Mundo - Mídia Recôncavo
Recôncavo, Segunda , 20 de Novembro de 2017
Enquete
Entre Aspas
Seja amor,seja muito amor. E se mesmo assim for difícil ser, Não precisa ser perfeito, Se não der pra ser amor, Que seja ao menos respeito. #CultiveORespeito
  Disse Desconhecido  
Mundo
Foto: Divulgação

A quarta-feira (14) amanheceu triste para família do ator Alan Rickman. Conhecido por diversos personagens famosos como o Severus Snape, na saga 'Harry Potter', morreu aos aos 69 anos após luta contra um câncer. A confirmação do falecimento do artista foi feita por sua família ao jornal inglês 'The Guardian'. À emissora BBC, a família do ator, que era casado com Rima Horton, quem conheceu aos 19 anos e ficaram por 50 anos juntos, enviou comunicado falando da morte e explicando a causa do acontecimento. "O ator e diretor Alan Rickman morreu aos 69 anos após lutar contra um câncer. Ele estava cercado pelos amigos e família", diz um trecho. Em 1997, Alan Rickman venceu o Globo de Ouro de melhor ator em minissérie por sua atuação em "Rasputin". Além da saga, o ator interpretou diversos personagens que marcaram a vida dos viciados em filmes e seriados. Ele fez o "Duro de Matar", onde protagonizou o vilão Hans Gruber, em 1988, "Robin Hood: O Príncipe dos Ladrões" (1991) e "Sweeney Todd" (2007). No Twitter, diversos fãs do ator lamentaram a notícia e ficaram surpresos com o acontecimento. "Um grande homem que se vai, descanse em paz, Alan Rickman, você já esta eternizado em nossos corações", "Não consigo acreditar que o Alan morreu. Ele será sempre o nosso Snape. SEMPRE" e "Não dá para acreditar, que tristeza" foram alguns dos comentários dos internautas. iBahia

Foto: EPA/Agência Lusa/Direitos Reservados
Ações contra o Ebola mobilIzaram a África

A Organização Mundial da Saúde (OMS) anunciou hoje oficialmente o fim da epidemia de Ebola na África Ocidental, após ter encerrado o período de transmissão da doença na Libéria. "Hoje, a OMS declara o fim da epidemia de Ebola na Libéria e afirma que todas as cadeias de transmissão conhecidas na África Ocidental foram travadas", indicou a instituição, com sede em Genebra, na Suíça. Iniciada em dezembro de 2013 na Guiné-Conacri, a epidemia se propagou depois aos vizinhos Libéria e Serra Leoa, três países que concentraram 99% dos casos, tendo atingido, ainda, a Nigéria e Mali.

Vítimas

Em dois anos, o vírus da doença, identificado pela primeira vez há quatro décadas, chegou, importado, à Espanha e aos Estados Unidos, tendo afetado 28.637 pessoas, sendo que  11.315 delas morreram. O balanço, que a OMS admite estar ainda subavaliado, é superior a todas as epidemias de Ebola acumuladas desde a identificação do vírus na África Central, em 1976. Após Serra Leoa, em 7 de novembro de 2015, e a Guiné-Conacri, a 29 de dezembro do mesmo ano, a Libéria chegou hoje ao 42º dia - duas vezes mais do que o período máximo de incubação -, depois de um segundo teste negativo no último paciente. No entanto, o risco persiste porque o vírus permanece em certos líquidos corporais de sobreviventes, principalmente no esperma, onde pode subsistir até nove meses.

Na quarta-feira, o secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-Moon, admitiu a possibilidade de o vírus poder reaparecer "nos próximos anos", mesmo que a sua amplitude e frequência devam "diminuir" com o tempo. "Devemos permanecer mobilizados", alertou hoje Peter Graaff, diretor da OMS para a epidemia do Ebola. "Esta doença não nos pode destruir como até agora. Nós, médicos, também fomos afetados (morreram 192 dos 378 contaminados)", disse Francis Karteh, responsável da Célula Nacional de Crise anti-Ebola liberiano. Agência Brasil

Uma britânica de 42 anos decidiu vender a casa em que morava com o seu marido, após descobrir traição dele. Ela encontrou a mensagem da amante do marido enquanto o homem esteve de viagem aos Estados Unidos. De acordo com o jornal britânico 'The Sunday Mercury', o marido havia esquecido o celular em casa e um número desconhecido mandou uma mensagem. O recado era de uma americana descrevendo a recepção especial que ele seria recebido no país norte-americana. Ao descobrir a traição, a mulher anunciou a casa em um site de venda de imóveis. A residência foi comprada em menos de 15 dias. Ela conseguiu realizar a negociação porque os pais dela tinham assumido a hipoteca depois que o casal enfrentou uma crise econômica. Ainda de acordo com o jornal, ao voltar de viagem, o homem encontrou as fechaduras trocadas e outros moradores no local. "Eu não tinha ideia do que estava acontecendo”, explicou ele. “Eu notei que todos os móveis de Laura tinham ido embora, mas as cadeiras e mesas que eu herdei de meu falecido pai, além do meu conjunto de tacos de golfe e meu rádio vintage – que Laura sempre odiou, estava lá, na cozinha de outra pessoa", completou. iBahia

Foto: Vincent Gilardi/ Fotos Públicas

O número de mortos nos atentados ocorridos há uma semana em Paris subiu para 130, anunciou nesta sexta-feira (20) o primeiro-ministro francês, Manuel Valls. “Os terroristas mataram sem misericórdia, destruindo 130 vidas”, declarou Valls, no Senado francês. A intervenção diante dos senadores franceses em defesa do prolongamento do estado de emergência em vigor no país desde os ataques. De acordo com a Agência Brasil, o gabinete do primeiro-ministro confirmou à agência France Presse que o número foi atualizado depois da morte, na quinta-feira, de um ferido que estava hospitalizado. O balanço anterior contabilizava 129 mortos. Os atentados de 13 novembro deixaram cerca de 350 pessoas feridas. “Muitas lutam ainda contra a morte”, afirmou Valls, ao destacar a prorrogação do estado de emergência em vigor no país desde os ataques. “O estado de emergência é uma resposta imediata, poderosa, eficaz, para proteger os nossos cidadãos, para deter os indivíduos fanáticos, os criminosos que querem atacar o nosso país, os seus valores, atacar a nossa democracia”, declarou o primeiro-ministro. Na quinta (19), o projeto de lei sobre o estado de emergência foi aprovado quase por unanimidade pelos deputados franceses. O texto estabelece a prorrogação, por um período de três meses, do estado de emergência, em vigor desde 26 de novembro. O grupo extremista Estado Islâmico (EI) reivindicou no sábado, em comunicado, a autoria dos atentados de 13 de novembro na capital francesa. BN

Foto: Reprodução
Professora que fez sexo mais 80 vezes com aluno de 15 anos é condenada a 2 anos de prisão

Uma professora que admitiu ter tido um relacionamento afetivo com um estudante de 15 anos foi condenada a dois anos de prisão em Manchester, na Inglaterra. Caroline Berrigan disse ter feito sexo com o garoto mais de 80 vezes. O relação só chegou ao fim quando Caroline engravidou. Ela sofreu um aborto. Inicialmente, a professora havia sido condenada a passar dois anos em liberdade condicional. No entanto, segundo o "Manchester Evening News", um deputado alegou que a a pena aplicada havia sido leve. Com isso, um juiz do Tribunal de Apelação decidiu condená-la à prisão em regime fechado. Correio 24h

Foto: Reprodução

Segundo informações exclusivas da Central Brasileira de Notícias, CBN, mais de 220 mil pessoas receberam auxílio-doença do Instituto Nacional do Seguro Social, INSS, em 2014 por transtornos e doenças mentais. Este afastamento resultou a saída de aproximadamente R$ 25 bilhões de reais, em benefícios, dos cofres da Previdência Social. As doenças mentais acometem cada vez mais pessoas, não somente no Brasil, mas no mundo todo. Segundo o Atlas da Saúde Mental 2014 da Organização Mundial da Saúde, OMS, uma em cada 10 pessoas no mundo sofre de algum tipo de transtorno mental. O mesmo relatório revela que a atenção dada ao tratamento deste tipo de doença ainda é insuficiente para lidar com a grande demanda de pacientes. Os dados apontam que a média global é de que existe menos de um trabalhador de saúde mental para cada dez mil pessoas. Dentre as doenças mentais mais comuns podemos citar a depressão que atinge mais de 450 milhões de pessoas no mundo e já se tornou a doença mais incapacitante, segundo a OMS. Os sintomas incluem pessimismo, tristeza constante, desinteresse, insegurança, além de pensamentos suicidas. Segundo o Dr. Sérgio Lima, psiquiatra e diretor da Clínica Spatium, a depressão pode causar danos irreparáveis se não for tratada e acompanhada por um profissional. “É normal que um dia ou outro nos sintamos tristes, mas a depressão não se trata de uma tristeza passageira. Ela dura semanas, meses e até anos, impede o paciente de ter uma vida normal e nos casos mais graves pode levar ao suicídio”, explica o especialista. 

Foto: Ilustrativa

Um pastor evangélico morreu afogado em uma praia de Libreville, no Gabão, após garantir aos seus fiéis que, assim como Jesus, era capaz de andar sobre as águas. De acordo com ele, bastaria ter fé para andar sobre as águas, em referência ao trecho do livro bíblico de Mateus, capítulo 14, versículos de 22 a 33, onde está o relato do feito de Jesus. De acordo com o jornal local Daily Glasgow Record, o pastor Franck Kabele e seus seguidores se afastaram da praia em um barco e navegaram por 20 minutos. Ao entrar no mar, o pastor afundou e nunca mais voltou. O evangélico tinha 35 anos e garantiu por diversas vezes que seria capaz de repetir o milagre bíblico. “Ele assegurava que havia tido um revelação e que era possível caminhar sobre a água como Jesus”. Verdade ou boato? Você acredita em milagres?

Foto: Reprodução

Um vídeo que circula nas redes sociais traz o momento exato em que terroristas começam o ataque a casa de shows Bataclan, em Paris, onde mais de 80 pessoas foram executadas a tiros na noite de sexta-feira (13). No registro, é possível ouvir tiros durante apresentação da banda americana Eagles of Death Metal. O vídeo ainda mostra que, após o início dos disparos, um dos integrantes do grupo foge do palco. Nenhum dos músicos foi ferido. Relatos de sobreviventes do ataque revelam que os terroristas gritaram “llahu akbar" (Deus é grande) e “Isso é pela Síria”, antes de abrir fogo contra as pessoas que frequentavam o local. Um outro vídeo mostra o momento em que policiais invadiram a casa de shows. No total, os ataques deixaram 129 mortes e 352 feridos, entre eles, três brasileiros e, dentre eles, o arquiteto baiano Diego Mauro Muniz.

Assista aos vídeos abaixo:

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, prometeu hoje, na abertura da reunião de cúpula do G20, na Turquia, "esforços redobrados" para eliminar o grupo Estado Islâmico que reivindicou os atentados de sexta-feira em Paris. "Vamos redobrar esforços para assegurar uma transição pacífica na Síria e para eliminar o Estado Islâmico", afirmou Obama em conferência de imprensa após uma reunião com o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, na 10ª edição da Reunião anual de cúpula do G20, principais economias avançadas e emergentes do mundo.

Antália, na Turquia, é hoje o centro das decisões no combate ao terrorismo, na sequência dos atentados ocorridos na sexta-feira em Paris, que provocaram 129 mortes e deixaram 352 feridos, 99 em estado grave. Na agenda, fixada ainda antes dos atentados de sexta-feira à noite na capital francesa, figura a guerra na Síria, a luta contra os jihadistas extremistas do autodenominado Estado Islâmico (EI) e as alterações climáticas.

Em Paris, os ataques ocorreram em pelo menos seis locais diferentes da cidade, entre eles uma sala de espetáculos e o Stade de France, onde ocorria uma partida de futebol entre as seleções da França e da Alemanha. Os membros do G20 são: África do Sul, Alemanha, Arábia Saudita, Argentina, Austrália, Brasil, Canadá, a China, Estados Unidos, França, Itália, Índia, Indonésia, Japão, México, República da Coreia (Coreia do Sul), Reino Unido, Rússia, Turquia e União Europeia. Agência Brasil

Foto: Matt Campbell/EPA/Agência Lusa
Para o papa Francisco, não há justificativas para esse tipo de atentado

O papa Francisco disse hoje (14) que os atentados terroristas de Paris "não têm justificação religiosa ou humana". "Isto não é humano", destacou o papa em declaração ao canal de televisão TV200, da Conferência Episcopal Italiana. "Estou comovido... Não entendo essas coisas feitas por seres humanos. Por isso, estou comovido e rezo", acrescentou Francisco por telefone. "Sinto-me muito próximo do povo francês, tão amado. Estou próximo dos familiares das vítimas e rezo por todos eles." Questionado sobre se os ataques são uma amostra da "guerra mundial aos pedaços" a que ele tem se referido frequentemente, Francisco afirmou que "este é um pedaço". Segundo ele, não há justificativas para essas coisas. Numa mensagem enviada antes ao arcebispo de Paris, cardeal André Vingt-Trois, Francisco tinha condenado vigorosamente os atentados e disse que "a violência não pode resolver nada". Pelo menos 127 pessoas morreram e 180 ficaram feridas, 80 dos quais em estado crítico, nos diversos atentados de ontem (13) à noite em Paris, de acordo com fontes policiais francesas. A França decretou o estado de emergência e restabeleceu o controle de fronteiras após os ataques classificados pelo presidente François Hollande como “ataques terroristas sem precedentes.  Agência Brasil

Entrevistas
Governador Mangabeira: Programa ‘Prefeitura em Movimento’ ganha destaque e coloca município como referência de gestão pública
Mídia TV
VT - Moderna Gestão e Assessoria
Mural de Recados
Marcia escreveu para Midiareconcavo
"Parabens ao melhor de todos os sites da regiao. Eu ja estava com saudades da informação de todos os lugares em primeira mao."
simone escreveu para planejar concursos
"Bom dia, gostaria de uma justificativa da empresa pois, estou tentando a horas realizar minha inscrição no concurso e até o momento não obtive êxito, o que está ocorrendo com o site. Agradeço desde de já."
Podcast
Spot - Câmara de Cruz das Almas
Escute o Spot da Câmara de Vereadores de Cruz das Almas.