Mundo - Mídia Recôncavo
Recôncavo, Sexta , 14 de Dezembro de 2018
Enquete
Entre Aspas
Seja amor,seja muito amor. E se mesmo assim for difícil ser, Não precisa ser perfeito, Se não der pra ser amor, Que seja ao menos respeito. #CultiveORespeito
  Disse Desconhecido  
Mundo
Foto : Divulgação/Ocean Infinity

A Marinha da Argentina tornou públicas hoje (18) as primeiras imagens do submarino ARA San Juan, que estava desaparecido há um ano e um dia, encontrado na madrugada de ontem (17). Um vídeo também mostra o no momento em que profissionais da empresa Ocean Infinity o localizaram. Nas imagens é possível ver quando a equipe que operava um dos veículos que fazia as buscas vê o ARA San Juan pela primeira vez em uma região de cânions (espécie de rios submarinos), a 907 metros de profundidade, e a 600 km da cidade de Comodoro Rivadavia. O submarino argentino, desaparecido no dia 15 de novembro de 2017 com 44 tripulantes, foi localizado a 800 metros da Península de Valdés, na Patagônia, cerca de 600km da cidade de Comodoro Rivadavia. O local era onde funcionava o centro de operações da empresa norte-americana Ocean Infinity, responsável pelas buscas do submarino, e é o mesmo onde há um ano foi identificada uma "anomalia hidroacústica" semelhante a uma explosão.  Segundo a Marinha argentina , a descoberta foi possível graças ao submarino controlado remotamente pelo navio norte-americano. Fonte: Metro 1

Foto : Divulgação/Arquivo/Marinha da Argentina

Um ano e um dia após ter desaparecido, o submarino argentino ARA San Juan foi encontrado ontem (16) por uma empresa privada norte-americana. Todas as 44 pessoas que estavam a bordo morreram. A notícia, entretanto, só foi confirmada hoje (17) pelo Ministério da Defesa da Argentina. Na última quinta-feira (15), as famílias dos desaparecidos realizaram um ato para marcar o primeiro aniversario do naufrágio e cobrar respostas das autoridades. A empresa americana Ocean Infinity encontrou os restos do ARA San Juan a 800 metros de profundidade e a 600 metros da cidade de Comodoro Rivadavia, na Patagônia argentina. O submarino desapareceu durante uma viagem de Ushuaia, no extremo sul do país, ao balneário de Mar del Plata, a 300 quilômetros da capital, Buenos Aires. O último contato com a tripulação ocorreu no dia 15 de novembro do ano passado. Fonte: Metro 1

Foto: Divulgação

Já chega a 59 o número de mortos nos incêndios que atingem a Califórnia, no Estados Unidos. De acordo com o Estadão, as autoridades locais informaram ontem (14) ter encontrado mais oito corpos de vítimas no norte do Estado. O xerife do condado de Butte, Kory Konea, indicou que, além dos corpos mais recentes encontrados, 130 pessoas permanecem desaparecidas. Com o número de vítimas atual, incêndio já é o mais mortal da história do Estado.  O governador da Califórnia, Jerry Brown, e o secretário de Interior dos EUA, Ryan Zinke, visitaram hoje (15) a área atingida pelas chamas e prometeram auxílio estadual e federal para ajudar nas tarefas de recuperação de toda a região afetada. Fonte: Metro 1

Foto: Reprodução

O presidente americano Donald Trump acusou o governo estadual da Califórnia de má gestão pelos incêndios de grandes proporções registrados em florestas desde quinta-feira (8). A declaração do governante foi feita por meio da rede social Twitter. Ele afirmou em tom ameaçador que pode cortar o repasse de verbas federais aos órgãos de gestão das florestas da Califórnia. Nove mortes foram confirmadas até o momento. As vítimas foram encontradas na cidade de Paradise, no norte da Califórnia, onde cerca de 6.700 casas e estabelecimentos foram queimados. Três bombeiros ficaram feridos e 35 pessoas estão desaparecidas. Segundo os dados do Departamento de Incêndios e Proteção Florestal do estado, é um dos incêndios mais destrutivos da história. Na região de Los Angeles, uma das mais populosas do estado, as chamas ameaçam cerca de 75 mil casas e mais de 200 mil pessoas receberam ordens de evacuação na manhã deste sábado. Fonte: Bahia Notícias

Foto: DR

Pelo menos 65 'jihadistas' do grupo Estado Islâmico (EI, também conhecido como Daesh) na Síria foram mortos desde segunda-feira (5) no leste do país, sobretudo em 'raids' aéreos da coligação internacional liderada pelos Estados Unidos, indicou, nesta quarta-feira (7), uma organização não-governamental (ONG). PUBLICIDADE: Esses ataques surgem em um momentoa em que as Forças Democráticas Sírias (FDS), uma aliança curdo-árabe que é uma parceira fundamental da coligação no terreno, anunciaram, no fim de outubro, a suspensão das suas operações anti-EI, após bombardeamentos turcos a posições militares curdas no norte da Síria. Hoje à tarde, pelo menos 20 'jihadistas' foram mortos na província de Deir Ezzor por 'raids' aéreos da coligação, indicou o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH). Os combatentes do EI foram alvejados durante um ataque que lançaram ao campo petrolífero Al-Tanak, em atividade mas também utilizado como posição militar pelas FDS, precisou o OSDH. Esse campo petrolífero situa-se alguns quilómetros a norte de Hajin, uma aldeia que constitui, juntamente com as suas imediações, o último reduto dos 'jihadistas' na Síria. Os novos ataques ocorreram após a morte de 28 'jihadistas' do EI, na segunda e na terça-feira, em bombardeamentos semelhantes, precisou o diretor do OSDH, Rami Abdel Rahman, citado pela agência de notícias francesa AFP, que tentou obter um comentário de um porta-voz da coligação, até agora sem êxito. O OSDH, que dispõe de uma vasta rede de fontes na Síria, identifica os autores dos 'raids' aéreos a partir do tipo de avião utilizado, do local do ataque, dos planos de voo e das munições utilizadas. Fonte: Notícias ao Minuto

Foto: Sputinik

Dois anos após a vitória de Donald Trump para a presidência dos Estados Unidos, os norte-americanos voltam às urnas hoje (6) para escolher deputados, senadores, governadores e representantes estaduais e regionais. As chamadas “mid term”, ou eleições de meio-mandato, podem mudar o cenário de apoio político no país por definir o controle majoritário na Casa de Representantes (Câmara dos Deputados) e no Senado. Os eleitores americanos vão escolher dois terços do Senado (35 senadores) e todos os 435 deputados. Além disso, serão eleitos governadores de 36 estados e três territórios, bem como deputados estaduais e representantes distritais (municipais). As últimas pesquisas de intenção de voto mostram que a tendência é de que os democratas saiam vitoriosos na Câmara, conquistando a maioria das cadeiras. No Senado, apenas dois terços dos lugares serão renovados, mas a projeção é de uma vitória republicana. O cenário nas eleições estaduais também é amplamente disputado. Os republicanos controlam 33 dos 50 estados americanos. Há eleições em 26 estados republicanos que tentam não perder terreno. Caso confirmem as intenções de voto para a Câmara, os democratas podem passar a ser maioria e controlar a casa, podendo bloquear a agenda legislativa de Trump. Analistas entrevistados pela imprensa norte-americana dizem que as eleições de meio de mandato costumam condicionar a forma de agir do presidente, exigindo maior capacidade de diálogo e de articulação política no caso de uma vitória do partido de oposição.

Foto : Resmi Malau/AFP/Getty Images

Um time de mergulhadores da Indonésia procura hoje (2) a segunda caixa-preta do avião que caiu no mar na última segunda-feira (29). Investigadores também tentam recuperar os dados da primeira caixa-preta, que foi encontrada ontem (1º) parcialmente danificada. De acordo com o funcionário do comitê de segurança em transportes, Haryo Satmiko, os danos do equipamento são um empecilho para a extração dos dados da caixa-preta. Ele afirmou a repórteres da agência de notícias internacional Reuters que a equipe aguarda instruções do Conselho Nacional de Segurança em Transportes dos Estados Unidos ou a Boeing. Segundo o chefe do Comitê de Segurança em Transportes da Indonésia, Soerjanto Tjahjono, os esforços estão concentrados na tentativa de recuperar a segunda caixa-preta. “Há dois dias o time ouve o som de ‘ping’ de outra caixa-preta", afirmou. O mar do local onde a aeronave caiu tem 30 metros de profundidade, mas a forte corrente marítima e as tubulações de energia próximas dificultam a procura pelo avião da Lion Air. Para os investigadores, os danos sofridos pelo primeiro dispositivo de dados recuperado refletem a severidade do impacto. Fonte: Metro 1

Foto: Manuel Silvestri/Reuters

Os temporais e vendavais estão castigando gravemente a Itália. As autoridades informaram nesta terça-feira (30) que já chega a 10 o número de mortos provocados pelo mau tempo nos últimos dois dias. No momento, há quatro feridos em estado grave e uma pessoa desaparecida. Uma das vítimas é um bombeiro voluntário que morreu durante uma operação de resgate em Bolzano. "Em um dia de dor, como este, quero expressar meu reconhecimento pelos 5,8 mil homens do Corpo de Bombeiros que, em toda a Itália, efetuaram 7 mil intervenções, mesmo tendo o custo de perder a própria vida", lamentou o ministro do Interior e vice-premier, Matteo Salvini. Todo o continente italiano tem sofrido chuvas torrenciais nas últimas 48 horas, as quais provocaram alagamentos, desmoronamentos, queda de árvores e outros incidentes. Voos foram cancelados em todo o país, e há vários aeroportos fechados. As aulas também foram suspensas. Entre as zonas mais afetadas, estão as regiões da Ligúria, da Toscana, do Lazio, do Vêneto, de Friuli-Venezia Giulia, e da Lombardia.

Foto: John Altdorfer/Reuters

Pelo menos 11 pessoas morreram e outras seis ficaram feridas durante o tiroteio ocorrido neste sábado (27) em uma sinagoga de Pittsburgh (Pensilvânia, Estados Unidos), informaram fontes oficiais. “Houve 11 mortes como resultado deste tiroteio, nenhum deles foi um menor. Além disso, houve seis feridos, incluindo quatro agentes da polícia. Isso não inclui o suspeito”, declarou em entrevista coletiva o diretor dos Serviços de Segurança de Pittsburgh, Wendell Hissrich. O suspeito, identificado pela imprensa local como Rob Bowers, de 46 anos, se encontra sob custódia policial e teve que ser transferido a um hospital próximo para receber tratamento médico. O presidente Donald Trump, que falou com o prefeito de Pittsburgh, Bill Peduto, e com o governador da Pensilvânia, Tom Wolf, disse aos jornalistas que se trata de um crime “muito mais devastador” do que se temia inicialmente. Trump defendeu a pena de morte para evitar massacres com armas de fogo como o ocorrido neste sábado, em uma sinagoga na Pensilvânia. Trump afirmou que a presença de um guarda armado no templo teria servido para evitar a tragédia. “Deveríamos trabalhar para fortalecer as leis relacionadas com a pena de morte”, disse o presidente. “Tantos incidentes, em igrejas…[os agressores] deveriam pagar com a pena capital”, acrescentou Trump. em conversa com um grupo de jornalistas antes de partir para Indiana, onde deve participar de um evento agrícola. Fonte: Bahia.Ba

Um terremoto de magnitude 6 atingiu o nordeste de Taiwan nesta terça-feira(23). Ainda não há relatos de vítimas ou danos materiais significativos. O epicentro do sismo ocorreu as 12h34(1h34 no horário de Brasília), a 31,3 Km de profundidade no oceano pacífico, conforme informou o Serviço Meteorológico Central da Ilha. O tremor foi sentido em quatro cidades do país, inclusive na capital da ilha, Taipé. Fonte: Notícias ao Minuto.

Entrevistas
Organizadores do “Bloco As Muriquetes” falam sobre a expectativa deste evento que vem animando os muritibanos a cada ano
Mídia TV
VT - Moderna Gestão e Assessoria
Mural de Recados
Tarsila escreveu para Joseane
"Vdd eu tbm eu quero saber tbm de todas as notícias desses anos que esta acontecendo muitas coisas ai è bom saber das coisas primeiro..."
Joseane Bonfim escreveu para Anderson Bella
"Ola, tudo bem? Sou Joseane Bonfim e estou fazendo uma pesquisa sobre os blogs da região de SAJ, o Midia Reconcavo se encaixa na categoria de Blog?"
Podcast
Spot - Câmara de Cruz das Almas
Escute o Spot da Câmara de Vereadores de Cruz das Almas.