Cotidiano - Mídia Recôncavo
Recôncavo, Terça , 16 de Outubro de 2018
Enquete
Entre Aspas
Seja amor,seja muito amor. E se mesmo assim for difícil ser, Não precisa ser perfeito, Se não der pra ser amor, Que seja ao menos respeito. #CultiveORespeito
  Disse Desconhecido  
Cotidiano
Foto: moneynoticias.com

Na legenda, o cantor foi sucinto: “mood princesa”, escreveu. O clique preto e branco realçava o corpo sequinho, definido e durinho do cantor, que tem publicado diversas fotos neste clima recentemente.  Os fãs ficaram enlouquecidos nos comentários. As palavras “musa” e “diva” apareceram diversas vezes para traduzir as opiniões dos seguidores sobre a foto. O cantor vai ser eleito como a mulher mais bonita de 2018, e não se importa com as críticas. “Não vejo problema em um homem ser considerado a mulher mais bonita do Brasil.” Fonte: IG

Foto: Reprodução/Instagram/Montagem/Bahia.ba

Raul Gil até agora deve agradecer a Thammy Miranda. Com falas polêmicas, o ator não se omitiu de nenhuma pergunta e fez subir a audiência do programa deste sábado (21). Sobrou até para Wesley Safadão, – atualmente envolvido em uma confusão com a ex-mulher – no momento da brincadeira do “Para quem você tira o chapéu”.“Eu não tiro para ele [o chapéu]”, disse Thammy ao ser questionado por Raul Gil. O ator admitiu que não conhece “o lado da história dele”, mas se mostrou por dentro do assunto:“Na minha opinião, se eu tivesse uma ex-mulher que tem um filho meu, que fui casado há oito anos e eu tenho a condição financeira do Wesley Safadão eu nem ia estar preocupado se eu estou dando muito ou pouco dinheiro, eu queria dar todo o conforto”, afirmou o filho da ex-dançarina Gretchen Miranda.Thammy também alfinetou a sua tia, Sula Miranda, conhecida como “Rainha dos Caminhoneiros”, e que depois seguiu carreira como cantora gospel. No reality “Os Gretchens”, exibido pela Multishow, Sula disse que não sabe se amaria um filho do sobrinho: “Quando nascer a gente vê”.“Não tiro o chapéu para algumas atitudes. Ela é minha tia e amo de paixão. Tem amor. É mentira se falar que não tem. Algumas atitudes me magoaram. Teve coisas no reality que não concordei”, relembrou.Fonte:bahia.ba

 

Foto: Divulgação

Um táxi-aéreo clandestino foi interditado pela Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) neste sábado (21), no Aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte (MG). De acordo com o blog do Lauro Jardim, do jornal O Globo, a agência realizada uma operação para combater o táxi-aéreo clandestino. A coluna revela que a conta Anitta era uma das passageiras da aeronave Phenom 300 prefixo PP-MCG. A funkeira havia acabado de pousar em Belo Horizonte.A Anac interditou o jato e suspendeu as habilitações dos pilotos. Segundo recorda o blog, em 21 de maio, um jato que levava a cantora Marília Mendonça também foi interditado pela Anac ao pousar no aeroporto de Jundiaí (SP). Fonte: Notícias ao Minuto

Foto: PixaBay

Ter cachorro é tudo de bom. Eles são carinhosos, divertidos e alegram a casa. Mas, antes de adotar, é importante lembrar que um bichinho de estimação traz demandas que vão muito além da atenção, principalmente financeiras. Afinal, quanto custa ter um cachorro? Porém, nem todos mensuram os gastos na hora da adoção do pet: segundo uma pesquisa do SPC Brasil, 14% dos donos de pets estavam com nome sujo devido a gastos com o bichinho que extrapolaram o orçamento. O índice alto se dá, principalmente, porque 60% não se planejaram antes de adotar. 20% ainda disseram que costumam gastar com eles mais do que o orçamento permite. “Será que a família está preparada financeiramente para cuidar do animal? Veterinário, vacinas, banho, tosa, ração, passeios em diversos horários – tudo deve ser mensurado, pois são despesas que pesarão no fim do mês”, explica José Vignoli, educador financeiro do SPC Brasil e também dono de três cachorros adotados. O cálculo deve ser feito antes, para que não se passe apuros depois – nem se deixe de proporcionar itens básicos ao cãozinho. Por que planejamento financeiro é importante antes de adotar um cachorro? Mesmo que a adoção não te custe nada, você terá gastos mensais com o animal. Itens indispensáveis, como ração e antipulgas, quando são colocados na ponta do lápis, podem pesar. Há ainda os gastos inesperados, como as emergências veterinárias. Só para se ter noção, 30% dos entrevistados já deixaram de comprar algo para si mesmo devido a gastos com seus pets, revelou a pesquisa. Para ninguém ser pego desprevenido, a veterinária Bianca Maretti calculou as despesas médias quando se tem um cachorro em casa: Ração. Um cachorro pequeno consome, em média, 215 gramas de ração por dia. Se considerarmos o valor de uma marca de ração popular, chegamos ao total de R$ 43,50 por mês. Para cachorros de porte médio, que comem 332 gramas por dia, o valor mensal vai para R$ 67,23. Já os cães de porte grande podem comer mais de meio quilo por dia, acrescentando R$ 114 por mês às despesas. Vale lembrar que, com o passar da idade, muitos pets precisam consumir rações medicamentosas, especiais para alergias de pele, problemas intestinais ou renais. Nesse caso, o valor mensal pode até dobrar. E, quando se adota um cachorro, ele acaba virando um membro da família – é importante você estar preparado para esses casos. + Prévia da inflação, IPCA-15 desacelera para 0,64% em julho, aponta IBGE. Banho e tosa. Cães de pelo longo podem precisar de um banho e tosa por mês. O preço médio do serviço em São Paulo é de R$ 45. Caso você tenha tempo, é possível economizar dando banho em casa. Idas ao veterinário. Considere uma média de três consultas por ano. Cada consulta custa cerca de R$ 100. Logo, temos R$ 300 acrescentados à contabilidade anual ou R$ 25 mensais. Consultas com especialistas, às vezes necessárias, são ainda mais caras. “Às vezes, os bichinhos precisam de um cuidado especial – cardiologista, nefrologista ou nutricionista. Estes cobram valores mais caros, que variam entre R$ 280 e R$ 450”, diz Bianca. Felizmente, algumas capitais contam com hospitais veterinários públicos. Informe-se com a prefeitura da sua cidade. Alternativa é ir aos hospitais veterinários das faculdades, que oferecem preços mais acessíveis e alguns tratamentos gratuitos. Antipulgas. Se seu cachorro costuma passear diariamente e têm contato com outros animais, você perceberá que usar antipulgas frequentemente nele se faz fundamental. Oral ou tópico, o valor médio varia de R$ 40 a R$ 100, conforme o porte do pet.Vacinas. As vacinas são fundamentais para evitar doenças que podem até ser mortais para o cão. Entre elas, V10 e raiva. Não obrigatórias, mas importantes, estão a de giárdia e a da gripe. Elas precisam ser reforçadas anualmente e a média de preço é de R$ 90 por vacina. Vermífugos. A cada seis meses, é importante dar um medicamento para manter os cachorros livres de vermes. Alguns podem até matar. O remédio custa em torno de R$ 50. Emergências acontecem. Além dos gastos citados acima, podem acontecer emergências cirúrgicas ou internações. A dica para baratear os gastos nesse caso é ter um seguro saúde para o pet, como a Health for Pet e a Pet Plan. Eles custam a partir de R$ 56 por mês e variam conforme o plano de cobertura. “É importante pesquisar sobre o custo-benefício e analisar se o plano atenderá as necessidades do pet antes de fechar. Fique atento também à área de cobertura, pois nem toda clínica aceita plano de saúde e nem todo procedimento está coberto”, diz Bianca. Viagens. Se você for viajar e não puder levar seu amigão, terá também que considerar deixá-lo com um conhecido. Nesse caso, pode não custar nada. Mas se ninguém estiver disponível, pode ser necessário deixá-lo em um hotelzinho ou em hospedagens via Dog Hero, o que pode custar uma média de R$ 40 por noite. Então, quanto custa ter um cachorro? Ao fim, se despendidos esses cuidados (sem contar o plano de saúde e viagens), um cão de porte médio custa em torno de R$ 200 mensais. Mas lembre-se: com organização e dedicação é possível ter um melhor amigo de quatro patas e, o melhor, sem preocupações financeiras! E você também pode baratear os gastos com pets fazendo sempre uma pesquisa de preços antes de comprar alimentos ou medicamentos. Informe-se sobre cartões fidelidade que os grandes pet centers oferecem, pois eles podem render um bom desconto. E, diante da necessidade de fazer algum exame ou atendimento com veterinário, ligue antes para saber o preço e pesquise em várias clínicas diferentes. Gastos supérfluos. Segundo a pesquisa do SPC Brasil, na hora de cortar os gastos com o animal de estimação, os principais itens que são tirados da lista de compras são as rações mais caras (23%), os brinquedos (20%), os banhos em pet shop (18%) e demais serviços no local (16%). É necessário refletir também se o bichinho realmente precisa de tantos itens, brinquedos, roupas e serviços ou se é apenas um luxo imposto pelos seres humanos. “Hoje, as pessoas investem muito mais em seus pets. É comum vermos tutores que os deixam em creches (day care) para que não fiquem sozinhos em casa por muito tempo”, comenta Bianca. Portanto, se a grana está curta, lembre-se que seu cãozinho não se importa com itens supérfluos e, sim, com carinho e atenção. De qualquer maneira, não exclua este gasto do orçamento, uma vez que por falta de tempo ou outro tipo de ocupação você pode não conseguir manter a mesma rotina que um treinador faria. O poder da adoção de um pet. Muitos cãezinhos esperam uma chance de serem adotados em ONGs e abrigos públicos. Além do ato de amor e da economia do custo do bichinho propriamente dito, ao adotar, você também economizará em outros pontos. Muitas vezes os cãezinhos têm mais idade, não destroem nada pela casa, já vêm vacinados, castrados e vermifugado. Pense nisso! Fonte: Notícias ao Minuto

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou hoje (17) reajuste de 45,52% na receita anual de geração de 69 usinas hidrelétricas que atuam no regime de cotas. A medida vai provocar aumento nas contas de luz entre 0,02% e 3,86%, segundo a Aneel. O impacto médio será de 1,54%. O impacto na conta de luz depende da data do reajuste aprovado pela Aneel e da quantidade de cotas (volume de energia) que cada distribuidora compra das hidrelétricas. O volume de cotas de cada distribuidora representa, em média, 22,64% dos contratos de energia das concessões. A remuneração total recebida pelas usinas, de julho de 2018 a junho de 2019, será de R$ 7,944 bilhões. Segundo a Aneel, a receita anual de geração é calculada considerando os valores do Custo da Gestão dos Ativos de Geração (GAG), acrescidos de encargos de uso e conexão, receita adicional por remuneração de investimentos em melhorias de pequeno e grande porte, investimentos em bens não reversíveis, Taxa de Fiscalização dos Serviços de Energia Elétrica, custos associados aos programas de Pesquisa e Desenvolvimento e Eficiência Energética e eventuais ajustes. O regime de cotas foi implantado por meio da Medida Provisória nº 579, de 2012, com renovação automática das concessões de usinas hidrelétricas. Para isso, as hidrelétricas tiveram que vender energia às distribuidoras por um preço fixo, determinado pela Aneel, ao contrário de firmarem preços conforme o mercado e as realidades das instituições.Fonte: EBC

Foto: Vanderlei Almeida/AFP

O decreto que antecipa a primeira parcela do 13° salário de aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) foi publicado na edição desta terça-feira (17) do Diário Oficial da União. A medida foi assinada ontem (16) pelo presidente Michel Temer e prevê que o pagamento ocorra junto com a remuneração de agosto. A primeira parcela do abono anual corresponderá a até 50% do valor do benefício. O valor restante será pago com a remuneração de novembro. De acordo com o governo federal, a medida deve injetar R$ 21 bilhões na economia do país e movimentar o comércio e outros setores. Como determina a legislação, não haverá desconto de Imposto de Renda na primeira parcela paga a aposentados e pensionistas do INSS. O imposto sobre o valor somente pode ser cobrado na segunda parcela da gratificação natalina, a ser paga em novembro. Fonte: Agência Brasil

Foto: DR

Consumir uma laranja diariamente ajuda a impedir o desenvolvimento de má visão, diz estudo realizado por um grupo de cientistas do Instituto de Pesquisa Médica Westmead, na Austrália. A doença incurável leva à perda gradual de visão, e está entre as causas mais comuns de perda de visão entre a população mais idosa. O estudo entrevistou mais de dois mil adultos, acima dos 50 anos, durante um período de 15 anos. Aqueles que revelaram comer pelo menos uma laranja por dia apresentaram um risco menor de desenvolverem degenerescência macular durante esses 15 anos, comparativamente a quem não ingeria a fruta regularmente. A professora Bamini Gopinath, da Universidade de Sydney, disse: “Essencialmente, descobrimos que quem come pelo menos uma laranja por dia, todos os dias, vê o risco de aparecimento de degeneração macular reduzido”. E acrescentou: “Os dados apurados demonstram que os flavonóides (um tipo de antioxidante) encontrados nas laranjas ajudam a proteger contra essa doença”. Fonte: Notícias ao Minuto

Uma revisão de estudos publicada recentemente no periódico científico Nutricional Neuroscience revelou que a vitamina D não ajuda a prevenir Parkinson e Alzheimer. A análise mostrou que não há evidências suficientes que comprovem o potencial preventivo do nutriente contra doenças neurodegenerativas. No entanto, os pesquisadores indicam que a luz solar pode ser capaz de proteger contra a esclerose múltipla, Alzheimer e Parkinson, independente da produção de vitamina D. Segundo especialistas, a prescrição de suplementos vitamínicos para idosos, com o intuito de prevenir doenças neurológicas, é uma prática comum. Mas os novos dados indicam que essa decisão não traz benefícios reais.

De acordo com a análise, a maioria dos dados atuais que apoiam o efeito neuroprotetor da vitamina D é baseada em estudos pré-clínicos e observacionais que não foram capazes de comprovar o potencial preventivo do nutriente. Segundo Renato Bandeira de Mello, geriatra e diretor científico da Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia (SBGG), a associação da vitamina D com a prevenção de doenças neurológicas surgiu porque a maioria dos pacientes com doenças neurológicas, cardíacas e câncer apresentavam deficiência deste nutriente, o que poderia ser a causa dos problemas. No entanto, o novo estudo afirma que não foi possível concluir se a vitamina D tem potencial benéfico, indicando que os baixos níveis da substância são consequência e não causa da doença.

Hábitos saudáveis

Foto: Divulgação

O juiz Rafael Cavalcanti Cruz, da 7ª Vara de Fazenda Pública do Rio de Janeiro, determinou nesta segunda-feira (16) que o prefeito Marcelo Crivella (PRB) pare de utilizar a máquina municipal para defesa de interesses pessoais ou de grupos religiosos. Na decisão, ele afirma que o prefeito poderá ser afastado caso repita as práticas relatadas pelo Ministério Público. Na avaliação do magistrado, os casos apontados "tornam provável a veracidade da alegação de que o réu exerceu seu mandato com o intuito de favorecer seu segmento religioso". A Promotoria acusa Crivella de ter ferido a laicidade do Estado em nove oportunidades desde que assumiu o mandato, em janeiro de 2017. A ação cita a reunião com pastores no Palácio da Cidade, cessão de espaços públicos para eventos evangélicos, e dois censos religiosos entre guardas municipais e usuários de academias de ginástica públicas, entre outros.

Foto: Reprodução / Agência Brasil

Na primeira semana do mês de julho, o preço médio de um litro de gasolina na Bahia custava R$ 4,67. Por mais que o preço pareça salgado, de acordo com dados mais recentes levantados pela Agência Nacional do Petróleo (ANP), o consumidor está pagando menos pelo litro do combustível do que no mês de junho. Se a média atual for comparada à média referente à semana de 10 a 16 de junho, quando a gasolina custava R$ 4,72, é possível perceber que houve uma diminuição de preço, mesmo que pequena. Entre os dois meses, o preço médio das distribuidoras também diminuiu. Enquanto em junho era cobrada uma média de R$ 4,07 pelo derivado de petróleo, em julho o preço caiu para R$ 4,01, aliviando um pouco o bolso do consumidor. A média de lucro para os postos, no entanto, não diminuiu. Se no mês de junho a margem média de lucro era de R$ 0,652, no mês de julho, a média permaneceu praticamente a mesma, com R$ 0,656.

Entrevistas
Organizadores do “Bloco As Muriquetes” falam sobre a expectativa deste evento que vem animando os muritibanos a cada ano
Mídia TV
VT - Moderna Gestão e Assessoria
Mural de Recados
Tarsila escreveu para Joseane
"Vdd eu tbm eu quero saber tbm de todas as notícias desses anos que esta acontecendo muitas coisas ai è bom saber das coisas primeiro..."
Joseane Bonfim escreveu para Anderson Bella
"Ola, tudo bem? Sou Joseane Bonfim e estou fazendo uma pesquisa sobre os blogs da região de SAJ, o Midia Reconcavo se encaixa na categoria de Blog?"
Podcast
Spot - Câmara de Cruz das Almas
Escute o Spot da Câmara de Vereadores de Cruz das Almas.