Política - Mídia Recôncavo
Recôncavo, Terça , 16 de Janeiro de 2018
Enquete
Entre Aspas
Seja amor,seja muito amor. E se mesmo assim for difícil ser, Não precisa ser perfeito, Se não der pra ser amor, Que seja ao menos respeito. #CultiveORespeito
  Disse Desconhecido  
Política
Foto: Reprodução

Uma ordem de serviço para a recuperação de 83 km da BA-156 foi assinada nesta sábado (25), pelo governador Rui Costa. As intervenções terão início no entroncamento da BA-152, na cidade de Caturama, passando por Botuporã e Tanque Novo, até o entroncamento da BR-430, em Igaporã. De acordo com o governo, as obras serão iniciadas imediatamente. “Nós estamos assinando a ordem de serviço, estamos anunciando R$ 13 milhões para refazer a estrada, já que em alguns trechos o asfalto nem existe mais. Essa é uma estrada de passagem e interligação de vários municípios e nós vamos, com muito esforço, superando as dificuldades que o Brasil passa”, afirmou o governador.

 

Fonte: Bahia Notícias

 

Foto: reprodução / UOL

 Ronaldinho Gaúcho como senador? O ex-jogador foi convidado pelo Partido Ecológico Nacional (futuro Patriota) para concorrer ao cargo em Minas Gerais. No dia 8 de dezembro, ele estará em Belo Horizonte e se reunirá com Jair Bolsonaro – provável candidato à presidência pela legenda – para negociar a possibilidade. O ídolo do Atlético-MG é um nome que agrada à cúpula do partido.

Outro jogador que foi convidado para ocupar um cargo na próxima eleição é Leonardo Silva. Autor de um dos gols mais importantes da história do Galo, o zagueiro recusou a proposta. Ele não quer se envolver com política, embora seja um dos grandes ícones do clube alvinegro.

 O ex-governador da Bahia e atual secretário de Desenvolvimento Econômico, Jaques Wagner (PT) tem seu nome já cravado para o Senado na chapa do governador Rui Costa (PT) em 2018. No entanto, as vagas na majoritária estão sendo disputadas por vários partidos que compõem a aliança com o PT.

Para Wagner, essa disputa não é negativa para o grupo e a ideia de racha é algo que os adversários tentam atribuir ao time de Rui Costa.

"A gente tem o que eu chamo de bom problema. Uma chapa boa, um grupo unido e por isso temos um número maior de companheiros que teriam condição de pontuar na chapa majoritária. Mas acredito que a gente tem capacidade de administrar. Eu vou continuar com minha postura pela unidade do grupo, evidentemente que estou colocado como candidato a senador", disse Wagner ao BNews, na manhã desta sexta-feira (24), em Guanambi, durante visita guiada à policlínica regional de saúde.

O petista diz que seu nome na chapa majoritária é um reconhecimento por ter sido um dos "inauguradores" da era petista na Bahia.

Por outro lado, o candidato ao Senado acredita que o fato de o PT ter dois lugares na chapa não vá causar insatisfação no grupo. "Não acho que ninguém, por não estar contemplado, vá sair para outro grupo. A gente criou um grupo que vai além da relação da política, uma relação de amizade, de respeito com todos os parceiros. Mas é natural, em time bom, todo mundo quer jogar e o técnico é quem vai saber administrar", disse.

"Eu não acredito em racha. Temos essa dificuldade, mas é positiva, de mais gente querendo entrar em campo com a camisa do time. O outro lado tenta impor a nós um racha. Toda hora sai uma fofoca e coisa e tal, porque eles querem ver diminuir o nosso tamanho. Mas eu não acredito. Acho o grupo muito unido e cada vez mais a liderança de Rui se consolida", afirmou.

 Fonte: Bocão News 

Foto: Manu Dias / GOVBA

 O governador Rui Costa entregou nesta quinta-feira (23) em Guanambi,  no sudoeste baiano, a reforma do Núcleo Regional de Saúde do Sudoeste, obra na qual foram investidos R$ 631 mil em recursos próprios, e participou da inauguração de três unidades básicas de saúde, localizadas nos bairros Paraíso, Novo Horizonte e Ipiranga. As entregas aconteceram na véspera da inauguração da Policlínica do Consórcio de Saúde do Alto Sertão, que atenderá a população de Guanambi e de outros 21 municípios da região. Rui lançou o Centro Integrado de Comunicações (Cicom) da região, que reúne o atendimento por meio de central de polícia (190) para 19 municípios: Guanambi, Caetité, Caculé, Palmas de Monte Alto, Condeúba, Malhada, Urandi, Pindaí, Igaporã, Lagoa Real, Jacaraci, Candiba, Licínio de Almeida, Mortugaba, Matina, Sebastião Laranjeiras, Iuiu, Tanque Novo e Ibiassucê. É o 16º Cicom construído no estado. A unidade funcionará na sede do 17º Batalhão de Polícia Militar (BPM), situado no bairro Alvorada. Na visita ao município, o governador esteve nas novas instalações da Defensoria Pública do Estado (DPE), localizada na Travessa Euclides da Cunha, no centro de Guanambi.

 O Prefeito Orlandinho recebeu, na tarde desta quinta-feira (23/11), o gerente do Banco do Nordeste (BNB) de Santo Antônio de Jesus, Senhor Diego Rocha e a gerente de negócio Andreia Nascimento, visando discutir parceria para a criação de um fundo municipal com objetivo de regularizar dívidas de 127 famílias da agricultura familiar junto à referida instituição financeira.

A intenção dessa ação é resgatar a adimplência dos agricultores familiares que com isso poderão contratar novos créditos para viabilizar novos projetos agrícolas. O Prefeito se mostrou sensibilizado e se comprometeu a encaminhar o projeto de lei imediatamente à Câmara de Vereadores.

A Prefeitura Municipal de Cruz das Almas e o Banco do Nordeste contam com a sensibilidade e apoio do Poder Legislativo Municipal na concretização dessa ação que beneficiará centenas de famílias como também fortalecerá ainda mais a agricultura familiar do município.

Foto: Divulgação

 O apresentador de televisão Luciano Huck, cujo nome tem circulado como possível candidato à Presidência da República, teve melhora significativa de imagem nos últimos dois meses. Segundo a pesquisa Barômetro Político Estadão-Ipsos, a aprovação ao nome de Huck apresentou um salto de 17 pontos porcentuais desde setembro, passando de 43% para 60%.

Já a desaprovação caiu de 40% para 32% no mesmo período. Com isso, Huck passou a ser a personalidade com a melhor avaliação entre as apresentadas pelo Ipsos aos entrevistados. Todos os demais 22 nomes do Barômetro Político deste mês, porém, são do mundo político ou do Poder Judiciário, mais sujeitos ao desgaste do noticiário. 

A pesquisa Ipsos não é de intenção de voto. O que os pesquisadores dizem aos entrevistados é o seguinte: "Agora vou ler o nome de alguns políticos e gostaria de saber se o (a) senhor (a) aprova ou desaprova a maneira como eles vêm atuando no País". "Não me surpreende que Luciano Huck tenha melhorado em aprovação", disse Danilo Cersosimo, diretor do Ipsos. "Esse salto tem muito a ver com o fato de seu nome ter sido cogitado como candidato e de ele próprio ter dado indícios de que gostaria de concorrer.

Mas o ponto é se isso vai se converter em votos. Se a eleição fosse hoje, ele teria um desempenho razoável, mas não esse cacife todo." Para Cersosimo, por mais que Huck seja simpático para uma parcela considerável da opinião pública, seus indicadores de aprovação não diferem muito dos de outras celebridades televisivas. "As pessoas estão avaliando um Luciano Huck que aparece há 15 ou 20 anos na televisão", observou o diretor do Ipsos. "Ele não tem a imagem desgastada por embates políticos, ainda não foi testado em um debate, por exemplo." Entre os presidenciáveis, o primeiro a aparecer no ranking de aprovação do Barômetro Político, depois de Huck, é Luiz Inácio Lula da Silva (PT), com 43% de avaliação positiva e 56% de negativa. As taxas do ex-presidente estão em tendência de melhora paulatina desde junho.

A eventual candidatura de Lula, porém, depende da Justiça - uma condenação em segunda instância pode inviabilizar legalmente sua participação na campanha. Em empate técnico com Lula está o ex-presidente do Supremo Tribunal Federal Joaquim Barbosa, que foi convidado pelo PSB a disputar a Presidência, embora nunca tenha manifestado em público essa intenção. Barbosa tem 42% de aprovação. Marina Silva (Rede) apresentou oscilação de 36% para 35% em sua avaliação positiva nos últimos dois meses. A desaprovação subiu de 51% para 56%. O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), voltou a perder apoio na opinião pública: sua avaliação negativa subiu de 56% para 63%. A taxa de aprovação ao governador Geraldo Alckmin (PSDB) oscilou de 22% para 24%. O juiz Sérgio Moro, titular da 13ª Vara Federal de Curitiba e conhecido por sua atuação no julgamento de acusados da Operação Lava Jato, foi aprovado por 50% dos entrevistados neste mês.

Foto: STF

 O ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa pode se lançar candidato a presidente em 2018. De acordo com o site Congresso em Foco, ele admitiu que conversa com partidos que o procuram sobre a possibilidade. Ele é sondado não apenas por partidos, como também por movimentos diversos e até pessoas na rua levantam a possibilidade de candidatura. “Eu, pessoalmente, não me decidi”. Em entrevista concedida ao CBN Noite Total, na rádio CBN, o ex-ministro criticou a movimentação das principais legendas para as eleições, ainda que envolvidas em denúncias de corrupção. Para Barbosa, a eleição do próximo ano será muito parecida com a de 1989. “Eu não sei como essas lideranças de PMDB, PSDB e PT ainda terão coragem de apresentar à nação candidatos à eleição. Eu acredito que haverá um repúdio enorme aos candidatos desses três maiores partidos”, ressaltou. Ele considera que há uma “degradação moral” e “perda de credibilidade dos partidos e das lideranças dos três maiores partidos políticos brasileiros”. “A degradação institucional é visível. É observada com pavor pelo mundo todo. Só os brasileiros que não percebem isso. O país precisa, com urgência, virar essa página”, ponderou. Atualmente, Joaquim Barbosa se dedica a advocacia e vive entre São Paulo, Rio e Brasília. A sua atuação como ministro teve mais visibilidade durante o julgamento do mensalão no STF. Em 2016, logo após o impeachment de Dilma, afirmou que a chegada de Temer à presidência era uma “anomalia”. “É muito grave tirar a presidente do cargo e colocar em seu lugar alguém que é seu adversário oculto ou ostensivo, alguém que perdeu uma eleição presidencial ou alguém que sequer um dia teria o sonho de disputar uma eleição para presidente. Anotem: o Brasil terá de conviver por mais dois anos com essa anomalia”, disse na ocasião o ex-ministro.

 Cerca de 400 prefeitos baianos participam, nesta quarta-feira (22), de uma mobilização em Brasília para pedir, do governo federal, a liberação de R$ 373,8 milhões para os municípios do estado fecharem as contas no final do ano. O movimento, organizado pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM), reivindica o repasse da União de R$ 4 bilhões para serem divididos entre as mais de cinco mil cidades brasileiras.

O presidente Michel Temer (PMDB) vai receber os líderes estaduais do movimento municipalista para uma reunião às 17h desta quarta. Ao longo do dia, os gestores farão uma caminhada e vão espalhar barcos pela Esplanada dos Ministérios, como forma de proposta. A ideia é passar a mensagem de que os municípios podem afundar se nada for feito

 Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia (TCM) normatiou o pagamento do 13° salário para prefeitos, vices, vereadores e secretários municipais. A decisão foi publicada no Diário Oficial Eletrônico na sexta-feira (17). De acordo com o TCM, a normatização segue a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) no dia 24 de agosto. O relator foi o ministro Luís Roberto Barroso.

Até então, o entendimento do TCM da Bahia seguia orientação do ex-ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), José Arnaldo da Fonseca, registrado em processo julgado em 2005 que, ao analisar a questão, chegou à conclusão de que “o constituinte federal não incluiu, dentre os que devem receber o décimo terceiro salário, os agentes políticos – o que os impede de auferirem tal vantagem”, apontou na decisão.

Com a nova jurisprudência do STF, os agentes políticos municipais vão receber décimo terceiro e férias, fora os benefícios que já recebem por conta do cargo que ocupam. Contudo, o Tribunal de Contas dos Municípios alerta para o cuidado no cumprimento da lei de responsabilidade fiscal com relação à folha de pagamento que é de 54% para as prefeituras e 70% paras Câmaras de Vereadores.

O presidente da União dos Prefeitos da Bahia (UPB), Eures Ribeiro, disse que apesar da determinação, a maior parte das prefeituras não têm condições financeiras de pagar o 13°.

“Se há essa determinação do Supremo, e se há essa determinação, normatização do TCM, nós os prefeitos na sua maioria, não iremos acatar. Porque a maioria dos prefeitos não vai pagar isso. Não temos condições nem de pagar o [13º] dos servidores, quanto mais o nosso”, disse Ribeiro.

Na Câmara de Vereadores de Salvador a decisão divide opiniões. A decisão é mais polêmica porque mais de 400 prefeitos da Bahia foram a Brasília nesta terça-feira (21) para pedir ajuda financeira ao Governo Federal. Eles alegam que com a crise, não têm recursos suficiente para pagar nem o décimo terceiro dos servidores municipais.

De acordo com o presidente da Câmara de Vereadores de Salvador, a folha de pagamento dos vereadores da capital baiana está sob controle. “O índice máximo constitucional de limite de folha é 70% e nós estamos em 57 %. A repercussão é muito pequena do ponto de vista do orçamento para a Câmara e do ponto de vista financeiro nós estamos com as contas equilibradas”, explicou Léo Prates.

Já o vereador Hilton Coelho, que é independente (não apoia nem governo, nem oposição) não foi a favor do pagamento. “Acho que independente do fato de ter sido uma decisão do STF ela carece de legitimidade social e no entretanto, nossa posição é contrária”, opinou.

Sobre o pagamento do 13°, a prefeitura de Salvador disse que só vai se posicionar quando o prefeito ACM Neto voltar de uma viagem do exterior. As prefeituras de Itabuna e Ilhéus, no sul do estado, disseram que vão pagar 13° aos prefeitos, vice-prefeitos e secretários. Já as prefeituras de Juazeiro e Feira de Santana anunciaram que não vão pagar. As prefeituras de Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia, de Barreiras e Luís Eduardo Magalhães, ambas no oeste do estado, informaram que ainda estão analisando a possibilidade de pagamento do 13º salário.

Fonte:G1

 

 O ex-governador do Rio de Janeiro Anthony Garotinho e a esposa Rosinha Garotinho foram presos na manhã desta quarta-feira (22) pela Polícia Federal.

Os dois foram levados por agentes da PF, em um desdobramento da Operação Chequinho, que investiga a compra de votos na cidade de Campos dos Goytacazes.

Questionado pela reportagem da BandNews FM sobre o tipo de mandado expedido, um dos policiais disse apenas: “ele (Garotinho) está sendo preso”, assim como a esposa.

Entrevistas
Jorge Rodrigues, organizador do pregão da Festa do Bonfim de Muritiba fala sobre suas experiências nesta celebração cultural
Mídia TV
VT - Moderna Gestão e Assessoria
Mural de Recados
Tarsila escreveu para Joseane
"Vdd eu tbm eu quero saber tbm de todas as notícias desses anos que esta acontecendo muitas coisas ai è bom saber das coisas primeiro..."
Joseane Bonfim escreveu para Anderson Bella
"Ola, tudo bem? Sou Joseane Bonfim e estou fazendo uma pesquisa sobre os blogs da região de SAJ, o Midia Reconcavo se encaixa na categoria de Blog?"
Podcast
Spot - Câmara de Cruz das Almas
Escute o Spot da Câmara de Vereadores de Cruz das Almas.