Política - Mídia Recôncavo
Recôncavo, Sexta , 14 de Dezembro de 2018
Enquete
Entre Aspas
Seja amor,seja muito amor. E se mesmo assim for difícil ser, Não precisa ser perfeito, Se não der pra ser amor, Que seja ao menos respeito. #CultiveORespeito
  Disse Desconhecido  
Política
Foto: Divulgação

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) e o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público Estadual (MP-ES), deflagram, na manhã desta quarta-feira (21/11), a Operação Raptores. O objetivo é desarticular associações criminosas especializadas em alterações ilegais de veículos e em dados junto aos DETRANs. A ação cumpre 36 mandados de prisão, busca e apreensão nos estados do Espírito Santo, Bahia e Minas Gerais. Os alvos são integrantes de uma quadrilha acusada de falsificar documentos de instalação de eixos de carretas no Espírito Santo. Na prática, segundo as investigações, os veículos tinham a capacidade de carga aumentada de forma clandestina e sem passar por diversos critérios e exigências dos órgãos de fiscalização, levando risco para as estradas federais. As modificações afetam partes importantes dos veículos, como freios, pneus e outros sistemas. Dos mandados de prisão, cinco estão sendo cumpridos no Espírito Santo, incluindo a do chefe da quadrilha, morador de Viana. Só no Estado, 100 policiais rodoviários federais estão participando da ação, além de 50 na Bahia e Minas Gerais. Fonte: Forte na Notícia

Foto: Fellipe Sampaio/STF

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), o ministro Dias Toffoli instituiu um grupo de trabalho para acompanhar e propor políticas de segurança pública. A equipe será chefiada pelo também ministro do STF Alexandre de Moraes, que antes foi ministro da Justiça no governo de Michel Temer (MDB). De acordo com a coluna Painel, da Folha de S. Paulo, um dos oito membros do grupo será o general da reserva Fernando Azevedo e Silva, futuro ministro da Defesa no governo do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL). A primeira reunião será na próxima semana. Fonte: Bahia.Ba

Foto: Reprodução

Os governadores do Nordeste, incluindo os atuais e os eleitos, se reúnem nesta quarta-feira (21), em Brasília, para ajustar as propostas apresentadas ao presidente eleito, Jair Bolsonaro, na semana passada. A ideia, segundo o governador reeleito do Piauí, Wellington Dias (PT), é debater detalhadamente a pauta e fechar uma agenda única que será levada ao encontro de governadores, no dia 12 de dezembro. Nessa reunião, Bolsonaro será representado pelo ministro indicado da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro. “Somos parte da federação e queremos dialogar e integrar ações com o governo federal”, afirmou Dias, que já está em Brasília preparando a reunião do Fórum de Governadores do Nordeste. A pauta já vem sendo debatida com o governo do presidente Michel Temer, mas alguns pontos não avançaram. Os temas prioritários são segurança pública e controle das fronteiras, combate ao desemprego, crescimento econômico, retomada de obras, como a ferrovia Transnordestina e a transposição do Rio São Francisco, política de créditos, política industrial focada no Nordeste, política de recursos hídricos e equilíbrio fiscal, incluindo a reforma da Previdência. Para Dias, é necessário priorizar temas que são importantes para a população, como o crescimento econômico e a geração de empregos. “Como se faz isso? Com a retomada de obras que estão paralisadas ou andando muito devagar. Em cada estado há um conjunto de obras que, sendo retomadas, vão gerar empregos”, disse Dias, acrescentando que a ideia é integrar ações do governo federal, dos estados, dos municípios e da iniciativa privada. Um dos caminhos apontados pelo governador para aliviar as finanças dos entes federados é o projeto de securitização das dívidas. A proposta, já aprovada no Senado, prevê a possibilidade de venda dos créditos a serem recebidos pela União, pelos estados e pelos municípios. Ainda precisa ser votada na Câmara. Fonte: Forte na Notícia

Foto: Gilberto Júnior/Arquivo/BNews

O contrato que a Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) firmou com a empresa Leão Engenharia por R$ 31 milhões para prestação de serviço no bairro do Cabula, em Salvador, gerou polêmica na sessão desta terça-feira (20) na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA). O serviço contratado refere-se a manutenção dos sistemas de distribuição de água e coleta de esgoto. O que causou estranheza e questionamentos da bancada oposicionista é o fato do contrato ter sido firmado sem licitação, como publicado no Diário Oficial.  Ao BNews, o líder da bancada de oposição, deputado Luciano Ribeiro (DEM) disse que vai enviar um comunicado oficial à Embasa cobrando explicações sobre o contrato com dispensa de licitação. "Sem nenhum pré-julgamento, nós queremos entender. Vamos enviar um comunicado oficial à Embasa para entender", disse o parlamentar. Também ao BNews, o deputado governista Marcelo Nilo (PSB) explicou que não trata-se de dispensa de licitação e sim um chamamento do segundo colocado na licitação feita, já que o primeiro colocado rompeu o contrato. “O que houve foi que a Embasa chamou o segundo colocado com o preço da primeira, porque houve rompimento do contrato. Não é dispensa de licitação. Foi um erro do Diário”, explicou. A contratação ocorreu após a Embasa romper unilateralmente o contrato firmado no início deste ano com a Porto Fino Empreendimentos, vencedora do processo licitatório que tinha orçamento de R$ 43 milhões. O motivo da rescisão foi o descumprimento de cláusulas contratuais por parte da Porto Fino, que foi multada em R$ 18,9 mil. Fonte: Bocão News

Foto: Divulgação

“Isso aí (lista tríplice) a gente conversa em setembro do ano que vem. Mas, a princípio, a gente vai seguir todas as normas legais existentes”, desconversou Bolsonaro. Por lei, o cargo é de indicação livre do presidente da República, mas, historicamente, os últimos chefes do Executivo respeitaram a eleição interna no Ministério Público e indicaram um dos três nomes votados previamente pelos procuradores. A expectativa é de que Dodge não seja reconduzida, por causa de embates com Bolsonaro. O presidente eleito ficou mais de uma hora reunido com a PGR, que o denunciou criminalmente ao Supremo Tribunal Federal (STF) e foi alvo de críticas de Bolsonaro e de seus filhos e aliados. Eles também desqualificaram a procuradora publicamente no caso do voto impresso, não aplicado nas eleições deste ano – a PGR agiu contra. Ao sair do gabinete da PGR, Bolsonaro disse ter “profundo respeito” pela procuradora e pelo Ministério Público. “Estou aqui em visita de cortesia pelo profundo respeito que tenho ao MP e à senhora Raquel Dodge. Uma conversa bastante profícua. Estamos prontos para colaborar para com o futuro de nosso Brasil. O MP é muito importante nesse trabalho de fiscal da lei”, disse Bolsonaro, que estava acompanhado dos futuros ministros da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, e da Justiça e Segurança Pública, o ex-juiz Sergio Moro.

Foto : Marcos Oliveira / Agência Senado

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu hoje (20), por 3 votos a 2, desarquivar o inquérito sobre as investigações contra o senador Aécio Neves (PSDB-MG), acusado de participar de irregularidades em Furnas, subsidiária da Eletrobras no estado de Minas Gerais. Os ministros julgaram um recurso da Procuradoria-Geral da República (PGR) contra uma decisão individual do ministro Gilmar Mendes, que determinou o arquivamento da investigação, em junho deste ano. Com a decisão, a PGR deverá, em até 60 dias, concluir diligências pendentes e, além disso, se manifestar sobre o arquivamento da investigação. A investigação foi aberta em 2016, a pedido do então procurador-geral da República, Rodrigo Janot, a fim de apurar supostos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Fonte: Metro1

Foto: Divulgação

Uma decisão da desembargadora Joanice Maria Guimarães de Jesus, nesta terça-feira (20), manteve o vereador Renan de Romualdo (MDB) na presidência da Câmara Municipal de Cruz das Almas, no Recôncavo da Bahia. A desembargadora negou provimento a apelação interposta pelo vereador Edson José Ribeiro (DEM), contra a Câmara de Vereadores do Município de Cruz das Almas, em decorrência da decisão do juiz Lucas de Andrade Monteiro, que determinou a nulidade da mesa diretora da Casa bem como uma nova eleição em 2017. Renan de Romualdo foi eleito presidente da Casa a partir da decisão do juiz Lucas de Andrade, e recentemente foi reeleito para o cargo para os próximos dois anos.  Fonte: Bahia Notícias

Foto: Jéssica Galvão/ bahia.ba

O prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), disse, na manhã desta terça-feira (20), que está preocupado com a saída dos médicos cubanos do país. “Em relação ao Brasil,  como um todo, não posso deixar de externar minha preocupação, porque existem muitos lugares com dependência dos cubanos, sobretudo os municípios do interior, onde médicos brasileiros sequer se dispõe a ir. Não se pode permitir que esses médicos [cubanos] deixem os postos sem achar uma solução de substituição”, declarou, durante a entrega da Unidade de Saúde da Família (USF) de Vila Verde, no bairro de Mussurunga.

Ao lembrar da chegada dos cubanos ao Brasil, em 2013, o democrata ressaltou que, à época, havia uma lacuna de profissionais brasileiros em cidades do interior. “No começo do programa, nós recebemos muitos médicos de fora do país aqui, em Salvador, porque, no passado, médicos de nossa cidade não queriam trabalhar em algumas localidades, e os cubanos foram pra lá”, afirmou o prefeito, ressaltando que pretende aumentar os concursos de Reda na capital baiana para atender às demandas dos novos postos a serem construídos na cidade. “Estamos com o processo avançado de concessão pelo Reda para consistir as novas unidades que vão ser inauguradas. Vamos inaugurar um  posto de saúde por semana nos próximos dois meses”, afirmou Neto. Fonte: Bahia.Ba

A reunião do conselho político com o governador Rui Costa (PT) serviu para apontar diretrizes na disputa pela presidência da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA). De acordo com informações obtidas pelo Metro1, o petista afirmou que “não vê com bons olhos” a possibilidade de sua legenda ocupar a presidência da Casa. A justificativa usada por Rui é de que o partido já está contemplado em um dos Poderes com o Executivo, ocupado por ele. A tese afronta o desejo do deputado estadual Rosemberg Pinto (PT), segundo deputado estadual mais votado na eleição deste ano. Além disso, Rui afirmou também que seria “salutar” ter uma espécie de “rodízio” entre os partidos da base no comando do Legislativo baiano. O posto hoje é ocupado pelo PSD, com Angelo Coronel, e quer manter o posto com o deputado Adolfo Menezes. Apesar das declarações, Rui não fez vetos, segundo aliados. Ele deu as diretrizes e pediu que a base, internamente, decida como o processo irá acontecer. Um dos pedidos centrais da conversa foi minar a influência da oposição no processo. Com uma base de deputados inflada, Rui quer que o grupo de aliados decida o pleito, sem dar espaço para que o grupo ligado ao prefeito ACM Neto barganhe cargos. Fonte: Bahia Notícias

Foto: divulgação

Após o ex-ministro Fernando Haddad (PT) virar réu por corrução passiva e lavagem de dinheiro, na última segunda-feira (19/11), o Partido dos Trabalhadores divulgou nota onde classifica a ação como “vingança política”. A Justiça de São Paulo recebeu a denúncia do Ministério Público, que o acusa de receber R$ 2,6 milhões da UTC Engenharia para saldar dívidas de campanha. Haddad nega as acusações e diz que vai se defender.

Confira nota na íntegra:

O Partido dos Trabalhadores denuncia a perseguição movida pelo Ministério Público de São Paulo e pelo juízo da 5a. Vara Criminal da Barra Funda contra o ex-ministro Fernando Haddad, candidato do PT à presidência da República que recebeu 47 milhões de votos no segundo turno das eleições. Com base apenas na palavra de um réu confesso, Ricardo Pessoa, que foi descartada pelo Supremo Tribunal Federal por ausência de provas e de credibilidade, o MP-SP fez uma denúncia infundada que não poderia ter sido aceita por um juízo imparcial. Este episódio caracteriza a partidarização do sistema judicial do estado de São Paulo, controlado por notórios adversários do Partido dos Trabalhadores. Tem cheiro de vingança e retaliação pelo grande desempenho de Haddad e do PT nas eleições presidenciais. O Brasil precisa de mais Justiça e menos perseguição política. Mais democracia e nenhum tipo de manipulação das instituições. O Brasil precisa resistir a esse tipo de ataque, que não fere apenas o cidadão Fernando Haddad, fere a própria democracia. Fonte: Aratu Online

Entrevistas
Organizadores do “Bloco As Muriquetes” falam sobre a expectativa deste evento que vem animando os muritibanos a cada ano
Mídia TV
VT - Moderna Gestão e Assessoria
Mural de Recados
Tarsila escreveu para Joseane
"Vdd eu tbm eu quero saber tbm de todas as notícias desses anos que esta acontecendo muitas coisas ai è bom saber das coisas primeiro..."
Joseane Bonfim escreveu para Anderson Bella
"Ola, tudo bem? Sou Joseane Bonfim e estou fazendo uma pesquisa sobre os blogs da região de SAJ, o Midia Reconcavo se encaixa na categoria de Blog?"
Podcast
Spot - Câmara de Cruz das Almas
Escute o Spot da Câmara de Vereadores de Cruz das Almas.