e 8 de agosto, na Praça do Bonfim, recentemente reformada. O evento aberto ao público traz ao Recôncavo nomes de peso do jazz baiano, além de atrações locais.

Na ocasião de lançamento do evento, em coletiva à imprensa do Recôncavo nesta sexta-feira (30), o prefeito da cidade, Roque Luiz Dias dos Santos, “Roque Isquem” , demonstrou sua satisfação com a iniciativa dos produtores do Festival. “Já estava na hora desses eventos culturais serem sediados em Muritiba. Esse era um desejo meu desde 2013. Então, juntou o meu desejo com o projeto do Marcus e do Eric. E é obrigação da prefeitura abrir as portas e dar as condições para o evento ser realizado”, afirmou.

Além do palco principal, a cidade serrana será tomada por shows solos de músicos locais. Atenta às novas tendências, a curadoria do festival explora a diversidade do universo do jazz e auxilia na difusão do conhecimento musical promovendo as Master Classes, aulas gratuitas ministradas por músicos participantes do evento e abertas à participação de músicos e estudantes. Com patrocínio da Prefeitura Municipal de Muritiba, o Recôncavo Jazz Festival é realizado pelas produtoras baianas Putzgrillo! Cultura e Ginga P. Culture Business.

 

A Prefeitura Municipal de Muritiba, através da Secretaria de Cultura, divulgou nesta quinta-feira (22), a programação completa da Festa do Bonfim 2015. Um dos eventos mais esperados da região, a Festa desse ano conta com atrações de peso no cenário nacional. Estará presente no evento as bandas É o Tchan, Harmonia do Samba, Saiddy Bamba, Kart Love, La Furia, Asas Livres, Negra Cor entre outras. Confira!

Foto: Anderson Bella / Mídia Recôncavo

Uma missa em ação de graças celebrada na noite desta terça-feira, 20, na Praça Matriz de São Pedro, em Muritiba, no Recôncavo Baiano, marcou os 40 anos de sacerdócio do Padre José. Milhares de fiéis e autoridades, como o prefeito da cidade Roque Isquem, presidente da Câmara Clementino Fraga e o prefeito de Cabaceiras do Paraguaçu, Paulinho da Balsa, compareceram ao evento.

Em uma verdadeira demonstração de fé e gratidão, as 1.500 cadeiras colocadas na Praça foram ocupadas, e cerca de 1.000 pessoas ficaram em pé, espalhadas pelo local. Durante a cerimônia, os olhares de emoção demonstravam o carinho que a comunidade católica tem com o líder religioso, que durante sua vida sacerdotal já realizou o sonho de muitas famílias de toda a região através de batizados, casamentos entre outros. Em seu pronunciamento, Padre José falou da sua emoção com as homenagens e agradeceu à todos que contribuíram na realização do seu trabalho.

Foto: Reprodução

A 29 dias para o Carnaval, o governador Rui Costa se reuniu, nesta quarta-feira (14), com o cantor e compositor Carlinhos Brown, que agradeceu o apoio dado pelo Estado. O encontro foi realizado na Governadoria, no Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador, com a presença dos secretários estaduais de Cultura, Jorge Portugal, e do Turismo, Nelson Pelegrino.

Em conversa com a imprensa, o chefe do Poder Executivo afirmou que, em 2016, vai apoiar o 'Afródromo' – projeto de Carlinhos Brown para o bairro do Comércio. O governador também informou que, este ano, o Carnaval da Bahia irá receber do Governo do Estado cerca de R$ 66 milhões. “Passado o Carnaval [deste ano], vamos chamar os artistas para discutir um novo projeto para o Carnaval. Quero fazer um diálogo com a prefeitura, que é quem coordena exclusivamente. O [Governo do] Estado quer ter um protagonismo maior, ser também um coordenador do Carnaval”, disse.

Rui Costa enfatizou que pretende criar um roteiro carnavalesco fora da capital. “Que possamos construir uma grande retomada dos projetos culturais na Bahia, inclusive, o circuito no interior do estado. Queremos realizar um grande circuito cultural em todas as regiões do estado”.

Diálogo

Carlinhos Brown, por sua vez, agradeceu o apoio do governo baiano, por meio de editais, a projetos culturais capitaneados por ele, como o ‘Pérolas Mistas’ e a ‘Enxaguada Du Bonfim’. Outra iniciativa que tem apoio do Estado é a da Associação Pracatum. De acordo com Brown, a entidade desenvolve ações educacionais no bairro do Candeal. “São vagas para 500 alunos. Temos mais [vagas] para mais 280 alunos para cursos de línguas como inglês e reforço de português, além da creche para 380 crianças”.

Segundo Jorge Portugal, do montante investido pelo Governo do Estado no Carnaval, cerca de R$ 10,6 milhões são por meio da Secretaria de Cultura (Secult). “É de responsabilidade da Secretaria da Cultura o Carnaval do Pelourinho. Montaremos lá um grande palco, onde se apresentarão cinco atrações. Também apoiamos o Carnaval Ouro Negro com os blocos afros e blocos de samba”. Já Nelson Pelegrino informou que à Secretaria do Turismo (Setur) coube gerir o volume de R$ 15 milhões. O valor é utilizado para organizar o receptivo e os postos de atendimento aos turistas. 

Um Convite Especial: Levy Emmanuel Canta a Arte de Geraldo Azevedo. Este evento é o resultado da parceria com empresas interessadas pela Cultura de Cruz das Almas. Então, convido os amantes da MPB para este momento de integração e consciência do belo. Dia 20 de Dezembro às 21:00 (em ponto!). COM ENTRADA FRANCA! Os convites estarão dispostos a partir desta segunda-feira (15/12) no balcão de recepção da Biblioteca Pública Municipal, onde acontecerá o evento. Vamos juntos dividir a cena, numa releitura exclusivamente com as canções deste grande Poeta da Música Popular Brasileira. Abraços cheios de Deus e harmonia... Paz e Bem a todos e todas. Carinhosamente, Levy Emmanuel.

Foto: Tatiana Azeviche/Setur
Festa D'Ajuda em Cachoeira

Cidade que respira história e cultura, o município de Cachoeira, um dos principais destinos do turismo religioso da Bahia, realiza a Festa D’Ajuda a partir de domingo (9). O evento, que acontece há mais de 400 anos, atrai devotos católicos, principalmente do Recôncavo, até o dia 25 próximo. 

Unindo o sagrado e o profano, com tríduo, procissão, missa, fanfarras, terno e samba de roda, a programação será aberta com o Bando Anunciador, às 10h, com um desfile na Praça Maciel, seguido de charangas e caminhões alegóricos. Após uma pausa, a festa é retomada na madrugada do dia 15, com o Terno do Silêncio, que, ao contrário do nome, desfila ao som das fanfarras, acompanhado pelo público, numa alegre algazarra. 

O ponto alto é no dia 23, quando a festa chega a reunir cerca de 15 mil visitantes. Nesse dia, no Largo D’Ajuda, acontecem shows de grupos de samba de roda da cidade e apresentação do Terno da Alvorada. A criatividade dos participantes na hora de montar as fantasias - como homens travestidos, ‘cabeçorras’ e pierrôs -, é o que mais chama a atenção dos visitantes. 

Ocupação 

Uma das figuras mais aguardadas é o mandu, personagem que se apresenta com uma vestimenta formada por um cabo de vassoura atravessado nas costas, um paletó velho, um lençol amarrado da cintura à cabeça, além de anáguas e uma peneira. De acordo com o secretário de Cultura e Turismo de Cachoeira, José Luiz Bernardo, a rede hoteleira da cidade, que conta, em média, com 750 leitos, atinge, 90% de ocupação nesse período. 

 

Foto: Reprodução

“Mas, mãe… Eu tenho medo de lobisomem”, disse Rodrigo dos Santos. Quando a história do “Homem que Virava Bicho e o Bicho que Virava Homem” começou a ser contada pela Boneca Zamília, um sorriso, ainda tímido, começou a nascer no rosto de Rodrigo. A manhã de domingo (2) reuniu no Cine Theatro Cachoeirano, além dele, cerca de 150 crianças para o lançamento de mais um conto quilombola de Cachoeira produzido pela Enseada, em parceria com a empresa Brasil com Artes, durante a Festa Literária Internacional de Cachoeira (Flica).

A história do lobisomem prendeu a atenção do público e, contada por Zamília, divertiu até o Rodrigo. “Essa boneca é muito legal e engraçada. Agora acho que não tenho mais medo, porque ela me ajudou a ver que isso é imaginação e história de mentirinha. Estou me divertindo muito aqui e adorei as brincadeiras”, contou o menino, desta vez mais corajoso.

Jamile Menezes, a atriz que dá vida à Zamília, já trabalha com crianças há mais de um ano e vê na iniciativa da Enseada uma grande oportunidade de divulgar as histórias da região dos quilombos. “Temos coisas riquíssimas para serem contadas e as crianças precisam conhecer as histórias além da Disney. O trabalho do Estaleiro de promover essa cultura é muito interessante por várias razões, mas a principal delas é não deixa-la apenas na oralidade. Transformar tudo isso em livro é uma forma de valorizar essa tradição”, afirmou a arte-educadora.

(Foto: Henrique Mendes/G1 Bahia)
Última mesa da Flica 2014 discutiu vioLência, políticas de reparação social e afirmação identitária

"A gente consegue ir à lua, mas não consegue equilibrar as relações humanas, lidar com as diferenças. O Brasil não é um lugar tranquilo", disse o romancista e roteirista Paulo Lins durante a décima segunda e última mesa de debates da 4ª Festa Literária Internacional de Cachoeira (Flica), no recôncavo da Bahia, que chegou ao fim no início da tarde deste domingo (2).

Por meio do tema "Demarcando Espaços e Territórios", Paulo Lins discutiu com os poetas e professores Nelson Maca e Juraci Tavares assuntos relacionados à violência contra a população negra, às políticas de reparação social e a literatura de afirmação identitária.  Autor do livro "Cidade de Deus", que fala sobre o avanço do tráfico de drogas e repressão policial nas favelas, Lins ressaltou que o país vive em guerra, e que a população negra é a principal vítima da violência. "Se você está na rua, você vê que todo mundo tem medo. Nas grandes cidades, você tem a violência e o bicho pega. A guerra continua", considerou.

Neste contexto, a redução da maioridade penal entrou em pauta. Os três participantes da mesa criticaram categoricamente a proposta levantada por algumas esferas sociais. Para Juraci Tavares, a pessoas que apoiam a ideia estão transferindo a responsabilidade do avanço da violência para as ruas. "Estamos transferindo a nossa responsabilidade para a rua. Quando transferimos a nossa responsabilidade para os outros, a gente abre a possibilidade de não resolver. A juventude negra é uma juventude que está o tempo todo acuada", apontou. Ele ressaltou que a população negra, que historicamente foi colocada à margem da sociedade, é a principal vítima deste tipo de política.

Igreja Matriz de Nossa Senhora do Rosário (Foto: Anderson Bella / Mídia Recôncavo)

A partir do dia 29 de outubro, o recôncavo baiano receberá a quarta edição da Festa Literária Internacional de Cachoeira (Flica). Até o dia 2 de novembro, o evento pretende reunir nomes da literatura nacional e internacional, além de artistas e grupos musicais e interessados em fazer parte de um dos eventos culturais mais importantes da Bahia. Além da programação principal da Festa, a cidade de Cachoeira, a 106 quilômetros de Salvador, sede do evento, reúne diversos motivos para ser um atrativo a mais da Flica. Confirma dez motivos para vivenciar os cinco dias de festa literária na Bahia:

1. Programação literária
Durante cinco dias de evento, 12 mesas literárias serão realizadas no claustro do Conjunto do Carmo, no centro de Cachoeira. Voltada para discussões sobre literatura, mercado editorial, assim como assuntos da atualidade. Este ano também tem a 'Fliquinha', que pretende atrair, pelo segunda vez, crianças e adolescentes ao espaço. 

Foto: Divulgação

Conferências, exposições, feira de ciências e lançamentos de livros estão entre os destaques da programação

 

Começa na próxima terça-feira, 21 de outubro, a 3ª edição da Reunião Anual de Ciência, Tecnologia, Inovação e Cultura no Recôncavo da Bahia (III Reconcitec), na cidade de Cruz das Almas, a 146 km de Salvador. A Reconcitec, promovida pela Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), é o maior evento acadêmico da região e tem como tema este ano: “Educação, Ciência, Inovação e Redução das Desigualdades Sociais”. Até o momento, a reunião já registra a marca de 3 mil inscritos.

A III Reconcitec segue até a quinta-feira, dia 23, com uma extensa programação de atividades que visa contribuir para o desenvolvimento local. Estão previstos no encontro 16 minicursos, 497 apresentações de trabalhos em pôster e mais de 200 apresentações orais, além de feira de ciências, painéis, exposições e atividades culturais. Dentre os convidados, já estão confirmadas as presenças de palestrantes do MCTI, CNPq, Capes, SEBRAE, SENAI, FAPESB, INPI, além de associações profissionais e universidades do Brasil, Portugal, Reino Unido e Estados Unidos. 

Entrevistas
Governador Mangabeira: Programa ‘Prefeitura em Movimento’ ganha destaque e coloca município como referência de gestão pública
Mídia TV
VT - Moderna Gestão e Assessoria
Mural de Recados
Marcia escreveu para Midiareconcavo
"Parabens ao melhor de todos os sites da regiao. Eu ja estava com saudades da informação de todos os lugares em primeira mao."
simone escreveu para planejar concursos
"Bom dia, gostaria de uma justificativa da empresa pois, estou tentando a horas realizar minha inscrição no concurso e até o momento não obtive êxito, o que está ocorrendo com o site. Agradeço desde de já."
Podcast
Spot - Câmara de Cruz das Almas
Escute o Spot da Câmara de Vereadores de Cruz das Almas.